TRE doa alimentos e roupas a entidades assistenciais
O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá realizou na última quarta-feira, 21, a doação de mais de 1 tonelada de alimentos e roupas.

A solenidade teve início às 17 horas, no Plenário Jurista Luiz Calandrini pelo Presidente em exercício, Desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos.

A doação foi feita a três entidades, são elas: Diocese de Macapá – Pastoral do Menor, Casa da Hospitalidade (Santana) e Centro de Promoção Frei Daniel Samarati.

Os alimentos e roupas doados foram arrecadados na Gincana, realizada no dia 27 de outubro como parte da Programação da Semana do Servidor em homenagem ao dia do servidor público.
Justiça Eleitoral atende no interior
O Cartório Eleitoral da 5ª Zona Eleitoral (ZE) realizou quarta-feira, 21, Ação Itinerante nas Comunidades Furo do Maracá e São José do Maracá.

À tarde foi a vez da Vila Curuçá. Na ocasião, a população solicitou os atendimentos de transferência, 2ª via, revisão e alistamento (para quem ainda não possui título de eleitor).

A programação de Ações Itinerantes da 5ª ZE do município de Mazagão iniciou na última segunda-feira, 19. O atendimento foi feito nas seguintes localidades: Vilas Central do Maracá, Barro Alto do Maracá, Tambaqui, Betel do Rio Ariramba e Maranata do Rio Ajuruxi.

Ontem, a programação teve continuidade nas Vilas Navio, Tabatinga do Rio Preto, Foz do rio Mazagão velho, Santa Fé do Camaipi e Comunidade do Rio Banha.
Projeto de Sarney suspende assentamentos rurais na Amazônia
O Projeto de Lei 986/07, do deputado Sarney Filho (PV-MA), proíbe a implantação de assentamentos rurais na Amazônia Legal até que seja concluído o zoneamento ecológico-econômico daquela região com metodologia do Ministério do Meio Ambiente.

O zoneamento é um instrumento de gestão de determinado território que estabelece normas para a localização espacial das atividades econômicas, tendo enfoque na preservação do ecossistema, assegurando o desenvolvimento sustentável. Baseado no diagnóstico previamente feito, o zoneamento econômico-ecológico deve estabelecer diretrizes que definam as atividades adequadas a cada zona; as necessidades de proteção ambiental e conservação dos recursos naturais; a localização de unidades de conservação; critérios de desenvolvimento sustentável das áreas rurais e dos núcleos urbanos e medidas de harmonização das situações de conflito existentes.

Problemas ambientais - O autor da proposta destaca que a questão fundiária permeia todos os problemas ambientais enfrentados pela Amazônia, como ficou demonstrado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Biopirataria, realizada pela Câmara, e da qual o deputado foi relator.

Segundo o parlamentar, a influência da questão fundiária sobre a exploração ilegal de madeira se explica pelo fato de as políticas de ordenamento territorial, além de serem as responsáveis pela definição de normas que tratam do acesso à terra, também traçarem diretrizes acerca do uso e exploração dos recursos naturais.

Na sua avaliação, a questão fundiária é a origem de inúmeros conflitos socioambientais, que têm como causa a luta pela posse da terra, em razão, entre outros motivos, da insuficiência de políticas públicas dirigidas para o setor fundiário, o que demonstra a incipiente presença do Estado na região.

Ele constata que mesmo os instrumentos de ordenamento territorial disponíveis, como o zoneamento ecológico-econômico e o plano diretor municipal, não são utilizados pelo Estado para tentar reverter o cenário atual. "Afinal, o processo de colonização perpetuado pelo governo para a região amazônica proporcionou a implantação de um verdadeiro caos fundiário na região, além de gerar grandes conflitos e facilitar a ocorrência de ilícitos de toda sorte", critica.

Tramitação - O projeto está apensado ao PL 2795/03, do ex-deputado Confúcio Moura, que trata de tema assemelhado. As propostas serão analisadas, em caráter conclusivo, pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional; de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Para promotor português, Madeleine provavelmente está morta
da Ansa, em Londres e Lisboa

O procurador-geral de Portugal, Fernando Pinto Monteiro, afirmou que devido à grande publicidade e atenção que a imprensa mundial deu ao caso do desaparecimento da garota britânica Madeleine McCann, 4, "é muito provável" que ela esteja morta.

Pinto Monteiro destacou que a campanha internacional para encontrar a garota pode ter convertido Madeleine em um "obstáculo" para seus seqüestradores.

"Se ela foi seqüestrada", como sustentam seus pais, "é muito provável que seu seqüestrador a tenha matado", declarou o promotor.

"Toda esta publicidade e quando todo mundo viu a foto de Madeleine, significa uma possibilidade maior de que a garota esteja morta ao invés de viva", acrescentou.

O funcionário judicial declarou à revista portuguesa "Visão" que é "pessimista" sobre a resolução do mistério da garota britânica.

"Se me perguntar nesse momento específico se vamos descobrir algo, diria que não sei. Este tipo de crime é extremamente difícil de resolver", continuou Pinto Monteiro.

O procurador-geral negou que a investigação portuguesa esteja determinada em demonstrar que Madeleine morreu como conseqüência de um acidente no quarto de hotel do complexo turístico de Ocean Club, em praia da Luz, e que seus pais, os médicos Kate e Gerry McCann, 39, esconderam seu corpo.

Segundo a imprensa local, os detetives estão convencidos desta hipótese, ainda que para Pinto Monteiro ainda são "seguidas todas as linhas da investigação".

"Não existe uma pista mais forte que outra", esclareceu.

Ontem, o jornal inglês "The Sun" informou que a Polícia Judiciária portuguesa, encarregada da investigação, planeja fechar o caso apesar das novas evidências encontradas.

Por sua vez, o porta-voz oficial dos McCann, Clarence Mitchell, qualificou os comentários de Pinto Monteiro como "de muito pouca ajuda".

"Continuamos a acreditar que Madeleine está viva. Nossos investigadores estão trabalhando nessa teoria e estão confiantes de que irão achá-la viva muito em breve", acrescentou.
Empresa brasileira é a que mais gasta tempo para pagar impostos
da Folha Online

As empresas brasileiras são as que dedicam mais tempo para ficar em dia com as obrigações tributárias, dentre um universo de 178 nações pesquisadas, afirma um estudo divulgado nesta sexta-feira e feito em parceria pelo Banco Mundial e a consultoria PricewaterhouseCoopers. Na segunda edição do trabalho, intitulado "Paying Taxes 2008", o Brasil ocupa a 137ª posição no ranking geral, que classifica os países de acordo com a complexidade de seu sistema tributário.

Para fazer a lista, foram levados em conta não apenas o custo representado pelos tributos (um dos três itens analisados), mas também a quantidade de taxas e o tempo gasto na execução dos procedimentos necessários --é neste último que o Brasil fica em último.

O estudo revela que a pessoa jurídica brasileira gasta 2.600 horas (108,3 dias) por ano e usa dois funcionários para cumprir com suas obrigações tributárias. Na média mundial, uma empresa dedica em média dois meses (56 dias) por ano para atender à legislação. Ou seja, o Brasil gasta o dobro do tempo da média dos outros países para pagar impostos.

De acordo com o o resultado, os impostos corporativos representam somente 37% do custo total de taxas e impostos, 26% se refere ao tempo gasto em procedimentos necessários e 12% dos custos, à quantidade de tributos.

O estudo lista que a complexidade dos sistemas varia do preenchimento de um único formulário eletrônico, na Suécia, ao pagamento de 124 diferentes taxas, na Belarus. Em geral, quanto menor quantidade de impostos, maior o índice de negócios formais per capita e de investimento.

Em sua segunda edição, o "Paying Taxes" faz também uma análise comparativa entre as economias emergentes conhecidas como BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).

A Rússia, melhor classificada no ranking geral, ocupa a 130ª colocação. A Índia aparece em 165º lugar e a China, 168º --o Brasil ocupa a 137ª posição. Em termos de tempo gasto para ficar em dia, os empresários chineses gastam 872 horas, os russos usam 448 horas e os indianos, 271 horas.

Os dez primeiros colocados na classificação geral, ou seja, que possuem os melhores sistemas de cobrança, são: República das Maldivas, Cingapura, Hong Kong, Emirados Árabes Unidos, Oman, Irlanda, Arábia Saudita, Kuwait, Nova Zelândia e Kiribati.

Na outra ponta, os países que apresentam os mais complexos sistemas tributários são: Panamá, Jamaica, Mauritânia, Bolívia, Gâmbia, Venezuela, República Centro-africana, República do Congo, Ucrânia e Bielo-Rússia.

Com relação à média do número de horas gastas pelas empresas de médio porte para pagamento de impostos, os Estados Unidos gastam apenas 325 horas, a Alemanha, 196, e, a Inglaterra, 105.

Brasil - Para o sócio da PricewaterhouseCoopers Carlos Iacia, líder da área tributária no Brasil, a complexidade do sistema tributário brasileiro incita à sonegação fiscal. Segundo dados apresentados por ele, uma empresa de 60 funcionários (padrão usado para os 178 países pesquisados) geralmente não tem condições de alocar dois funcionários somente para garantir o pagamento de tributos.

Segundo a pesquisa, o principal problema dos impostos brasileiros está no cálculo do ICMS (Imposto sobre Mercadorias e Serviços), sendo que no país existem 27 legislações sobre o tributo.

Das 2.600 horas que uma empresa precisa gastar por ano para pagar seus impostos, o estudo aponta que 932 horas (38,83 dias) são gastas com impostos sobre o valor agregado (exemplo do ICMS), 732 horas (30,5 dias)para o pagamento de contribuições trabalhistas e previdenciárias (INSS) e 421 horas (17,54 dias) para fazer o cálculo das obrigações sobre o lucro (Imposto de Renda Pessoa Jurídica).

No que se refere à carga tributária, o Brasil aparece no 158º lugar --69,2% do lucro líquido são consumidos por impostos. O maior peso fica com as contribuições previdenciárias, que representam 40,6 pontos percentuais do total.
Governador tucano defende cobrança da CPMF e expõe divisão do PSDB
GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

A convenção do PSDB mostrou nesta sexta-feira a divisão do partido em relação à proposta que prorroga a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) até 2011. Na mais enfática defesa da manutenção do "imposto do cheque", o governador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) fez duras críticas à postura dos senadores tucanos contrários à matéria.

Por outro lado, lideranças do PSDB --como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso-- afirmaram que o governo não ofereceu concessões suficientes para que os tucanos aprovem a prorrogação.

"Você tem cinco governadores defendendo a manutenção da CPMF e a bancada do PSDB [no Senado] faz ouvido de mercador para isso. Estamos diante de um impasse grave para nos organizar", disse Cunha Lima. O governador afirmou que seria uma "incoerência" o PSDB criticar a prorrogação da CPMF já que foi o próprio partido criou o "imposto do cheque" na gestão FHC.

"A minha posição é algo que não pode faltar ao PSDB: coerência. Se o Alckmin tivesse sido eleito, essa discussão da CPMF não estaria existindo [no partido]. Nós criamos o imposto, não fica bem adotar uma posição contraditória", enfatizou o governador.

O ex-presidente FHC, por sua vez, minimizou o impasse no partido sobre a prorrogação da CPMF ao afirmar que o governo federal não cedeu aos apelos de redução da carga tributária --por isso não terá o apoio dos tucanos na votação. "Não há divisão nenhuma. Os governadores têm seus interesses, mas a condução [da votação] será dada pelos líderes políticos. A posição da bancada é clara de que há excesso de arrecadação. O governo foi imune ao não atender o pedido do PSDB e não ceder nada", disse.

Na opinião do ex-presidente, o governo federal defende a prorrogação da CPMF sem priorizar os gastos na área de saúde. "O governo quer só dinheiro por mais dinheiro, aí eu não vejo razão para se prorrogar. O que precisa agora é melhorar a qualidade do gasto", defendeu.

Em um tom mais ameno na defesa do "imposto do cheque", o governador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que ainda há margem de negociação com o Palácio do Planalto para que os tucanos decidam sobre a prorrogação da CPMF. "O governo tem que meter a mão no bolso, o que não fez até agora. Se estiver disposto a isso, o PSDB tem por obrigação discuti-la. Eu acho que o PSDB não tem que aceitar o patrulhamento. Se é bom para o país, vamos discutir."

Já o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que não há possibilidade dos 13 senadores tucanos votarem a favor da manutenção da CPMF. "Os governadores decidem onde se faz viadutos, e os senadores como votam a CPMF. Não houve pressão de governador nenhum a nós, deveriam ter feito isso antes."
Blog do Josias: Procuradoria fará nova denúncia sobre tucanoduto
da Folha Online

O procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza deve abrir uma nova denúncia contra outros envolvidos no escândalo do mensalão tucano além de Eduardo Azeredo, Walfrido dos Mares Guia e outras 13 pessoas, informa o Blog do Josias.

As novas denúncias, que podem ser ajuizadas na primeira instância do Judiciário, devem atingir diretamente o publicitário Duda Mendonça e a sócia dele, Zilmar Fernandes --ambos já mencionados na denúncia formalizada junto ao STF, mas fora da lista de acusados--, além de gestores do Banco Rural e outros empresários.

Antonio Fernando já remeteu para Ministério Público de Minas Gerais documentos que considera úteis para o desdobramento das apurações.

A exemplo do que ocorreu no caso do mensalão petista, a agência de Duda foi contratada para prestar serviços à campanha de Azeredo, em 1998, com um contrato de R$ 4,5 milhões, dos quais só R$ 750 mil foram lançados na escrituração oficial da campanha. A outra parte do dinheiro provém de um esquema fraudulento montado por Marcos Valério e seus sócios.
Mais dois: TRE-MT cassa mandato de Pedro Henry e Chica Nunes
da Folha Online

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso decidiu nesta quinta-feira cassar o mandato do deputado federal Pedro Henry (PP) e da deputada estadual Chica Nunes (PSDB) pela prática de compra de votos nas eleições de 2006.

O resultado, por maioria de quatro votos a três, foi decidido pelo voto de minerva proferido pelo presidente do TRE-MT, desembargador José Silvério Gomes, que votou pela cassação dos parlamentares.

O Ministério Público Eleitoral ajuizou representação para investigar denúncias contra os deputados pela prática de compra de votos. Eles teriam feito uma servidora do posto de saúde do bairro Pedra 90 trocar remédios e cobertores por votos.
Lula busca apoio de governadores tucanos para aprovar CPMF
GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília
da Folha de S.Paulo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva saiu a campo para buscar o apoio dos governadores tucanos para a prorrogação da cobrança da CPMF. A idéia é fazer com que os governadores tentem persuadir os senadores da bancada a votar a favor da matéria. Os senadores do PSDB já anunciaram que votarão contra a PEC (proposta de emenda constitucional) que prorroga a cobrança da CPMF até 2011.

O esforço do presidente parece já ter surtido efeito. O governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, defendeu publicamente hoje a cobrança da CPMF durante o 3º congresso do PSDB. "Nós criamos o imposto, não fica bem adotar uma posição contraditória", disse ele.

A defesa da CPMF por Cunha Lima acontece um dia depois do tucano se encontrar com Lula no Palácio do Planalto. De acordo com o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete (íntegra somente para assinantes do jornal ou do UOL), Cunha Lima negociou ontem com o presidente a liberação de verbas do PAC para a Paraíba e meios de garantir o voto do senador e correligionário Cícero Lucena a favor da CPMF.

Hoje, Cunha Lima afirmou que outros governadores do PSDB também são favoráveis à cobrança da CPMF. "Você tem cinco governadores defendendo a manutenção da CPMF e a bancada do PSDB [no Senado] faz ouvido de mercador para isso. Estamos diante de um impasse grave para nos organizar."

Segundo ele, o voto do PSDB seria diferente se o ex-governador Geraldo Alckmin tivesse vencido a eleição presidencial de 2006. "A minha posição é algo que não pode faltar ao PSDB: coerência. Se o Alckmin tivesse sido eleito, essa discussão da CPMF não estaria existindo [no partido]. Nós criamos o imposto, não fica bem adotar uma posição contraditória."

O governador de São Paulo, José Serra, negou que o partido esteja dividido sobre a CPMF. "Não há divisão. O partido não é uma igreja e, mesmo na igreja, tem diferenças de ponto de vista. O importante é a unidade, a conversa, a compreensão recíproca de cada opinião que não é a sua. O partido, para conviver, precisa entender as diferenças. E procurar a partir daí uma solução."

Segundo ele, a palavra final caberá à bancada do PSDB no Senado, onde tramita a PEC que propõe a prorrogação da CPMF. "Estamos trabalhando no Senado, que tem autonomia. Cada bancada tem a sua linha de orientação de acordo com as circunstâncias. Essa questão toda é analisada no âmbito da bancada."

O esforço pessoal do presidente Lula precisará ser maior após a queda do ex-ministro Walfrido dos Mares Guia (Relações Institucionais), que estava responsável pela coordenação política e articulava a aprovação da CPMF no Senado. A oposição já detectou que a substituição de Walfrido por José Múcio deve atrapalhar a votação da CPMF e pretende explorar a mudança para derrotar a matéria no plenário.

"Um ministro novo com três crises novas terá o dobro de dificuldades. O Walfrido já administrava essas crises. No mínimo, a mudança prejudica o governo", afirmou o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), se referindo ao PDT, PRB e PTB.

Conciliação - O governador de Minas, Aécio Neves, adotou um tom conciliador e disse que o PSDB pode voltar a negociar o apoio à CPMF se o governo fizer uma boa proposta para a bancada tucana. "O governo tem de meter a mão no bolso. O que não fez até agora. Se quer ter uma arrecadação de R$ 45 bilhões, é preciso que a desoneração não seja de fachada como foram nessas propostas até agora. Se o governo estiver disposto a isso eu acho que o PSDB tem por obrigação, até por ser o partido responsável que é, discuti-la."

Segundo ele, o PSDB não deve fazer uma oposição irresponsável. "Eu não acho que nós temos de repetir o estilo PT de fazer oposição, que considerava e encontrava vícios de origem em tudo o que vinha do governo. O PT quando era oposição ao nosso governo, tudo o que vinha do governo era contra. Foi contra o plano de estabilidade econômica, foi contra o Plano Real, contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, contra inúmeras propostas de reforma que hoje ele está propondo."
CDEIC inclui governador do Amapá e o prefeito de Macapá no Conselho de Administração da Suframa
A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC) votou, por unanimidade, pela inclusão do governador do Estado do Amapá e do prefeito de Macapá como membros titulares do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), na última quarta-feira, 21. O relator da matéria - Projeto de Lei Complementar nº 375/2006 - foi o deputado federal Jurandil Juarez (PMDB/AP).

Jurandil Juarez defendeu que o governador e o prefeito da capital devem fazer parte do colegiado, já que por causa da Área de Livre Comércio de Macapá e Santana, a atuação da Suframa tem aumentado no Estado.

"Esta é uma antiga e justa reivindicação da sociedade amapaense. Além disso, o Governo do Amapá e a Prefeitura de Macapá têm enfrentado muitas dificuldades em viabilizar seus projetos, por conta da divisão de recursos desigual alocados à Superintendência. Espera-se, assim, que esta distorção seja removida com esta iniciativa", reforçou o relator.

A Comissão incluiu também o presidente do BNDES no Conselho, que tem a finalidade de definir diretrizes, planos, projetos, ações e programas a serem desenvolvidos na área de atuação da Superintendência.
MEGA-SENA ACUMULA E PODE PAGAR R$ 20 MILHÕES
A Mega-Sena pode fazer um novo milionário no próximo sábado (24/11). A principal loteria brasileira está acumulada e estima pagar R$ 20 milhões a quem acertar os seis números do concurso 922. O sorteio será às 20h (horário de Brasília), em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha.

O prêmio previsto para este sábado equivale a 52,6 mil salários mínimos e é suficiente para comprar 138 unidades do Omega CD, um dos carros mais admirados por quem costuma apreciar modelos de luxo. Além disso, o sortudo que ganhar a bolada pode simplesmente tirar férias prolongadas do trabalho apenas depositando o valor na poupança: só o rendimento no primeiro mês de aplicação é de aproximadamente R$ 120 mil.

Além da Mega-Sena, outras loterias prometem prêmios atrativos neste fim de semana. A Dupla Sena também está acumulada e pode pagar R$ 3,6 milhões para quem acertar os seis números no 1º sorteio do concurso 611, marcado para sexta-feira (23/11), às 20h. Vale lembrar que na Dupla Sena, com uma única aposta, a pessoa concorre a dois sorteios no mesmo dia.

Outra loteria que pode realizar os sonhos dos apostadores é a Lotomania, que prevê pagamento de R$ 2,2 milhões na faixa principal de premiação do concurso 778. O sorteio será no sábado (24/11), às 20h.

As apostas podem ser feitas em uma das 9 mil unidades lotéricas espalhadas por todo o Brasil, até às 19 horas (horário de Brasília) da data do sorteio. Além de concorrer a prêmios milionários, os apostadores também contribuem com áreas prioritárias para o desenvolvimento do Brasil. Somente neste ano, foram repassados mais de R$ 2,1 bilhões aos beneficiários legais das Loterias CAIXA, incluindo Imposto de Renda.
Bancos informam horário de funcionamento durante Natal
Conforme Resolução nº 2.932, de 28 de fevereiro de 2002, do Banco Central, e, considerando os resultados positivos obtidos em anos anteriores, tanto nos horários adotados para atendimento ao público, quanto nos procedimentos e cronograma observados no Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis, a Febraban-Federação Brasileira de Bancos recomenda os horários de expediente ao público no dia 24 de dezembro de 2007, conforme abaixo:

Estados com horário igual ao de Brasília-DF

- Capitais e Região Metropolitana (*)
9h às 11h
9h às 11h

- Interior
8h às 10h
8h às 10h

Estados com diferença de 1 hora em relação à Brasília

- Capitais e Região Metropolitana (*) 8h às 10h
9h às 11h

- Interior 7h às 9h
8h às 10h

Estados com diferença de 2 e 3 horas em relação à Brasília

- Capitais e Região Metropolitana (*) 8h às 10h
10h às 12h

- Interior 7h às 9h
9h às 11h

- Acre e Rondônia 7h às 9h
10h às 12h

As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo) e os carnês que, porventura, vencerem no dia 25 de dezembro, poderão ser pagos dia 26, sem incidência de multa. Os tributos, normalmente, já estão com a data ajustada pelo calendário de feriados (federais, estaduais e municipais).

Ressaltamos que os clientes podem agendar nos bancos, caso tenham interesse, os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos auto-atendimentos e correspondentes não bancários como Correios, lotéricas e outros estabelecimentos comerciais.
IBGE: divulgação de contas regionais
IBGE divulgará na próxima segunda-feira, dia 26, às 10 horas, no auditório da Presidência, com transmissão pela TV IBGE, a nova série das Contas Regionais do Brasil para o período 2002-2005.

Participarão da entrevista coletiva o Presidente do IBGE, Eduardo Nunes; o Coordenador da Coordenação de Contas Nacionais (Conac), Roberto Olinto; o Gerente do projeto, Frederico Sérgio Gonçalves Cunha, e a técnica da Conac Alessandra Soares da Poça.

A publicação impressa terá um CD-ROM com o arquivo em formato PDF e as tabelas em excel. Os dados ficarão disponíveis no portal do IBGE na internet.

Não haverá lançamento na Unidade Estadual do Amapá.
Camilo Capiberibe pede aprovação de projeto para prevenir escalpelamentos no Amapá.
Macapá, 23/11/07 - Um acidente pouco comum e pouco conhecido vem ganhando cada vez mais espaço na sociedade e na roda de debates de especialistas, através de tristes estatísticas contabilizadas principalmente na Amazônia, em especifico, nas regiões ribeirinhas, como as do Amapá. A perda parcial, ou em alguns casos total do couro cabeludo e até de outros membros como as orelhas, pelo escalpelamento, está atingindo as populações amazônicas. O dado mais triste é que a maioria das vítimas são crianças, cerca de 65% contra 30% de adultos na faixa-etária produtiva e 5% de idosos com mais de 60 anos (números fornecidos pela ONG Sarapó).

Como ocorre – a maior parte das vitimas são do sexo feminino, evangélicas, que cultivam longos cabelos por motivos religiosos. Estas pessoas, simples, utilizam as pequenas embarcações como transporte, muitas vezes para irem à escola. O eixo do motor que move a embarcação quando exposto é o vetor desta verdadeira tragédia. A mulher, ao se abaixar próximo ao eixo tem seus cabelos capturados que ao se enrolarem no mesmo são puxados com uma força descomunal o que arranca em segundos o couro cabeludo, parcial ou totalmente. Neste último caso, os cabelos jamais voltam a crescer.

O tema foi debatido na quinta-feira, 22, na Assembléia Legislativa, através de Audiência Pública promovida pelos deputados Roberto Góes (PDT), Edinho Duarte (PMDB) e Moisés Souza (PSC), este último o único a participar, junto com os deputados Manoel Brasil (PMN) que presidiu inicialmente o evento, Camilo Capiberibe (PSB) que assumiu a presidência no restante da audiência, Ruy Smith (PSB), Dalto Martins (PMDB), Michel JK (PSDB) e Joel Banha (PT). Entre as autoridades que fizeram parte da mesa, estavam a presidente da Associação das Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento, Maria do Socorro Pelaes Damasceno e o diretor da ONG Sarapó, o médico Cláudio Brito.

Governo Waldez não se importou – Brito, da ONG Sarapó, que assiste as pessoas que sofrem escalpelamento nas comunidades ribeirinhas do Pará, disse que veio ao Amapá em 2003 para reivindicar apoio do governador Waldez Góes (PDT) para minimizar o sofrimento das vitimas do escalpelamento e apesar de ter sido atendido pelo vice-governador Dr. Pedro Paulo Dias, atual Secretário de Saúde, não viu nenhum desdobramento de atendimento às vítimas do escalpelamento. As ações de atendimento às vítimas de escalpelamento no Amapá se iniciaram à partir de 2007.

Presidente da Associação se emociona ao relatar a discriminação que sofrem as mulheres vitmas do escalpelamento.

Fora os casos não notificados, 248 pessoas foram escalpeladas no Amapá, destas, 244 mulheres compõem a associação presidida por Maria do Socorro que, aos 10 anos sofreu o acidente. Emocionada, Maria do Socorro relatou que iniciou sua luta em busca de benefícios para as escalpeladas ao ser mal tratada por um médico. “Eu tinha que acabar com esse sofrimento. São muitas mulheres e crianças que passam por esse drama. Então, criamos a associação, a idéia não se apagou. Quando fui escalpelada, tive que fugir do hospital porque ninguém tinha paciência de fazer os curativos, eu mesma comecei a fazer”.

Nenhum direito – a presidente ainda enumerou os demais obstáculos impostos às vítimas do escalpelamento, dificultando cada vez mais o seu cotidiano, estando desempregadas por conta da aparência, ou seja, da discriminação. “Já procuramos o INSS e disseram que a gente não tem direito a nada. Por causa de nossa aparência, e pelas seqüelas deixadas, muitas estão desempregadas, mesmo as mulheres que têm estudo, que têm muita capacidade para trabalhar não conseguem emprego. A única opção que nos resta é ser diarista, trabalhar de 07 da manhã às 10 da noite por 10 reais”.

Preconceito na escola – Maria do Socorro ainda enfatizou que já passou por problemas de preconceito na escola em que a filha estuda. “Eu não acompanho o rendimento da minha filha na escola, porque ás vezes, fica muito difícil eu ir até lá. As outras crianças ficam criticando, e minha filha briga na escola por causa disso”, e finalizou criticando a ausência das autoridades de saúde do Estado. “Gostaria de, em nome de todas as vitimas, reclamar aqui porque o secretário de saúde não está presente. Gostaria que tivesse os profissionais da saúde nesta audiência. Perdemos uma companheira recentemente por causa de um câncer causado pelo escalpelamento”.

Prevenção com educação – o Delegado da Capitania dos Portos no Amapá, Comandante Roberto Lima Vidal, apontou que a Marinha do Brasil está preocupada com relação ao perigo que o eixo do motor expõe às pessoas, afirmando que “a Marinha educa, através de abordagens nas embarcações amazônicas, e as que estão sem cobertura são paradas e só continuam navegando se cobrirem o eixo”. O delegado ainda explicou que os eixos foram cobertos com proteções de madeira, material doado por algumas empresas da região, no caso no Afuá, onde 86 eixos foram cobertos.

Projetos de Lei – o socialista Camilo Capiberibe aproveitou para pedir celeridade na aprovação de projeto de sua autoria apresentado no Parlamento Estadual do Amapá. O Projeto de Lei (nº. 0094/07-AL) obriga o uso da proteção de metal no eixo dos motores. O deputado do PSB tornou público que a deputada federal Janete Capiberibe alocou, através de emenda parlamentar individual, R$ 100 mil para que a Marinha possa ter mais subsídios para enfrentar o problema. Ainda em Brasília, a deputada Janete apresentou Projeto de Lei 1531/2007, que prevê a mesma obrigação que consta no PL do deputado Camilo. “A deputada Janete Capiberibe me repassou que a proposta já está na Comissão de Transportes da Câmara Federal dispondo de parecer favorável à aprovação do relator, o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS)”, disse o deputado do PSB.

Não à omissão – o líder do PSB na AL, deputado Ruy Smith pediu que tanto o governo estadual quanto o federal não se omitam a respeito do problema. “A omissão do governo federal é crucial para que este grave acidente ocorra, principalmente porque é ele quem controla os rios da Amazônia. Peço ao deputado Sebastião Rocha que aconselhe o governador a não se omitir mais. Nunca vi esta Casa votar contra medidas que traga benefícios à sociedade, mas a decisão é política, e quem resolve é o governador”.

O parlamentar Camilo Capiberibe finalizou a audiência pública, lamentando a ausência dos propositores da mesma, e sustentando que “não se pode admitir que este tipo de caso continue acontecendo. Não podemos, depois do depoimento emocionado da presidente da associação, dona Maria do Socorro, aceitar atrasos na implantação de políticas públicas que certamente diminuirão as conseqüências graves do acidente por escalpelamento. Precisamos ser mais dinâmicos”.
Pequenas Empresas & Grandes Negócios
Comércio prevê o melhor Natal em dez anos

O desempenho do comércio varejista neste Natal será o melhor dos últimos dez anos, segundo previsões do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV).

Total de redes de franquias subiu 12,9% em 2007

O ano de 2007 foi considerado pela Rizzo Franchise, um dos que mais impulsionaram o varejo com o surgimento de novas empresas franqueadoras. Até o mês de novembro, 176 empresas passaram a vender franquias, um aumento de 12,9% no ano.

Pequenas podem vencer desafio da esportação

A internacionalização das micro e pequenas empresas é possível, mas para isso é preciso aliar determinação do empresário, criatividade, estrutura de investimento e vencer desafios.

Crise nos EUA afeta perspectiva industrial em 2008, diz FGV

As perspectivas de faturamento, investimento e contratações das empresas industriais para 2008 seguem uma tendência de alta vista nos últimos dois anos, mas já foi afetada pela crise do crédito imobiliário de alto risco ('subprime') nos Estados Unidos.
Legislando em causa própria: Assembléia do Pará amplia recesso parlamentar para 70 dias por ano
da Folha Online

A Assembléia Legislativa do Pará aprovou nesta quinta-feira o projeto que amplia o recesso parlamentar de 55 dias para 70 dias por ano. A proposta foi aprovada em segundo turno hoje pela manhã com 27 votos favoráveis e 3 contrários. A proposta foi votada em primeiro turno ontem, quando recebeu 28 votos favoráveis e dois contrários.

Esta é a segunda vez que a Assembléia do Pará altera o período de recesso parlamentar. A primeira mudança foi no ano passado, quando os deputados reduziram de 90 dias para 55 dias de recesso por ano.

A proposta aprovada hoje foi apresentada pelo deputado Gabriel Guerreiro (PV), que fez uma emenda ao projeto do deputado Alessandro Novelino (PMDB). O texto original do peemedebista previa o retorno do recesso para 90 dias.

"Esse tempo é desnecessário. Por isso, propus os 70 dias que seriam divididos em 30 dias de julho e 40 no final do ano, iniciados em 20 de dezembro com volta ao trabalho no dia 1º de fevereiro", explicou Guerreiro. "É o que estipula a constituição para o início dos trabalhos a cada ano. Temos que ser razoáveis", justificou o deputado.

O deputado Arnaldo Jordy (PPS) foi um dos parlamentares que votaram contra a proposta. "O recesso não significa férias, mas não concordo com esse aumento e voto contra", afirmou Jordy.
Veja lista dos 15 denunciados pela PGR por mensalão tucano
O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, ofereceu denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra 15 suspeitos de envolvimento com o "mensalão tucano". O esquema teria sido usado na campanha a governador do atual senador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

Na época, o ministro de Relações Institucionais Walfrido dos Mares Guia era vice-governador de Minas e trabalhava na campanha eleitoral de Azeredo como uma espécie de arrecadador informal de recursos financeiros.

Alem de Azeredo e Walfrido, outros 13 foram denunciados. Veja abaixo a lista dos 15 denunciados:

1. Eduardo Brandão de Azeredo - atual senador pelo PSDB-MG e governador de Minas de 1995 a 1998, quando disputou a reeleição e perdeu;

2. Walfrido Silvino dos Mares Guia Neto - atual ministro de Relações Institucionais e coordenador da campanha à reeleição de Azeredo em 1998;

3. Cláudio Mourão da Silveira - tesoureiro da campanha de Azeredo nas eleições de 1998;

4. Clésio Soares de Andrade - candidato a vice-governador de Minas pelo PFL (atual DEM) em 1998, quando Azeredo disputou a reeleição e ex-vice-governador de Minas de 2003 a 2006, durante o primeiro mandato do governador Aécio Neves (PSDB). Também foi sócio da SMPB Comunicação Ltda. criada por Valério para desviar os recursos para a campanha de Azeredo;

5. Marcos Valério Fernandes de Souza - empresário e publicitário;

6. Ramon Hollerbach Cardoso - publicitário e sócio de Valério;

7. Cristiano de Mello Paz - empresário e sócio de Valério;

8. Eduardo Pereira Guedes Neto - foi secretário-adjunto de Comunicação Social de 1997 a 1998 no governo de Azeredo;

9. Fernando Moreira Soares - foi diretor Financeiro e Administrativo da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais);

10. Lauro Wilson de Lima Filho - foi diretor de Administração e Finanças da Comig (Companhia Mineradora de Minas Gerais);

11. Renato Caporali Cordeiro - foi diretor de Desenvolvimento e Controle de Negócios da Comig (Companhia Mineradora de Minas Gerais);

12. José Afonso Bicalho Beltrão da Silva - foi diretor-presidente do BEMGE (Banco do Estado de Minas Gerais) de 1995 a 1998. Foi responsável por cinco repasses de R$ 100 mil para a SMP&B Comunicação;

13. Jair Alonso de Oliveira - foi diretor da Bemge Distribuidora de Valores Mobiliários S/A;

14. Sylvio Romero Perez de Carvalho - foi diretor da Bemge Administradora de Cartões de Crédito Ltda.;

15. Eduardo Pimenta Mundim - foi gerente comercial da Bemge Administradora de Cartões de Crédito Ltda.
Cai mais um ministro de Lula. José Múcio vai substituir Walfrido no comando da articulação política
KENNEDY ALENCAR
da Folha de S.Paulo, em Brasília
RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

O Planalto já confirmou o nome do substituto de Walfrido dos Mares Guia no Ministério das Relações Institucionais. É o deputado José Múcio Monteiro (PTB-PE), atual líder do governo na Câmara.

Walfrido anunciou hoje que deixaria o ministério para se defender das acusações de envolvimento com o suposto "mensalão tucano" --esquema de caixa dois na campanha ao governo de Minas de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), em 1998-- fora do governo.

Com a ida de Múcio para o governo, a liderança do governo na Câmara será ocupada pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS). Atual vice-líder, o petista é apontado como um dos mais fiéis e articulados colaboradores do governo na Câmara.
Desde o começo da tarde, Walfrido está reunido com assessores para preparar os termos da carta de renúncia.

Paralelamente, Múcio já foi orientado por Lula para buscar a coesão entre os partidos aliados para garantir a aprovação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que prorroga a cobrança da CPMF até 2011.

Múcio deve assumir o cargo de ministro justamente no momento em que seu partido, o PTB, anunciou que deixa o bloco de apoio do governo no Senado. Mas, segundo ele, essa decisão da legenda não vai alterar nem atrapalhará as articulações em favor dos interesses do Palácio do Planalto.

Denúncia - O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, ofereceu denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra 15 acusados de envolvimento com o "mensalão tucano", entre eles Walfrido, Azeredo e o empresário Marcos Valério.

A denúncia tem 89 páginas e os acusados devem responder por peculato e lavagem de dinheiro, entre outros crimes. No Supremo, o relator do caso é o ministro Joaquim Barbosa.
Obra da Beira-Rio será entregue dia 21 de dezembro
A Prefeitura de Macapá está programando para o dia 21 de dezembro a entrega à população da obra de revitalização do Complexo Beira-Rio, em frente à cidade. A obra vai melhorar significativamente o aspecto visual do local, tido como um dos principais cartões postais da capital.

A obra começou em junho passado e, inicialmente, a conclusão estava prevista para novembro. Segundo o secretário municipal de Obras, João Trajano, o atraso no cronograma da obra se deu em função de alguns ajustes feitos no projeto, por exemplo, acessibilidade para pessoas portadoras de necessidades especiais.

O Ministério do Turismo em parceria com o município está investido R$ 2 milhões e 70 mil reais na revitalização do Complexo Beira Rio. A obra prevê a reforma da Praça Abdala Houat; construção de calçadão de 6 metros de largura revestido em ladrilho hidráulico com paginação nos grafismos Maracá e Cunani; cobertura da área entre os quiosques. “Essa cobertura vai proporcionar a utilização de toda a área no período invernoso”, observou o secretário.

Fazem parte ainda da revitalização do complexo a recuperação dos banheiros dos quiosques, construção de calçadão na margem do muro de arrimo e na área externa aos quiosques com paginação em ladrilho hidráulico também nos grafismo Maracá e Cunani; além de ciclovias e uma nova área para vendedores ambulantes, especialmente os que comercializam côco.
Mutirão de limpeza atende cinco bairros, simultaneamente, em Macapá
A Prefeitura de Macapá realiza, de forma simultânea, na próxima sexta-feira, sábado e domingo, mutirão de limpeza em cinco bairros da capital. São eles: Murici, Vale Verde, Alphaville, Fazendinha e Chefe Clodoaldo, todos situados na zona sul.

As secretarias municipais de Obra – Semob –, e de Manutenção Urbanística – Semur -, vão entrar nos bairros com todo o aparato de máquinas, equipamentos e pessoal. Segundo o secretário de Obras, João Trajano, a proposta do trabalho é mudar significativamente o aspecto visual dos bairros, dando melhor qualidade de vida aos moradores. “Vamos fazer esse tipo de trabalho em todos os bairros de Macapá. Os moradores podem aguardar pelo serviço”, garantiu.

Nos cinco primeiros bairros serão executados serviços de capina, retirada de entulhos, terraplanagem e tapa-buraco. “Vamos fazer uma limpeza geral, eliminando possíveis criadouros do mosquito da dengue, preparando esses bairros para o inverno”, ressaltou.

Quanto à realização de serviço de asfaltamento nesses bairros, Trajano disse que, de imediato, quer melhorar as condições de tráfego das ruas. “Não vamos assumir esse compromisso agora. Vamos fazer o que é possível, mas o asfaltamento, pelo menos das principais ruas nesses bairros, não está descartado para acontecer num futuro próximo”, salientou Trajano.
EXPOFEIRA ATRAI MICRO E PEQUENOS EMPRESÁRIOS
A característica do Shopping Empresarial da 44ª Expofeira é o multinegócio. Este ano são 80 estandes, ocupados em maior número pelo setor de comércio e serviços, com 45% e 40%, respectivamente dos espaços. Os outros 15% estão divididos em pequenas e médias indústrias do Amapá.

Este ano a Federação de Micro e Pequenas Empresas do Amapá (Fempe) espera que o volume de negócios dobre em relação a 2006, quando o volume comercializado ultrapassou R$ 1 milhão. Algumas empresas contabilizaram resultados pós-feira. Uma loja que vende equipamentos de informática, por exemplo, vendeu R$ 80 mil durante a Expofeira de 2006. Após o final da feira foram consolidados mais R$ 55 mil durante as visitas agendadas previamente na Expofeira.

Para Paulo Moura, vice-presidente de Fempe, este ano o período da Expofeira, de 24 de novembro a 2 de dezembro, é comercialmente melhor. “É um período estratégico. Ocorre uma bolha de consumo no final do ano e todos os setores se prepararam para aumentar o volume de vendas”, diz. Os estandes vão funcionar todos os dias, de 16h às 22h30.

Em 2006 a federação realizou uma pesquisa de satisfação com os expositores. O resultado foi positivo. O nível de satisfação com a localização, estrutura física, atendimento, administração e expectativa de negócios chegou a 88% .

A comercialização de estandes, medindo 3m x 3m, começou em setembro deste ano. Cada espaço foi vendido por R$ 1,2 mil. Estima-se que o expositor investiu entre R$ 5 mil e R$ 6 mil para montar toda a infra-estrutura.

“Expositores que em 2006 compraram apenas um estande este ano passaram a comprar dois. Quem comprou quatro aumentou para seis. Isso quer dizer claramente que o retorno do investimento é garantido”, avalia Moura.

No ano passado foram comprados e instalados 70 estandes. Este ano o número subiu para 80 espaços. Doze expositores ficaram esperando para entrar, mas não houve desistência. Em 2008 o número de expositores deve aumentar para 100.

Para Moura os empresários entenderam a importância econômica da Expofeira não só como indutora de volume de vendas como também para consolidação de suas marcas. A possibilidade de fazer bons negócios durante a feira atraiu três expositores do vizinho Estado do Pará.
Shows de artistas nacionais são terceirizados na Expofeira
Os coordenadores culturais da 44ª Expofeira e 2ª Feira do Empreendedor já definiram os shows nacionais e locais que serão apresentados durante o decorrer das feiras no período de 24/11 a 02/12. A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) será responsável pela programação dos artistas locais enquanto que os shows nacionais serão terceirizados.

A 44ª Expofeira e Feira do Empreendedor serão abertas oficialmente neste sábado, 24, com o show no palco principal da dupla sertaneja Guilherme e Santiago. De acordo com os promotores do evento os ingressos já estão à venda e custa R$ 15 inteira e R$ 7,50 meia. Os ingressos já estão disponíveis na loja do Macapá Folia e no Bloco Malagueta, sito à rua Hamilton Silva com Feliciano Coelho.

Além do Palco principal haverá show musical e apresentação de coreografia nos seguintes espaços: Maloca Cultural, Palco dos Amores, Palco do Sebrae e Praça da Rainha(palco alternativo).
A programação dos referidos palcos só estará disponível nesta quinta-feira, 22.

A seleção de artistas locais somente será feita após a entrega e análise de propostas encaminhadas a Secult e a equipe técnica do Teatro das Bacabeiras.

A programação para o Palco Principal e Arena de Shows será a seguinte:

Sábado (24) – Show nacional de Guilherme e Santiago. 25/11 – Domingo – A noite do Tecnomelody/Calypso. (ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00). 26/11 - Segunda-feira – Show Gospel. 27, 28 e 29/11 – Terça, quarta e quinta-feira – Rodeio. 30/11 – Sexta-feira – Banda da Lourinha e outros. 01/12 – Sábado – Banda Reprise e outros (ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00). 02/12 – Domingo – Show com Daniel (ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00).
Expofeira emprega jovens de Macapá e Santana
Para este ano, foram contratados 80 recepcionistas de ambos os sexos. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) responsável pela seleção, priorizou jovens com 2º grau completo, habilidades com o público e que sejam moradores da região do entorno do Parque de Exposições da Fazendinha, do distrito do Igarapé da Fortaleza e do município de Santana.

Os recepcionistas recebem treinamento especial para atuar durante a Expofeira. Nesta quinta e sexta-feira participam de mini-curso ministrado por técnicos da Setur. Dos 80 recepcionistas contratados será selecionado um grupo de 20 pessoas que falam fluentemente idiomas como o francês e o inglês para recepcionar os turistas de outros países.

A Setur também será responsável pela Pesquisa Sócio-econômica e de Opinião da 44ª Expofeira do Amapá que apontará os indicadores econômicos do evento, bem como, o grau de satisfação dos freqüentadores.
Rádio Difusora confirma programação especial
Mais uma vez a Rádio Difusora de Macapá vai transferir parte de sua programação diária para o Parque de Exposições da Fazendinha durante os 10 dias da 44ª Expofeira do Amapá e 2ª Feira do Empreendedor. A informação partiu do chefe de Programação da Rádio, Rodney Santos.
Segundo Rodney, a partir das 18 horas até uma hora da manhã, diariamente, profissionais da Difusora estarão transmitindo ao vivo para todo o Amapá e Estados vizinhos tudo o que acontece no Parque de Exposições de Fazendinha.

Uma programação especial está sendo montada para a cobertura dos shows, leilões, exposições de animais, informação sobre economia do Estado, negociações, enfim, tudo o que está previsto para os dez dias da temporada de muitos negócios do Amapá.

A estrutura montada no Parque de Exposições de Fazendinha vai abrigar a Rádio Parque. Cerca de 15 profissionais entre locutores, programadores, técnicos e jornalistas vão se revezar diariamente na cobertura dos eventos. “Na verdade, a RDM realiza o trabalho de cobertura da Expofeira há mais de 20 anos, mas há três é que montamos nossa estrutura completa no Parque. Antes utilizávamos uma parte da área administrativa da Feira. Agora, não, temos um espaço próprio. Montamos um estúdio para transmissões e a unidade comercial”, afirmou Rodney.
Amapá ganha nova Incubadora Tecnológica
Joicilene Santos

A Faculdade Seama através do Núcleo de Empreendedorismo e Relações com o Mercado, realiza nesta quinta-feira, 22, a apresentação da Incubadora Tecnológica SEAMA. Na ocasião estarão presentes os parceiros da incubadora. O evento é aberto à comunidade acadêmica, professores, colaboradores e a comunidade externa. A apresentação inicia às 15h30 no salão de atos da Faculdade Seama.

A incubadora é um espaço próprio para criação de empresas. A idéia teve seu embrião gerado no Núcleo de Empreendedorismo e Relações com o Mercado da Faculdade Seama e contou com o apoio do Sebrae.

A incubadora é coordenada pelo chefe do Núcleo de Empreendedorismo e Relações com o Mercado da Seama, Antônio Lima Júnior. “A incubadora é uma iniciativa da instituição que tem como objetivo estimular a cultura empreendedora e proporcionar um ambiente propício ao desenvolvimento de novos negócios”, explica.

Após o lançamento da incubadora acontecerá a seleção de empresas. Dez empresas poderão participar da primeira seleção, destas, quatro serão residentes e seis ficarão no hotel de projetos. Os interessados em participar da seleção serão orientados a montar seu plano de negócio, que será avaliado pelo comitê da incubadora.

A incubadora é mais uma conquista que trará benefício aos acadêmicos e ao Amapá. “Com a criação da incubadora estamos dando oportunidade aos acadêmicos de colocarem em prática seu espírito empreendedor e se tornarem parceiros do desenvolvimento empresarial do Estado”, relata o diretor geral da Seama, Carlos Scapin.
Governo do Amapá libera Financiamento do Fundmicro para 91 novos empreendedores
Nesta quinta-feira 22, o Governo do Estado do Amapá - GEA, através da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo - Sete, estarão realizando mais uma entrega de financiamento. Cerca de 91 empreendedores serão financiados pelo programa Amapá Empreendedor – Fundimicro (Fundo de Apoio ao Micro e Pequeno Empreendedor). A entrega de cheques acontecerá na Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo – SETE, as 16:00h.

Criado pelo Governo do Amapá em abril de 2005, o Programa tem o objetivo de disseminar a cultura empreendedora no Amapá, oportunizando aos novos empreendedores crescimento em seu negócio. Neste mesmo período, o GEA criou o Fundo Especifico que oportuniza várias famílias que tem sonhos de construírem seu próprio empreendimento, e empreendedores que precisam de recursos financeiros para melhorar seu estabelecimento.

Com juros de 1 % e 1,5% ao mês, prazo de 24 meses para pagar o crédito, e até seis meses de carência para inicio do pagamento, o Fundmicro vem beneficiando empreendedores de vários seguimentos como, batedores de açaí, artesãos, ambulantes, cabelereiros, moto-taxi, proprietários de balneários, lanchonetes, minibox, panificadoras, vendedores de camarão e peixe, locadoras, livrarias, vendedores de confecções, produtos de beleza, entre outros.

A Secretaria está localizada na Rua Leopoldo Machado, com 1º de Maio, Nº 3055, Bairro do Trem.
Processo Seletivo para estagiários no Sesc Amapá
Ewerton França/COMAR

Já está disponível no site do Sesc Amapá www.ap.sesc.com.br o edital 001/2008 para seleção de estagiários para o ano de 2008. As vagas ofertadas são para Pedagogia, Nutrição, Enfermagem, Educação Artística ou Artes Visuais, Letras, Serviço Social, Educação Física, Biologia, Psicologia, Administração Geral, Ciência Contábeis, Ciências Econômicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Secretariado Executivo, Tecnologia em Redes de Computadores e Física.

O processo seletivo é divido em três fases: prova de Língua Portuguesa e conhecimentos específicos, análise do histórico escolar e entrevista. O valor da bolsa é de R$390 por quatro horas diárias.

Para participar do processo seletivo o acadêmico deve estar regularmente matriculado e cursar a partir do 5º semestre. Essa regra só é válida para os cursos de Bacharelado e Licenciatura. Já o curso de Tecnologia em Redes de computadores, o acadêmico deve estar cursando o 4º semestre.

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 19 de novembro e 15 de dezembro no Núcleo de Desenvolvimento Técnico (NDT) localizado no Sesc Araxá. Para inscrever-se, o interessado deve levar o comprovante de matrícula de seu curso, histórico escolar atualizado, xerox da carteira de identidade, xerox do CPF e comprovante de residência.
Sesc promove congresso de atividades físicas
Acontece de 22 a 25 de novembro, no Sesc Amapá o 1º Congresso de Atividades Físicas que busca promover a capacitação e atualização dos professores da instituição, profissionais e alunos de educação física e fisioterapia, além de profissionais da rede pública e privada de ensino do estado.

Serão 11 cursos, com carga horária de 12h/aula, cada e atividades desenvolvidas através de conteúdos teóricos e práticos.

O evento será no Centro de Atividades Araxá (Sesc) e quadra coberta da PM. No Sesc serão utilizados os seguintes espaços: piscina, salão de eventos, sala de teleconferência, Núcleo de Desenvolvimento Técnico (NDT), teatro porão, sala de cinema, sala de musculação e sala de ginástica.
Futebol: tabela do Sub-20 é alterada
Em virtude da reforma prevista no estádio Glicério de Souza Marques, visando a Copa do Brasil de 2008, a Federação Amapaense de Futebol (FAF) convocou uma reunião com os representantes dos clubes participantes do Campeonato Sub-20 para fazer alterações na tabela da competição.

Os jogos serão realizados nos estádios Augusto Antunes, em Santana e no Aluizio Videira, em Mazagão.

A última rodada no "Gigante da Favela" (Glicério Marques) será nesta sexta-feira. Na preliminar, o Atlético Amapaense encara o Santos, e na partida de fundo, o Ypiranga enfrenta o Esporte Clube Macapá - jogo marcado anteriormente para a próxima segunda-feira (26/11).

Os jogos restantes, do Clube da Torre (Ypiranga), serão em Mazagão, contra o Atlético Amapaense e Santos Futebol Clube, respectivamente, nos dias 2 e 9 de dezembro.

As mudanças eram nece4ssárias, segundo os dirigentes, porque o Glicério Marques está muito castigado e precisa passar por alguns reparos urgentementes, principalmente no gramado.

A preocupação da diretoria do Clube da Torre era com a apaixonada torcida ypiranguista. A presença dela nos jogos é muito importante para os jogadores. (Fonte: www.ypiranga.net)
Casa da Amapalidade premiará melhor ambiente, decoração, artesanato e móveis
Uma das novidades para a 2ª Feira do Empreendedor será a Casa da Amapalidade que trará como inovação premiação para as melhores peças que abrange moveleiros, artistas plásticos e artesãos, e outra para a escolha do melhor ambiente da casa.

Para a premiação um júri técnico vai avaliar cada peça e ambientes da casa, porém a escolha do ambiente vai estar aberta também ao público visitante. Os quatro vencedores do prêmio poderão escolher uma viajem a algum evento que seja compatível a sua área.

Segundo a gestora do projeto de Artesanato do Sebrae, Mary Lima, estão participando da feira cerca de 22 artistas visuais, 30 artesão, 9 empresas de móveis, e 21 arquitetos. “Dentro da Casa da Amapalidade terão 11 ambientes, e terá como temática a cultura do Estado, hábitos, costumes dos amapaenses, de moradia, será uma mistura da cultura regional com a cultura contemporânea”, disse.

A casa utiliza criações com grafismos das iconografias Maracá e Cunani, como forma de valorização da identidade cultural do Estado. Para este evento foram realizadas cerca 15 oficinas e consultorias. Além disso, está exposto na casa produtos dos clientes dos projetos de hortifruti, mel e mercearias.
Maranhão ganha primeiro banco comunitário quilombola do país
Brasília - A cidade de Alcântara (MA) ganhou nesta terça-feira (21), Dia Nacional da Consciência Negra, o primeiro banco comunitário quilombola do país. O empreendimento instalado no centro do município terá moeda própria - o guará, nome de uma ave local - e vai facilitar o acesso ao crédito a pequenos empreendedores, impulsionando o desenvolvimento da cidade de 22 mil habitantes, a maioria descendente de escravos.

O banco terá um capital inicial de R$ 50 mil e utilizará em suas operações voltadas para a concessão de microcrédito produtivo um taxa de juros de 0,5% a 2%, bem abaixo da praticada pelo mercado. As operações serão feitas em guarás (cada guará tem o valor equivalente a R$ 1), sem a cobrança de taxas.

"A finalidade da moeda social é estimular o consumo de bens e serviços produzidos pela própria comunidade. Hoje são várias moedas sociais que circulam nos estados e que geralmente equivalem ao valor do real. Elas têm a finalidade de incentivar o comércio local", explica Dione Manetti, diretor de Fomento da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Desenvolvimento local - A necessidade da criação de um banco comunitário em Alcântara (MA) foi apontada por agentes do Programa de Promoção de Desenvolvimento Local e Economia Solidária (PPDLES). A Economia Solidária vem desenvolvendo deste o ano passado a capacitação de agentes de desenvolvimento solidário, que atuam em comunidades pobres de todo o país. Eles atuam na organização de grupos e empreendimentos produtivos locais para a geração de trabalho e renda pela via solidária.

Dos R$ 50 mil de fundo do Banco Quilombola, R$ 30 mil são provenientes do Banco Popular do Brasil e R$ 20 mil do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho e Economia Solidária (Setres). O apoio do governo estadual foi conquistado por meio da seleção pública de projetos.

"Acreditamos que o microcrédito pode ampliar a geração de trabalho e renda. Essa é nossa primeira experiência de banco comunitário", afirma Terezinha Fernandes, secretária que comanda a Setres.

Para Manetti, "outro grande diferencial dessa iniciativa é a independência de governos. O Banco Comunitário ganha um apoio inicial para adquirir autonomia e caminhar sozinho por meio da atuação da própria comunidade", avalia.
Cursos para pescadores de lagosta têm mais de 9,2 mil inscritos
Mais de 9,2 mil pescadores do Nordeste e do Espírito Santo estão inscritos nos cursos de alfabetização e qualificação profissional oferecidos pelo governo federal aos trabalhadores que deixaram a pesca da lagosta.

Todos vão receber uma assistência financeira de R$ 380 durante três meses, período de duração dos cursos. As aulas começam em dezembro nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Piauí e Espírito Santo.
Jogos dos Povos Indígenas chegam à nona edição
Os Jogos dos Povos Indígenas, um dos maiores eventos esportivos e culturais indígenas do Brasil, chega a sua nona edição.

O evento, que acontece de 24 de novembro a 1º de dezembro nas cidades pernambucanas de Recife e Olinda, contará com mil atletas de 33 etnias.
Central telefônica da Previdência Social registra mais de 111 mil agendamentos desde junho
Das 316.035 ligações de confirmação de agendamento para os segurados, feitas pelos atendentes da Central 135 da Previdência Social, 142.933 (45,2%) tiveram de ser refeitas porque os segurados não estavam ou não podiam atender, ou as pessoas que atenderam marcaram outra hora para o contato ser feito.

Desde junho - quando os operadores do 135 começaram a confirmar o atendimento - foram confirmadas 111.041 agendas (35,1% do total) e canceladas apenas 5.612 (1,8% do total), a maioria porque os segurados ainda não dispunham de todos os documentos necessários para a efetivação do requerimento que fariam na Agência da Previdência Social (APS).
Governo Federal quer vacinar 68 milhões de brasileiros contra a rubéola
O Ministério da Saúde está montando estratégias para a Campanha Nacional de Vacinação destinada à eliminação da rubéola, com a meta de vacinar 68 milhões de pessoas em uma única etapa.

O compromisso foi firmado pelos ministros da Saúde dos países das Américas, durante a 44ª Reunião do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), realizada em setembro de 2003.
Inscrições para o ProUni começam na segunda-feira
As inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (ProUni) referentes ao primeiro semestre de 2008 estarão abertas a partir de segunda-feira, 26.

O programa, criado em 2004 pelo Ministério da Educação, oferece a estudantes brasileiros bolsas de estudos integrais e parciais, de 50%, em instituições de educação superior privadas, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica.
Equipes se preparam para a semi-final dos Jogos Universitários
Alieneu Pinheiro

Os Jogos Universitários Amapaense continuam. A equipe de Futsal da Seama entrou no salão no último domingo, e venceu 18. O time mandou para casa a equipe de CETE com o placar de 3 a 0. A vitória garantiu o passaporte do Seama Esporte Clube para a semi-final dos Jogos Universitários, a equipe enfrentará a equipe da UVA. O confronto entre as duas equipes acontecerá no dia 25 de novembro no Ginásio Avertino Ramos a partir das 10h.

Segundo coordenador de esporte da Seama Olivaldo Nunes, a equipe treinou bastante para conseguir a vitória. “Os atletas treinaram sempre pensando na semi-final. Agora o nossa objetivo e vencer a equipe da UVA e nós classificarmos para a final”, explica Olivaldo.

As vitórias dos atletas da Seama não param por ai. No dia 28, os dois judocas amapaenses estarão embarcando para a capital Salvador para participarem da Copa Aurélio Miguel que é base para a seletiva dos jogos Sulamericano de 2008. São dois acadêmicos da Faculdade Seama, Adriano Barbosa Lins e Moacir Junior Ferreira de Souza.

“Estamos com grandes expectativas no judô principalmente por já conhecer os currículos de nossos atletas. Se conseguirmos a classificação para o Sulamericano não mediremos esforços para trazermos medalhas para o nosso estado”, finaliza Olivaldo.
ASSOCIAÇÃO DA TERCEIRA IDADE COMEMORA OITO ANOS DE ATIVIDADES
A Associação da Terceira Idade Sol Nascente de Santana está comemorando oito anos de criação. Para comemorar a data, a diretoria da Associação com o apoio da Prefeitura de Santana vai realizar uma grande festa de aniversário, na próxima sexta-feira (23/11), a partir das 7h, na sede da Associação que fica na Avenida Castelo Branco, 902, no bairro Comercial.
A programação conta com uma Missa em Ação de Graça, apresentações de Marabaixo e de uma Valsa com oito pares e finalizando a programação com um coquetel.

Trabalho e Integração - A Associação da Terceira Idade Sol Nascente possui atualmente 150 associados efetivos, com idade entre 50 a 96 anos. As atividades ocorrem todas as segundas, quartas e sextas, das 7h30 às 9h. Os idosos participam de atividades físicas e esportivas, de cursos de artesanato, de dança e de alfabetização, além de passeios e festas. Todas as atividades são adaptadas para a terceira idade e acompanhadas de instrutores especializados e um médico.


Serviço - Associação da Terceira Idade Sol Nascente, Avenida Castelo Branco, nº 902/Bairro Comercial (entre as ruas Costa e Silva e Salvador Diniz). Vice- Presidente: Raimunda Nascimento Bastos - 3281 2876.
Sinsepeap promove 6º Congresso Estadual
O Sindicado dos Servidores Públicos em Educação no Amapá (Sinsepeap) promove na sexta-feira (23), sábado (24) e domingo (25), o 6° Congresso Estadual com a temática “Educação: Direito Humano, Social e Democrático”, no Anfiteatro da Unifap.

Na sexta-feira a partir das 8h ocorrerá o credenciamento. A abertura do evento ocorrerá às 20h. No sábado haverá explanação de painel com a presença da Drª em Educação da USP, Aída Maria Monteiro e do secretário de Assuntos Educacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

O Congresso contará com a presença do secretário de educação Adalto Bittencourt e do presidente da UDIME, José Wellington Ferreira, que representará todas as secretárias de educação dos municípios. “Queremos dialogar com eles, saber como está sendo implementado o PDE no Estado, quais são os programas federais que estão vindo para o Amapá e se estes programas estão chegando aos profissionais da educação de forma democrática”, ressalta o presidente do Sinsepeap, Aildo Silva. Haverá também uma mesa redonda onde será discutido o balanço da ação sindical nacional e local.

No domingo ocorre a plenária final onde serão traçados o plano de lutas do sindicato para os próximos anos.

Encerrando o Congresso haverá a votação para escolher os representantes do Sinsepeap que serão os delegados no Congresso Nacional da CNTE, que ocorrerá no período de 17 a 20 de fevereiro de 2008, em Brasília
Unifap apresenta plano de reestruturação e expansão
Na sexta-feira, 23.10.07, o Conselho Superior da Unifap apreciará seu Plano de Reestruturação e Expansão, construído pela administração superior a partir do Decreto 6.096/2007 (Reuni). Trata-se de um projeto que, seguindo fielmente os ditames do Reuni, representa a ampliação da precarização do trabalho docente e o rebaixamento da qualidade do ensino superior.

Além da análise do conteúdo do Plano é importante considerarmos o processo de construção do mesmo. Mais uma vez a administração superior da Unifap ignora o debate democrático como caminho para definição dos rumos desta universidade. E ainda mais, desta vez, usa subterfúgios para escamotear a verdade dos fatos: o Reuni é maléfico para a universidade pública e, por isso, só pode ser aprovado se seus fundamentos não forem compreendidos.

Apesar do Projeto de Reuni apresentado pela administração da Unifap mencionar o fato da instituição ter passado por debates abertos (procurando “dar conhecimento sobre o REUNI, bem como sensibilizar sobre a importância desta instituição aderir ao Programa”) a administração deturpa e desrespeita o processo de discussão. Desconhecemos que tenham ocorridos reuniões com representantes das coordenações de cursos para debater a questão. O que ocorreu foi uma reunião para apresentar o Reuni, em 04.10.07, restrita a pessoas convidadas pela administração, na qual alguns presentes fizeram críticas à metodologia do debate e ao conteúdo do Decreto 6.096/2007.

De fato, após debates realizados pelos docentes e estudantes, a administração fez, em 17.10 (somente na segunda quinzena de outubro), uma reunião técnica com a comunidade acadêmica para tratar do Reuni. Nesta oportunidade foi deliberado, por consenso entre os presentes, as seguintes questões:

1. O debate sobre expansão e reestruturação precisa envolver amplamente a comunidade acadêmica com análise de distintas posições;

2. Este debate precisa ter como norteamento um Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e não o Reuni;

3. Devem ser constituídos grupos de trabalho a partir dos eixos de ensino, pesquisa e extensão para construção do PDI;

4. A decisão de aderir, ou não, ao Reuni, só seria apresentada ao Conselho Superior, para votação em 07.12, após debate nos colegiados de curso sobre o mesmo.

Os Grupos de Trabalho iniciaram suas atividades e apresentaram, em 20.11, os elementos iniciais do projeto de PDI da Unifap. Elementos preliminares que defendem o ensino, a pesquisa e a extensão como indissociáveis na educação superior e alinham-se a uma concepção de universidade pública, democrática, gratuita e socialmente referenciada. Entretanto, todo este processo de construção é descaracterizado pela administração superior da Unifap ao apresentar um projeto de Reuni. Como o próprio Decreto expressa em seu artigo 1º, o Reuni, a criação de novas vagas nas universidades federais se dará “pelo melhor aproveitamento da estrutura física e recursos humanos existentes nas universidades federais”. Isso significa que a adesão ao Reuni inviabiliza um processo de expansão da Unifap com qualidade social e considerando o ensino, a pesquisa e a extensão como elementos indissociáveis e necessários à formação de todos os universitários.

Por todas estas questões reiteramos que o debate proporcionado pela administração sobre o Reuni não ocorreu de forma ampla e aberta. A única reunião chamada para tratar sobre a questão (17.10.07) não deliberou nenhuma posição da comunidade acadêmica. As atividades dos Grupos de Trabalho e as propostas apresentadas em 20.10 dizem respeito ao Projeto de PDI da Unifap e são incompatíveis com o Reuni. A comunidade não teve acesso ao projeto de Reuni (que foi encaminhada por e-mail aos conselheiros em 21.11 para ser apreciado no CONSU em 23.11).

Por fim, queremos reiterar a necessidade do Conselho Superior manter firme o propósito de construir uma universidade efetivamente pública e com qualidade social, autonomia e que desenvolva ensino, pesquisa e extensão. Neste sentido, é necessário rejeitarmos a adesão da Instituição ao Reuni.

Em defesa da universidade pública! Contra a precarização do trabalho docente! Não ao Reuni! (DIRETORIA DO SINDUFAP)
Sesc lança edital para contratação de novos colaboradores
Ewerton França/COMAR

Estão abertas as inscrições do processo seletivo para novos colaboradores para Departamento Regional do Sesc no Amapá. No total estão sendo ofertadas 28 vagas para os seguintes cargos: licenciatura plena em pedagogia e/ou magistério do ensino superior e/ou cursando pedagogia a partir do 5º semestre; licenciatura plena em educação artística ou artes visuais. Licenciatura plena em música ou formação técnica em música; licenciatura plena em educação física; animador cultural cursando ensino superior em artes visuais ou educação artística; Técnico Especializado (formação plena em pedagogia; formação superior em administração e/ou secretariado executivo; sociologia; engenharia química; graduação em enfermagem; licenciatura ou bacharelado em artes, história, filosofia ou sociologia; serviço social); auxiliar de serviços gerais (ensino fundamental); motorista (nível médio); auxiliar de copa e cozinha (ensino fundamental); agente de portaria (ensino fundamental); agente administrativo (ensino médio); agente administrativo (cursando nível superior em contabilidade e/ou possuir formação técnica em contabilidade e motoboy (nível médio)

Para participar da seleção o candidato deve enviar seu currículo até o dia 30 de novembro para a Caixa Postal Nº 206 especificando o cargo.

A seleção é divida em duas etapas: na primeira será feita a prova prática e específica com os candidatos selecionados. Na segunda fase será feita a entrevista inicial (para os cargos de técnico especializado), dinâmica de grupo e entrevista a dmissional.

O edital completo com todos os anexos e conteúdo da prova prática para cada cargo pode ser adquirido gratuitamente mediante a entrega de um disquete virgem, pen drive ou CD no horário das 8h às 12h e das 13h às 18h, no NDT (Núcleo de Desenvolvimento Técnico).
"Operação Abacaxi" prende sete pessoas por tráfico
MACAPÁ/AP – O Departamento de Polícia Federal, na manhã de hoje, dia 22 de novembro de 2007, cumprindo ordens emanadas do Juízo da Comarca de Porto Grande, realizou busca e apreensão em várias residências e efetuou a prisão preventiva de pessoas acusadas da prática de crimes previstos da Lei de Entorpecentes.

As prisões foram requeridas ao Juízo de Porto Grande pelo Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Investigações Cíveis e Criminais – PICC - e Promotoria de Justiça de Porto Grande.

A operação conjunta da Polícia Federal e do Ministério Público Estadual, resultado de seis meses de investigação, contou ainda com a colaboração do Batalhão Especial da Polícia Militar do Amapá, e visa desarticular quadrilha responsável pelo trafico de substâncias entorpecentes no Município de Porto Grande, principalmente na conexão Macapá a Porto
Grande.

Os presos:

1- Edinéia Silva de Almeida (Macapá)
2- Elisvânia dos Santos Conceição – 25 anos (Macapá)
3- Edvaldo Souza Ferreira (vulgo “Neguinho”) – 40 anos (Santana)
4- Ana Cristina da Silva Pessoa (Porto Grande)
5- Jurandir Alves (vugo “Buranga”) (Porto Grande)
6- Jean Viana (Porto Grande)
7- Enilson Pereira Gama (vulgo “Nil”) (Porto Grande)

Outras ordens de prisão preventiva podem ser cumpridas a qualquer momento.
Conhecimento na 2ª Feira do Empreendedor
Na 2ª Feira do Empreendedor o Sebrae vai está oferecendo por meio do Centro de Documentação e Informação – CDI, acesso à internet para empresários e candidatos a empresários que estejam visitando a segunda edição do evento.

Apresentação de filmes empresariais, pesquisas em livros e informações sobre como montar uma empresa, através de perfis de negócios, bem como salão de beleza, oficina de bicicleta, entre outros, são alguns dos serviços que vão ser oferecidos dentro do espaço Cyber.

A gerente da Unidade de Atendimento Individual – UAI, do Sebrae, Karina Brito, destaca que este espaço vai oferecer aos empresários oportunidades de conhecer um pouco dos serviços que a Instituição vem oferecendo no Estado. “Por meio deste serviço estamos inovando em atendimento, não só com o empresário, mais aos que desejam abrir um negócio”, explica. Para esclarecimentos e informações, três técnicas do Sebrae vão estar orientando os visitantes.
Profissionais de imprensa terão espaço para trabalhar na Feira do Empreendedor
Os profissionais de imprensa terão um espaço para trabalhar durante a 2ª Feira do Empreendedor, realizada no período de 24 de novembro a 1º de dezembro, no Parque de Exposições da Fazendinha. A sala de imprensa terá a finalidade de agilizar e facilitar o trabalho dos repórteres, cinegrafistas e fotógrafos. O horário de funcionamento será das 16h às 23h, durante os oito dias de evento.

Quatro computadores estarão ligados à internet com programas de edição de texto e imagem. “Uma equipe estará sempre de plantão para dar suporte aos jornalistas e fotógrafos no contato com entrevistados”, informou a Assessora de Comunicação e Marketing do Sebrae no Amapá, Tanha Silva. Dois jornalistas irão trabalhar em tempo integral, produzindo material para os veículos de comunicação do Sebrae (site, jornais, agência de notícias).

A sala também terá um local para descanso. “Será um espaço para relaxar nos intervalos de produção”, informou a assessora. O Parque de Exposições da Fazendinha fica a 16 quilômetros do centro da cidade, mas no período das feiras, o intenso fluxo de veículos acaba tornando o trajeto demorado. A sala de imprensa dá essa agilidade no repasse de informações para abastecer os veículos de comunicação.

“Esse problema é que pretendemos minimizar para os profissionais de imprensa. Do ambiente da sala de imprensa, o material produzido poderá ser enviado para as redações, otimizando o tempo do jornalista”, avaliou Tanha Silva.

Rádio - A Rádio Sebrae será mais uma ferramenta de comunicação presente na 2ª Feira do Empreendedor. A rádio pretende ser um veículo para facilitar a comunicação do empresário expositor com o público presente na feira. “Este será mais um canal de interatividade para apresentação de produtos, anúncio das empresas e a comunicação dos serviços do Sebrae, para o empreendedor”, disse Tanha Silva.

Jornal Sebrae - Uma edição especial do jornal do Sebrae/Ap está sendo elaborada pela equipe de comunicação. Matérias a respeito dos diversos produtos e serviços do Sebrae serão expostas na edição especial, que será composta de oito páginas. Segundo a assessora, Tanha Silva, a intenção é fornecer informações claras e objetivas aos visitantes.
Amapá é vice-campeão na devolução de cheques
O volume de cheques sem fundos recuou 6,7% neste ano, revela o indicador da Serasa - Serviço de Centralização dos Bancos.

Apesar disso, o Amapá aparece como o segundo estado brasileiro onde mais se passa cheques sem fundos.

Pelo levantamento do órgão, de cada mil cheques emitidos nos últimos dez meses, no Amapá, 86,4% foram devolvidos por insuficiência de fundos.

Nesse aspecto, o estado ficou atrás apenas de Roraima, com seus 92,5% de cheques sem fundos.

No geral, a região norte apresentou o maior índice de caloteiros, com 41,5% de cheques devolvidos, contra 17,2% da região sudeste.

Segundo a legislação brasileira, passar cheques sem fundos é crime de estelionato (inafiançável). Mas o calote raramente acaba em prisão.

Desempenho - De janeiro a outubro de 2007, foram devolvidos 19,6 cheques a cada mil compensados, enquanto no acumulado dos dez meses de 2006 houve 21, cheques devolvidos, por falta de fundos, a cada mil compensados, apontou o Indicador Serasa de Cheques sem Fundos. A queda no perí­odo foi de 6,7%.

Os cheques compensados totalizaram 1,43 bilhão até outubro deste ano, sendo que 30,13 milhões foram devolvidos por insuficiência de fundos, no período. Nos dez meses de 2006, o total de cheques compensados foi de 1,29 bilhão e o de devolvidos, 25,25 milhões. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Serasa)
Plenário pode votar hoje MP sobre registro de armas
O Plenário da Câmara dos Deputados continua hoje a votação das medidas provisórias que trancam a pauta. Os deputados precisam analisar três MPs com prazo de tramitação vencido - 394/07, 395/07 e 396/07. Ontem, os deputados votaram a MP 388/07, que regulamenta o comércio em feriados.

Das três MPs na pauta de hoje, a mais polêmica é a 394/07, que estende o prazo para 2 de julho de 2008 para registro de armas de fogo. Ela é o primerio item da pauta. A votação da medida provisória estava prevista para a semana passada, mas houve divergências em razão de diversas alterações feitas pelo relator, deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). Entre as alterações, está a permissão para o registro de arma em qualquer época, na Polícia Federal, desde que o portador a declare como sua e não haja restrições quanto ao seu cadastramento no Sistema Nacional de Armas (Sinarm).

A MP, que altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03), foi apresentada depois que o governo revogou a Medida Provisória 379/07, que estendia o prazo de registro até 31 de dezembro deste ano. A MP foi revogada pelo governo para facilitar a votação da PEC de prorrogação da CPMF em primeiro turno pela Câmara em meados de setembro.

Créditos extraordinários - A MP 395/07, que também tranca a pauta, concede crédito extraordinário de R$ 3,25 bilhões a diversos ministérios. Somente para o Ministério da Saúde, a medida libera R$ 1,7 bilhão, com o objetivo de reajustar os preços das tabelas do Sistema Único de Saúde (SUS), socorrer hospitais federais e comprar medicamentos. Para o Ministério da Educação, R$ 403 milhões serão usados no desenvolvimento de projetos de melhoria da qualidade na educação básica por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A MP 396/07, também com prazo de tramitação vencido, autoriza a União a resgatar os certificados financeiros do Tesouro emitidos a partir de 1999 em favor de fundos e caixas de previdência de estados. O resgate será feito por meio da troca dos títulos antigos por uma nova série de CFTs, de prazo menor. Na prática, a operação, que será feita pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) até 31 de dezembro deste ano com os estados interessados, injetará novos recursos federais nas previdências estaduais.

Importações do Paraguai - Tranca ainda a pauta o Projeto de Lei 2105/07, com urgência constitucional, que cria o Regime de Tributação Unificada (RTU) para a importação de mercadorias do Paraguai, por via terrestre, pelos micro e pequenos empresários participantes do Simples Nacional (Supersimples).

O assunto chegou a tramitar na forma da Medida Provisória 380/07, outra MP revogada pelo governo para a votação da prorrogação da CPMF e da DRU. O projeto, que tramita com urgência constitucional, estipula um único pagamento, com alíquota de 42,25% incidente sobre o valor da compra. Haverá também limites de compra por valor e por quantidade de produtos.

PEC do Vereadores - Caso a pauta seja liberada, os deputados devem votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 333/04, que define o número de vereadores e os limites de gastos para as câmaras municipais.

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, adiantou que vários líderes já se mostraram favoráveis à idéia do deputado Vitor Penido (DEM-MG). Ele defende a redução do teto de gastos de 8% para 4,5% em cidades que arrecadam até R$ 6 milhões por ano, e de 5% para 1,75% para municípios com arrecadação superior a R$ 500 milhões por ano. Os índices incidem sobre a arrecadação municipal.

A partir de sexta-feira (23), outra medida provisória passa a trancar a pauta - a MP 397/07, que revoga a MP 385/07 (sobre prazos para os trabalhadores rurais pedirem suas aposentadorias). A revogação também foi feita para facilitar a votação da prorrogação da CPMF. A MP 385/07 prorrogava até 24 de julho de 2008 o prazo para que trabalhadores rurais autônomos - enquadrados como contribuintes individuais da Previdência - pedissem aposentadoria por idade, com direito a um salário mínimo por mês, comprovando apenas o exercício da atividade rural por 15 anos. O governo deverá reenviar a matéria ao Congresso por meio de um projeto de lei.
Relator apresenta parecer contra a legalização do aborto
O relator do Projeto de Lei 1135/91, que legaliza o aborto em qualquer circunstância, deputado Jorge Tadeu Mudalen (DEM-SP), apresenta às 11h30 seu parecer, em reunião extraordinária na Comissão de Seguridade Social e Família. Mudalen defende a rejeição da proposta, de autoria dos ex-deputados Eduardo Jorge e Sandra Starling. A proposta revoga o artigo 124 do Código Penal, que prevê detenção de um a três anos para a gestante que provocar aborto ou consentir que outro o faça. O relator pede ainda a rejeição do Projeto de Lei 176/95, do deputado José Genoino (PT-SP), apensado, que permite o aborto até o nonagésimo dia de gravidez e obriga a rede hospitalar pública a realizar o procedimento.

"A prática do aborto é a culminância de um longo processo tortuoso em que a gestante não pôde ser atendida de forma adequada em várias fases de sua vida. Não contamos ainda no Brasil com um programa de esclarecimento sobre o planejamento familiar, ainda há problemas na área de assistência social, de geração de emprego. Não é adequado acreditar que uma questão pontual seja capaz de dar uma solução adequada a um quadro tão problemático", afirmou Mudalen.

A reunião será realizada no plenário 7.
Comissão da PEC do Divórcio pode votar relatório
A Comissão Especial do Divórcio, da Câmara dos Deputados, se reúne às 14h30 e pode votar o substitutivo do deputado Joseph Bandeira (PT-BA) à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 22/99, do deputado Enio Bacci (PDT-RS), que autoriza o divórcio após um ano de separação de fato ou de direito. O substitutivo extingue o instituto da separação judicial e prevê apenas que o casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio. A regulamentação do divórcio, inclusive no que se refere a questões como divórcio consensual e litigioso, deverá ser disciplinada por legislação infraconstitucional.

"A necessidade da separação dos cônjuges como pressuposto para o divórcio apenas protela a solução definitiva de um casamento malsucedido", argumenta Joseph Bandeira. Além disso, continua o relator, o fim da exigência da separação como pré-requisito para o divórcio propiciará economia e celeridade processual. Hoje a Constituição prevê que o casamento civil só pode ser dissolvido se comprovada a separação por mais de dois anos ou após prévia separação judicial por mais de um ano em casos específicos.

A reunião será realizada no plenário 8.
Direitos Humanos debate diversidade religiosa
A Comissão de Direitos Humanos e Minorias, da Câmara dos Deputados, realiza audiência pública hoje sobre "mídia e diversidade religiosa". O presidente da comissão, deputado Luiz Couto (PT-PB), afirma que os diálogos inter-religiosos e ecumênicos são necessários para coibir manifestações de preconceito, principalmente contra as religiões de matrizes africanas. "O comportamento intolerante e etnocêntrico contra as religiões das tradições não-ocidentais é uma grave disfunção social e institucional que pode resultar num retrocesso dos ideais democráticos", declarou o deputado, no requerimento para realização da audiência.

Foram convidados para o evento:
- o subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Perly Cipriano;
- a procuradora federal dos Direitos do Cidadão Ela Wiecko Castilho;
- o presidente do Conselho Nacional da Umbanda do Brasil (Conub), Silvio Luiz Ramos Garcez;
- o bispo emérito da Igreja Metodista do Brasil, Paulo Ayres Mattos;
- Elianildo Nascimento, representante da Iniciativa das Religiões Unidas (URI).

A reunião ocorre às 14 horas, no plenário 13.
Começa debate sobre Plano Amazônia Sustentável
Começou há pouco, na Câmara dos Deputados, o 1º Simpósio da Amazônia, que discute o resgate do Plano Amazônia Sustentável (PAS), lançado pelo governo federal em 2003. A intenção dos parlamentares que organizam o evento é reativar o PAS, com a inclusão de ações concretas em diversas áreas como saúde, educação, infra-estrutura, ordenamento territorial e ciência e tecnologia.

O evento é promovido pela Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, em parceria com o Senado, órgãos do Poder Executivo e entidades não-governamentais e ocorre no auditório Nereu Ramos. Participam da primeira mesa de debates o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima; as deputadas Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), presidente da Comissão da Amazônia; e Marinha Raupp (PMDB-RO), coordenadora da bancada da região Norte; e o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), presidente da Subcomissão Permanente da Amazônia do Senado.
Deputado cobra informações sobre presos no exterior
O deputado Dr. Talmir (PV-SP) defendeu hoje uma atuação mais contundente do governo em busca de informações sobre os brasileiros que cumprem penas no exterior. Segundo o parlamentar, a lacuna de dados dificulta a assistência a essas pessoas e a possibilidade de repatriá-las. "Precisamos conhecer quem são essas pessoas, onde estão e como são as prisões. Algumas podem ainda estar presas mesmo com o fim da pena", disse o deputado, logo após a audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Minorias na qual foi debatida a condição dos brasileiros detidos no exterior.

Participaram da reunião o secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior; e o chefe da Divisão das Comunidades Brasileiras no Exterior, do Mistério das Relações Exteriores, Rubem Amaral. Ele informou que o governo estima que 3 mil brasileiros cumpram pena em outros países atualmente - a maior parte na Espanha (470). Amaral ressaltou, porém, que o número global é só uma previsão.

Mais acordos - Dr. Talmir foi o autor do requerimento para a realização da audiência. Na próxima semana, ele participará, junto com o deputado Geraldo Thadeu (PPS-MG), do 2º Encontro de Brasileiros que Vivem no Exterior, na cidade de Bruxelas (Bélgica). Será a primeira vez que parlamentares irão ao evento debater o tema.

Além da identificação dos brasileiros, ele e os demais deputados que participaram da audiência reivindicaram a assinatura de mais acordos bilaterais que permitam que brasileiros encarcerados em outros países possam cumprir pena no Brasil. No momento, existem tratados com oito nações (Argentina, Chile, Canadá, Espanha, Portugal, Paraguai, Reino Unido e Peru) e mais quatro estão em negociação avançada (Angola, Suriname, Mercosul e Comunidade dos Países de Língua Portuguesa). O governo também negocia com o Japão, onde vivem 310 mil brasileiros.

Os acordos em vigor permitiram que nove brasileiros fossem repatriados este ano, segundo Romeu Tuma Júnior. "É muito pouco", avaliou Dr. Talmir, referindo-se aos acordos firmados pelo Brasil.

Falta de recursos - O representante do Itamaraty reconheceu que o ministério não possui recursos materiais e humanos suficientes para prestar assistência a todos os casos de brasileiros presos fora do País. Segundo Rubem Amaral, a situação é especialmente grave na Guiana Francesa, onde 140 brasileiros estavam detidos no final do ano passado. "A repartição consular em Caiena é muito pequena e é difícil para ela prestar assistência a todos os casos", afirmou.

O ministério estima que 70 mil brasileiros vivam na Guiana. A situação dos brasileiros nesse departamento francês foi destacada pelos deputados Jurandil Juarez (PMDB) e Lucenira Pimentel (PR), ambos do Amapá. Eles pediram mais suporte às pessoas que estão em situação irregular e um acordo bilateral que permita a repatriação dos detidos.

Convenção de Viena - Além da falta de recursos, Rubem Amaral destacou que nem todos os países cumprem a exigência da Convenção de Viena, de 1963, que obriga os Estados a informar ao país de origem do cidadão a sua prisão. Mas ele afirmou que, em algumas situações, o próprio preso evita que a informação chegue ao Brasil, por "vergonha" ou por responder a processo no País.

Essas situações foram confirmadas pelo secretário nacional de Justiça. De acordo com Romeu Tuma Júnior, a repatriação só é possível quando o preso solicita. "Quando ele não quer, não podemos fazer nada", disse. O secretário informou também que a repatriação só ocorre quando a sentença que motivou a pena transitou em julgado.
Cursos dão dicas para investidor saber aproveitar o 13º salário
O pagamento da primeira parcela do 13º, em novembro, traz aos trabalhadores que têm direito a esse benefício oportunidades de negócios e também de riscos. Esses serão alguns dos principais temas abordados por cursos e palestras que aproveitam esse período do ano para tentar aumentar o conhecimento de consumidores e investidores.

É o caso, por exemplo, da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid). No próximo sábado, 24, a instituição realiza a 4ª edição de um curso de extensão, cujos temas são finanças pessoais, orçamento familiar e o uso responsável do crédito. "Organizamos a primeira turma em julho, por perceber a necessidade que um público variado tem de ter informações", explica Walter Franco, coordenador do curso.

O professor diz que o 1º dos três módulos da extensão, que trata do consumo, é o mais importante para que o participante possa entender os porquês do consumo, e aprender a como evitar excessos em seu orçamento em um época em que dispõe de mais dinheiro em caixa. "Entender o funcionamento da cultura de massas e seu papel na vida dos consumidores é a chave para compreender o que se pode reduzir de custos do seu orçamento mensal", acredita Franco.

Outra possibilidade A seqüência do curso da Unicid trata de macroeconomia, com ênfase para questões relacionadas a juros, moeda e inflação. "O último dos módulos é aquele em que, depois de conhecer sua situação financeira, o aluno percebe se deve se preparar para a contenção de gastos ou se terá como reservar uma parte do dinheiro para investir - o curso aborda possibilidades como imóveis, renda fixa ou poupança", enumera Franco.

Para quem pode investir e tem interesse de obter ganhos de médio e longo prazos uma possibilidade são os planos de previdência privada multimercado. Essa categoria permite a aplicação de até 49% do patrimõnio em ativos de renda varíável, como ações. "Há um aumento natural da procura pela diversificação em previdência. É necessário, porém, que o cliente saiba o que está comprando. Quanto maior a parcela destinada à renda variável, maior serão as chances de oscilações", exemplifica Marlene Rainer, superintendente de previdência privada do banco Santander. (Gazeta Mercantil - Luciano Feltrin)
PTC pede a perda de mandato de Clodovil Hernandes
O Partido Trabalhista Cristão (PTC) ajuizou no Tribunal Superior Eleitoral petição para que seja decretada a perda do cargo de deputado federal de Clodovil Hernandes. Ele foi eleito pelo PTC em 2006, mas foi para o Partido da República (PR) depois do dia 27 de março, após o TSE decidir que os mandatos referentes a cargos proporcionais pertencem aos partidos políticos. O pedido tem como base jurídica a Consulta 1398 e a Resolução 22.610, do TSE.

Na consulta, o então PFL, atual DEM, questionou sobre a titularidade do mandato parlamentar obtido pelo sistema eleitoral proporcional, quando houver pedido de cancelamento de filiação ou transferência do candidato eleito por um partido para outro. A Corte definiu que a vaga é do partido e/ou coligação.

Já a Resolução 22.610 disciplinou as condições para a perda do cargo eletivo de parlamentares que trocaram de partido após o dia 27 de março de 2007, data-limite definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento dos mandados de segurança nos quais foi decidido que os chamados "deputados infiéis" estariam sujeitos à perda de seus mandatos em favor do partido pelo qual se elegeram, possibilitando a sua substituição pelo respectivo suplente.

O PTC alega que o deputado federal Clodovil Hernandes não se enquadra em nenhuma das hipóteses de "justa causa" previstas no artigo 1º da Resolução 22.610/TSE: I) incorporação ou fusão do partido; II) criação de novo partido; III) mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; e IV) grave discriminação pessoal. Já que a Câmara dos Deputados, sob o argumento de que seu regimento interno não permite a perda do cargo pelo motivo de mudança de partido sem justa causa, não declarou vaga a cadeira, o PTC pede, então, que o TSE decrete a perda do cargo de deputado federal de Clodovil Hernandes.
PF prende integrantes de milícia armada no Pará
A Polícia Federal desencadeou na segunda-feira a Operação Constelação. A ação verificou a existência de uma milícia armada na Fazenda Estrela de Maceió, localizada no município de Cumaru do Norte, no interior do Pará. Foi cumprido um mandado de busca expedido pela Justiça Federal de Marabá que resultou na apreensão de fuzis, pistolas, escopetas e munição, além de outros materiais usados pelo grupo que atuava na propriedade. Duas pessoas foram presas em flagrante.

Entre as armas apreendidas estavam um fuzil M-16.233, um fuzil Ruger.223, um fuzil Fal 7.62, quatro pistolas nove milímetros, 12 escopetas calibre 12 e munição. Foram recolhidos ainda balaclavas (capuzes), uniformes camuflados, algemas de plástico, silhuetas para tiro alvo, rádios transmissores, um aparelho de comunicação via satélite, uma camionete L-200, uma motocicleta e quatro motosserras.

Os dois detidos atuavam como seguranças na fazenda. Eles foram autuados pelos crimes de posse ilegal de armas e formação de quadrilha. Contra um deles também existia um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal de Maceió por homicídio.
Sessão fofocas
Hebe deixa Mari Alexandre constrangida, no SBT

A modelo, que agora é mulher de Fábio Jr., foi com ele ao programa de Hebe, nesta segunda, no SBT. Hebe passou o tempo todo elogiando Daniella Cicarelli, que também estava no sofá da loira, deixando Mari Alexandre de lado. O momento em que Mari ficou mais sem graça foi quando Hebe perguntou: "O que o Fábio gosta de comer em casa, além de você?". Nos bastidores, Mari estava chateada.

A dois - Ivete Sangalo jantou no Rio com o novo namorado, o modelo sérvio Andrija Bikic. Quem a conhece bem diz que ela está apaixonada.

Bom humor - Durante o jantar, Ivete brincou fazendo careta para o paparazzo que tirou fotos dos dois juntos.

Correção - A coluna publicou nesta terça (20) que a média de "Duas Caras" com o striptease de Alzira, papel de Flávia Alessandra, foi de 45 pontos no Ibope, mas a novela da Globo deu 38. Houve pico de 45.

Cerca - Um apresentador de televisão costuma sair com algumas bailarinas de seu programa. Mas é tudo muito discreto. Pouca gente sabe. Ele é casado...

Barrigão - Danielle Winits gravará nesta quinta (22), na Globo, o especial de fim de ano "Guerra e Paz". A atriz está grávida de oito meses. Ela interpretará uma escritora frustrada. Fará par com Marcos Pasquim.
Saiba o que vai acontecer nas novelas desta quarta
A programação está sujeita a alteração devido à edição dos capítulos e é de responsabilidade das emissoras

Malhação (Globo, 17h)

Pedro desconfia que Débora esteja envolvida com a confusão. Pedro beija Débora. Daisy volta para casa e encontra Joaquim e Ronaldo analisando uma pilha de papéis. Orfeu se diverte na festa com Professora Forte. Joaquim explica para Daisy o problema com Félix na fábrica. Montanhas conta para Isidoro sobre a revelação de Adriano. Angelina pede para dormir no quarto de Conceição apenas por uma noite. Peralta não entende porque Gustavo magoou Angelina. Gustavo desabafa com Joaquim. Montanhas e Conceição escondem de Angelina que irão ao médico. Raiden pede um desenho que Chiara fez emprestado para fazer uma surpresa. Conceição teme que Montanhas esteja se iludindo com Adriano. Adriano e Béatrice falam aos alunos sobre o projeto em que eles terão que substituir os professores por um dia.

Desejo Proibido (Globo, 18h)

Cândida exige que Ana abandone a casa no mesmo dia. Belinda diz a Brasil que desconfia que Galileu possa estar se encontrando com Purezinha. Ana pede que Laura jamais duvide do amor que sente por ela. Purezinha escreve para Madalena pedindo que ela vá morar em Passaperto para cuidar das filhas de Trajano. Belinda manda Brasil vigiar Purezinha, enquanto ela fica de olho em Galileu. Laura diz a Miguel que, se ele declarar que a ama, ela joga a aliança de noivado fora. Decepcionada com a reação dele, ela avisa que só vai participar da pesquisa quando Henrique estiver junto. A população se reúne na praça e Viriato anuncia que vai desviar o curso do Rio para que possam ter a ponte e a gruta. Cândida acha que não é possível, mas Henrique teme pelo seu projeto de pesquisa e pela sua candidatura. Viriato garante à família que mentiu sobre o desvio do rio só para ganhar tempo. Inácio fica revoltado com o anúncio de Viriato. Ana pede que Tonha avise Escobar que ela o está esperando em Desemboque. Ela sai pela mata, cai e fica desacordada dentro de uma canoa. Henrique agradece o apoio de todos que vão trabalhar na pesquisa geológica. Iraci diz a Chico que Ana foi embora. Laura não gosta do comportamento de Henrique na gruta. Laura lê uma carta que Ana deixou. Miguel se joga na água ao ver uma canoa com alguém dentro indo em direção à queda d'água. Miguel salva Ana e a leva para a casa paroquial. Escobar diz que vai cuidar dela e Chico o ameaça.

Sete Pecados (Globo, 19h)

Beatriz coloca muito sal e pimenta nos pratos de Flávio e Clarice, mas os dois não reclamam com Vitor para ela não perder o emprego. Adriano convida Custódia para dançar tango e cumprir a terceira tarefa. Custódia se prepara para ver a tatuagem, mas a luz acaba na hora. Um sapo cai na cabeça de Carla. Adriano pergunta a Carla se alguém pode estar tentando se vingar dela. Dante conta a Beatriz que Romeu comprou a boate para presentear Adriano e que Custódia está no comando apenas para ajudá-lo. Dante pede a Beatriz que não revele nada a Adriano. Beatriz quer que Rebeca converse com Corina, pois desconfia que seu avô tenha sido um milionário. Gina diz a Miriam que não pode namorar Sandro porque tem um segredo. Régis está confiante de que irá vencer a luta e diz para Elvira encomendar o vestido de noiva. A assistente social aconselha Vicente a reconsiderar a partida de Simone para não perder a guarda de Benta. Eudóxia observa de longe Marcelo entregando dinheiro para Azucrim. Beatriz diz a Custódia que já tem um plano para enriquecer. Teobaldo convence Joílson, Carlão e Peninha a seqüestrar Romeu. Os três acham melhor levar Juju, mas decidem não avisar Teobaldo da mudança de planos. Beatriz gasta todo seu salário para prepara um jantar sofisticado para Dante. Ela revela ao taxista que pretende descobrir o paradeiro de seu avô para voltar a ser rica.

Duas Caras (Globo, 21h)

Maria Paula sugere que eles conversem fora de casa. Claudius diz que sempre a amou. Silvia marca encontro com Ferraço. Branca resmunga que Ferraço é muito insistente. Silvia pede que ela pare de implicar com ele. Claudius insiste em saber o que Maria Paula faria se encontrasse Adalberto. Jojô oferece emprego para Débora como dançarina e atendente na uisqueria. Ela diz que é moça de família, mas ele sugere que ela pelo menos fique uma noite lá para conhecer. Solange se oferece para tirar as botas de Juvenal e diz que chegou à conclusão que é melhor se entender com ele. Juvenal a abraça emocionado. Maria Paula diz a Claudius que se vingaria da humilhação que sofreu, se encontrasse Adalberto. Claudius promete ajudá-la a encontrar o ex-marido, mas diz que será apenas amigo de Maria Paula até ter certeza de que a jovem só quer mesmo se vingar de Adalberto. Maria Paula avisa Renato que eles se mudarão para o Rio em uma semana. Silvia avisa Ferraço que vai jantar na casa de Barreto. Ferraço diz que também irá e força Barreto a convidá-lo. Juvenal recoloca a porta do quarto de Solange e suspende a vigilância. Gioconda surpreende Sabrina e Barretinho. Júlia apresenta Evilásio para Sílvia e Branca. Eva promete ajudar Duda na decoração do seu escritório na Portelinha. Barreto observa, pela janela, Júlia e Evilásio se beijando e decide sair.

Amor e Intrigas (Record, 20h30)

Alice levanta da mesa e vai atrás de Valquíria. Felipe não entende nada. Valquíria sai correndo do restaurante dizendo que está passando mal. Rafaela vai atrás dela.Alice não consegue alcançá-la e diz que tem que voltar para o hotel em frente do local onde foi atropelada. Rafaela leva Valquíria para seu apartamento e lhe dá um remédio. Alice conta sobre o golpe de Valquíria para Felipe. Alice chega ao hotel e descobre que sua irmã não está mais hospedada lá. Felipe tenta consolá-la. Os dois conversam e acabam se beijando. Jacira chega ao prédio de Valquíria e o porteiro confirma o número do apartamento. Marcos pede desculpas a Christina por não ter pagado o jantar e diz que quer sair com ela novamente. Eles combinam de ir à praia. Anselmo se despede de Celeste. Petrônio bebe em um bar enquanto Celeste fica preocupada com seu paradeiro. Alexandra desconta em Gustavo sua frustração com Felipe. Adelaide intervém e chama a atenção de Alexandra por ter dirigido com tanta velocidade. Gustavo e Alexandra discutem por causa do acidente que matou seus pais. Marcos chega e a discussão acaba. Valquíria esbarra em Petrônio e inicia uma discussão. Petrônio se insinua para Valquíria. Felipe leva Alice para casa e diz que ela pode sempre contar com ele. Valquíria e Petrônio continuam conversando, até que ele a puxa pelos cabelos e lhe dá um beijo. Jacira vê Valquíria chegar em casa abraçada com Petrônio. Janaína diz para Alice que é estilista. Celeste continua preocupada com 'Kiko'. Alice vai à gráfica para uma entrevista de emprego com Luciano. Os dois conversam e ela é contratada. Mário e Bruno conversam com Antonio sobre projeto da agência. Alexandra vai à casa de Dorotéia pedir desculpas. Felipe chega e aceita o pedido de desculpas de Alexandra. Ela se irrita novamente quando fica sabendo que Felipe achou um emprego para Alice. Mario pergunta se Silvia quer jantar com ele, Daniel e Débora. Ela diz que prefere ficar em casa. Dortéia e Alexandra conversam. Marcos vai à praia com Gustavo e encontra Chris. Fabíola puxa papo com Bruno. Marcos apresenta Chris para Gustavo. Fabíola ouve Bruno combinando por telefone de jantar com Silvia em um restaurante tailandês. Ela pergunta para Mario se ele vai jantar com Bruno e conta o que ouviu. Mario fica cismado. Mario combina de ir com Debora e Daniel para o restaurante tailandês. Pedro e Antonio conversam sobre o layout de um projeto. Mario insiste para Silvia sair com ele e ela nega. Felipe vai à gráfica, encontra Alice e a convida para ir a um restaurante tailandês. Celeste pensa em chamar a polícia porque Francisco sumiu e ele chega nesse momento. Mário, Débora e Daniel chegam ao restaurante. Bruno e Silvia saem juntos para jantar. Hugo ouve um homem chamar Francisco de Petrônio e fica apavorado. Petrônio aproxima-se dele e o ameaça. Mário vê Silvia e Bruno entrarem no restaurante e fica perplexo. Petrônio faz algumas perguntas para Celeste a respeito de Hugo. Alexandra olha para uma foto de Felipe e diz que eles irão ficar juntos de novo. Silvia e Bruno se beijam e Mário caminha revoltado até a mesa dos dois. Mário acerta um soco no queixo de Bruno e uma grande confusão começa no restaurante. Silvia sai correndo e Bruno vai atrás dela, enquanto Mário fica na porta do restaurante, transtornado. Valquíria está em seu apartamento, quando de repente a campainha toca e ao abrir ela se depara com Jacira. Alexandra entra na gráfica de Luciano e invade o computador de Alice. Jacira ameaça Valquíria e diz que ficará morando com ela. Alexandra abre o layout do pedido da Junqueira Albuquerque no computador de Alice e quando vai modificá-lo, escuta passos se aproximando. Ela fica apavorada e se esconde atrás da mesa.

Caminhos do Coração (Record, 22h)

Marcelo retira o grampo colocado por Taveira, fala sobre o lugar aonde Maria irá se esconder e pede para Beto procurá-la. Taveira fica irritado e faz ameaças contra Marcelo. Grazi e Gúdi conversam sobre Noé. Esmeralda e Ernesto namoram dentro do carro. Eric e Juanita se encontram e ela pede para ficar alguns dias na casa dele. Marcelo e Taveira discutem e o policial federal confessa estar apaixonado por Maria. Eric diz para Juanita que ela não poderá ir para sua casa. Ela pede para Eric largar Helga e ficar com ela. Ramon e Helga se agarram e ele fica com medo de Eric flagrá-los juntos. Aristóteles tenta acalmar Irma, que está muito nervosa com o sumiço de Cléo. Ele diz que precisa ter uma conversa muito séria com ela. Batista chora e se declara para Célia, que fica surpresa ao perceber que ele gosta dela de verdade. Rodrigo tenta seduzir Célia e ela avisa que está namorando Lucas. Danilo pede para Lúcia se casar com ele, só para agradar Aristóteles e ela fica muito surpresa. Rodrigo sente ciúmes de Célia e ela o ignora. Júlia diz para Amália que está muito preocupada com um possível surto de lobisomens e fala sobre Vlado, o mutante vampiro. César fala para Pachola sobre os mutantes do mal que estão isolados na ilha e os dois ficam com medo de serem mandados para lá. Eles ficam nervosos e transformam-se em lobisomem, no momento em que Beatriz entra. Ela consegue jogar um spray em César, que fica desacordado, mas fica apavorada ao ver que Pachola fugiu. Júlia e Amália conversam, quando de repente a médica se vira e dá de cara com Pachola-lobisomem. Maria liga para casa de Marcelo e Tati atende ao telefone. Ela avisa que Marcelo foi preso e pede para Maria ficar longe dele. Aristóteles avisa para Irma tomar cuidado ao falar dos mutantes e diz que não pode viver sem ela. Os dois quase se beijam, mas se afastam ao ouvir Regina chegar. Taveira pressiona Marcelo a dizer onde Maria está escondida. Helga diz para Ramon que precisa se livrar de Eric. Janete tem uma visão de Eric preparando-se para atirar em Tati na saída do colégio.

Amigas e Rivais (SBT, 20h45)

Beto se surpreende ao chegar em casa e ver um altar cheio de velas macabras em volta do porta retrato de sua mãe. Rosana mente que se trata de uma homenagem à falecida. Em casa, Ulisses desabafa com a mãe sobre o desentendimento entre ele e Olívia. Susana Villar pensa numa maneira de interditar a herança de Olívia na justiça. Carlota faz com que Olívia vá procurar Ulisses e peça desculpas pela humilhação. Rosana confessa a Helena que prefere ver Beto morto do que perde-lo para outra mulher. Dr. Roberto chega em sua mansão e surpreendendo a todos. Beto obriga Rosana desmanchar o altar e apagar as velas.

Dance Dance Dance (Band, 20h15)

Lúcio parece surpreso em saber que doações estão sendo feitas com atraso para a fundação. Leonor pede sugestão de advogados para Lígia, que aproveita o encontro e convida todos para jantarem na casa de Lúcio. Alunos ficam preocupados com aula surpresa. Alandelon diz que já houve uma aula com bailarino russo, mas eles acabam descobrindo que quem dará aula é a própria Leonor e que ela é muito exigente. Lúcio trata Lígia com indiferença, ela fica arrasada. Emerson e Sidney recebem visita da cantora de rap Tieli. Leonor elogia a turma e diz que foram os melhores para quem ela já deu aula. Marta e Bernstein ficam com inveja. Tomás acha que Christian está apaixonado por Sofia. Funny Lu percebe interesse de Paulo por Sofia. Dirce pede ajuda do Dr. Wagner para entender por que seu marido não sai da cadeia aos fins de semana. Celeste vai atrás de Rafael na Ecotel. Suzy encontra a foto que Rafael tinha escondido embaixo da almofada. Estéfano vai atrás de Maria e a convida para jantar, ela diz que não pode. Christian oferece jantar de despedida a seus pais, que voltam para a fazenda. Otávio diz que tem muito orgulho de seu filho. Estéfano e Vilma vão ao Glam. Ela mostra Tomás a ele e diz que ele é obcecado por Rafael. Estéfano se interessa. Ele se aproxima de Rebeca, e pede para ela servir champanhe a todas as mulheres presentes no bar. Leonor pergunta para Rafael se seu casamento anda bem. Lúcio propõe a Lígia que eles vendam a Ecotelecom. Paulo vai ao Glam e paquera Sofia. Rafael também vai ao bar e é surpreendido por Nadira.
Aumento nas tarifas do Cristo Redentor opõe Igreja e Ibama
da Folha de S.Paulo, no Rio

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) vai alterar o sistema de cobrança para a visitação do Cristo Redentor. O ingresso ficará mais caro para quem for de carro, e a gratuidade aos visitantes que chegam a pé ao local vai acabar.

A cobrança causou uma crise entre o Ibama e a Arquidiocese do Rio de Janeiro, que é contrária ao aumento e à cobrança aos pedestres que chegam ao local.

O superintendente regional do Ibama, Rogério Rocco, diz que a cobrança será feita para a entrada no Parque Nacional da Tijuca, mas as cinco catracas eletrônicas ficarão abaixo do monumento.

As tarifas devem vigorar a partir dezembro. No novo sistema, o visitante pagará R$ 13. Quem subir a pé terá de pagar uma "tarifa especial". O preço do trem do Corcovado (R$ 36) não será alterado.
Crise da BRA põe em suspenso vôo naturista para o Nordeste
da BBC Brasil

A suspensão das atividades da linha aérea BRA criou uma dor de cabeça para centenas de naturistas que haviam negociado com a empresa o fretamento de um avião para transportá-los ao 53º Congresso Mundial de Naturismo, na praia de Tambaba (PB).

A Federação Internacional de Naturismo (INF, sigla em inglês) afirmou que a BRA havia concordado em levar cerca de 280 pessoas em um Boeing-767 marcado para partir do aeroporto de Barajas, em Madri, em setembro de 2008.

"Precisamos organizar as coisas com antecedência para garantir um bom preço, não podemos deixar para as últimas semanas. Para nós, faz muita diferença", disse uma porta-voz da organização, sediada em Antuérpia, na Bélgica.

"Precisamos ter segurança de que vamos poder transportar os participantes do congresso."

A associação diz que está procurando uma "solução" para o problema, que poderia incluir a contratação de outra empresa para realizar o transporte.

Alegando condições financeiras, a BRA interrompeu todos os seus vôos e anunciou 1.100 demissões no início deste mês.

Desde então, a companhia vem sendo pressionada para ressarcir ou recolocar passageiros que não podem utilizar suas passagens. Alguns avisos prévios foram cancelados, e a empresa tem buscado retomar as operações.
Polígamo cúmplice de estupro é condenado a 10 anos nos EUA
da Efe, em Washington

O polígamo Warren Jeffs, autoproclamado profeta de uma seita mórmon do sudoeste dos Estados Unidos e declarado cúmplice no estupro de uma adolescente em 2001, foi condenado nesta terça-feira (20) a 10 anos de prisão, anunciou a rede de televisão americana "CNN".

Inicialmente a "CNN" informou que Jeffs passaria cinco anos na prisão. Depois, explicou que, por ter sido condenado por duas acusações de cumplicidade, deveria cumprir cinco anos de pena por cada um, de maneira consecutiva.

Além da condenação a 10 anos de prisão, Jeffs deverá pagar uma multa de US$ 38 mil, segundo o veredicto do juiz James Shumate.

Wally Bugden, advogado de Jeffs, disse que vai apelar da sentença.

Casamento forçado - Jeffs, de 51 anos, líder da IFSUD (Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias), foi acusado de usar sua influência religiosa para promover um casamento entre uma adolescente de 14 anos e seu primo de 19.

A jovem, Elissa Wall, testemunhou que tinha dito a Jeffs repetidamente que não queria se casar e que se incomodava em ter de manter relações sexuais com seu marido, Allen Steed.

Jeffs casou Wall e Steed em 2001, num motel próximo a Las Vegas (Nevada), um lugar onde se realizaram vários casamentos de fiéis da IFSUD.

"Warren Jeffs disse que se multiplicassem e voltassem a encher o planeta, e por isso é cúmplice de estupro", disse durante o julgamento o promotor Brock Belnap.

Julgamento - Há duas semanas, o juiz divulgou documentos judiciais nos quais Jeffs admitia a seus mais fiéis seguidores que Deus o considerava "mau", pelos atos "imorais" que tinha cometido.

Em conversas telefônicas, Jeffs admitiu que, desde os 20 anos, não voltou a exercer o sacerdócio dentro de sua igreja. Ele confessou que manteve atitudes imorais com uma de suas irmãs e uma de suas filhas, décadas atrás.

A IFSUD, principal grupo religioso polígamo do país, é uma dissidência da Igreja dos Santos dos Últimos Dias (mórmons tradicionais), concentrada num enclave entre Utah e Arizona.
Estudo mostra visão estereotipada dos brasileiros entre portugueses
da BBC Brasil

Uma pesquisa realizada na Universidade de Coimbra sobre a imigração brasileira em Portugal revela que, para os portugueses, a imagem das mulheres brasileiras está relacionada ao sexo e a dos homens à falta de compromisso e à malandragem.

Para Benalva da Silva Vitório, autora da pesquisa, "a brasileira é vista como menina de programa". Segundo ela, essa imagem está relacionada às campanhas de turismo promovidas fora do Brasil. "Acredito que isso tenha começado por causa da Embratur, que vendia o Brasil como um lugar de praias bonitas e mulheres sensuais", disse à BBC Brasil.

De acordo com a pesquisa, a imagem dos homens brasileiros também segue estereótipos e revela uma visão negativa. "Os homens são vistos como malandros, que fazem muito barulho e não cumprem compromissos", disse a autora.

O estudo é resultado da tese de pós-doutorado da brasileira Benalva Vitório. O estudo foi publicado no livro "Imigração Brasileira em Portugal - Identidade e Perspectivas" lançado em Lisboa em novembro.

A pesquisa ouviu 50 brasileiros em cinco regiões de Portugal - Lisboa, Porto, Coimbra, Braga e Algarve. Além das entrevistas, a autora pesquisou artigos veiculados na imprensa portuguesa sobre os imigrantes brasileiros e outras formas de representação de brasileiros no país.

A pesquisa aponta ainda uma mudança no perfil dos imigrantes brasileiros em Portugal a partir da década de 90, quando, segundo a autora, a instabilidade econômica gerada pelo Plano Collor provocou a ida de muitos brasileiros de classe média e alta para Portugal. "Foi a época dos dentistas, publicitários e informáticos", exemplificou.

Segundo ela, atualmente o perfil é diferente. A maioria dos imigrantes brasileiros trabalha na construção civil, no comércio, em restaurantes e no serviço doméstico e em atividades que não exigem qualificação.

A maioria dos brasileiros ouvidos na pesquisa afirmou que estaria morando em Portugal por pouco tempo. "Eles vêm fazer um pé-de-meia e vivem com a idéia de voltar. Todos se dizem passageiros da chuva", diz a autora.

De acordo com o estudo, os brasileiros que emigram para o país não conhecem a cultura portuguesa e pensam que, devido à língua, Portugal é como o Brasil.

Para Benalva, a falta de conhecimento dos brasileiros sobre Portugal se deve, em parte, ao ensino das escolas brasileiras. "Na escola, estuda-se até a independência. Passou de 7 de setembro de 1822, acabou. Não ensinam a geografia ou a história dos dois países", afirmou a autora.

Ela conta que o primeiro choque cultural acontece ao chegar a Portugal, quando os imigrantes enfrentam as primeiras diferenças. Segundo a autora, muitos chegam sem noções básicas sobre a economia do país e sobre a tramitação necessária para se obter documentos.

"É muito difícil admitir que a idéia foi um erro, que não está dando certo. Por isso, os imigrantes se submetem a qualquer situação. Muitos vivem em condições mínimas de sobrevivência", relatou Benalva.

Numa das entrevistas publicada no livro, um dos brasileiros, identificado pelas iniciais J.C., conta que passa a maior parte do tempo trabalhando. "Aqui a gente trabalha até 19 horas por dia".

A pesquisa revela também que há diferenças no tratamento recebido pelos brasileiros e por imigrantes de outras nacionalidades de língua portuguesa, principalmente os de origem africana.

"No princípio, sinto-me rejeitado porque sou negro", conta o brasileiro identificado como W.B. "Depois que eu falo e os portugueses percebem que sou brasileiro, isso muda. No trabalho, ao lado de angolanos, cabo-verdianos e moçambicanos, eu sou mais bem tratado do que eles, pelo fato de ser brasileiro", admitiu.
EUA mantêm presos garotos acusados de abusar de menina de 11 anos
da Efe, em Washington

Autoridades americanas mantêm em detenção, à espera de audiência judicial, três meninos de 8 e 9 anos que supostamente violentaram uma menina de 11, em Acworth (Atlanta).

Segundo informa o jornal "The Atlanta Journal Constitution", os suspeitos foram levados na tarde de segunda-feira a uma corte judicial do condado de Cobb, no norte de Atlanta.

O tribunal ordenou que eles permanecessem sob custódia. Os meninos, detidos no centro de detenção de menores Marietta Regional, não podem ser acusados de rapto, seqüestro e violação por causa da sua idade. Assim, as acusações serão de delinqüência juvenil.

Os jovens podem receber uma pena de cinco anos, sob liberdade condicional, em um reformatório. O sistema judiciário americano só permite processar jovens a partir de 13 anos.

A imprensa não teve acesso à audiência. Os parentes saíram do tribunal sem prestar declarações.

"Quero que a comunidade entenda que este é um caso isolado. Não é algo que necessariamente deva aumentar a preocupação com a segurança", explicou o procurador-geral de Cobb, Pat Head.

Violência - As autoridades de Acworth disseram que a menina foi supostamente violentada na quinta-feira (15) à tarde. Mas ela só foi examinada pelos médicos na noite de sábado (17), quando a família informou o caso à polícia.

"Nunca, em mais de 20 anos de profissão, tinha visto algo assim", disse o chefe de polícia de Acworth, Michael Wilkie, à rede de televisão americana "CNN".

A menina disse aos investigadores que tinha brincado com os supostos agressores. Depois, eles a levaram a uma área de floresta, onde "um dos meninos a violou", segundo o capitão de polícia Wayne Dennard.

"Acreditamos na história da menina neste ponto e cumprimos a ordem de detenção. Continuaremos nosso trabalho até chegarmos à melhor solução possível", acrescentou Wilkie.

A mãe da menina, em declarações à televisão WGCL, de Atlanta, disse que os supostos culpados "precisam aprender uma dura lição, porque ninguém sabe o que poderiam fazer a outras meninas quando ficarem adolescentes".
Elas não gostaram: para as teles, rede pública de banda larga é retrocesso
ELVIRA LOBATO
da Folha de S.Paulo, no Rio

A proposta do governo Lula de criar uma rede de acesso à internet em banda larga, para uso do setor público, aproveitando a ociosidade de fibras óticas da Petrobras e de outras estatais, enfrenta forte reação das companhias telefônicas. Elas consideram que a iniciativa fere a Lei Geral de Telecomunicações e desestimulará os investimentos privados no setor.

Os estudos para criação da rede pública começaram no início do ano, no NAE (Núcleo de Assuntos Estratégicos). O projeto visa a ligação de todas as escolas públicas à internet, em alta velocidade, em cinco anos. Com a substituição do coronel Oswaldo Oliva Neto por Mangabeira Unger, em junho último, no comando do núcleo, o assunto passou a ser comandado pelo presidente Lula.

Na semana passada, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que Lula anunciará um grande projeto nessa área nas próximas semanas. Costa defende que a Telebrás seja a operadora da rede pública, mas ela está em processo de liquidação e tem grande passivo trabalhista.

As teles se manifestaram sobre a criação da banda larga estatal por meio da Telebrasil --Associação Brasileira de Telecomunicações--, que reúne as concessionárias de telefonia fixa e de celulares, as operadoras de TVs a cabo e indústrias de telecomunicações.

A entidade enviou um relatório de 60 páginas ao governo, contestando a idéia. O estudo, ao qual a Folha teve acesso, diz que o governo gastaria R$ 9,3 bilhões para conectar pela rede pública todas as escolas em banda larga, no prazo de cinco anos, enquanto elas gastariam R$ 6,35 bilhões para chegar ao mesmo objetivo, partindo da atual infra-estrutura privada.

As cifras não incluem os gastos com compra e manutenção de computadores, software e instalações elétricas, estimados em R$ 4,51 bilhões em ambas as propostas. O maior custo, segundo a Telebrasil, será a construção da chamada ''última milha" para conexão dos usuários (as escolas) com a rede nacional (backbone) de acesso à web das operadoras.

Para a Telebrasil, a construção da última milha custará R$ 4,05 bilhões na rede privada e R$ 5,3 bilhões se for criada a rede pública. A diferença estaria na baixa capilaridade da rede estatal da Eletronet. Os investimentos no backbone seriam, respectivamente, de R$ 1,45 bilhões e de R$ 2,96 bilhões.

As teles defendem que a cobertura nacional por banda larga seja feita com investimentos privados, com subsídio do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) nas áreas rurais de acesso remoto.

Embora o governo diga que não vai competir com as teles, elas entendem o contrário. "A percepção é de que o Estado tenderá a favorecer a empresa na qual ele possua participação acionária, ocasionando perda de equilíbrio e de isonomia de tratamento", diz o documento.

O texto deixa claro que as operadoras privadas vêem a criação da rede pública de banda larga como um retrocesso no modelo de privatização do setor e uma ameaça a seus mercados: ''O primeiro problema da formação da empresa pública é a quebra dos princípios de regulação das telecomunicações, o que pode gerar desconfiança dos investidores diante de um cenário de ameaça da segurança jurídica".

Um outro trecho diz que a operadora estatal deverá se sujeitar às mesmas regras e princípios, de não discriminação das condições de acesso à sua infra-estrutura. Ou seja, se o Estado subsidiar o acesso à internet pelos órgãos públicos, as teles ameaçam exigir igual benefício: ''Mesmo que seja com um fim de interesse público [inclusão digital], uma empresa pública não pode cobrar preço abaixo do custo para atendimento a entes governamentais, sob risco de causar distorções na concorrência no mercado privado", declara o relatório.

No entendimento das teles, o governo terá dificuldades legais para implantar a rede pública de banda larga a partir de 2008, como pretende. Para utilizar a Eletronet como operadora, dependerá de decisão judicial, uma vez que a empresa está em situação falimentar e acumula dívidas de R$ 600 milhões.

A criação de uma nova empresa de capital misto, que seria uma outra alternativa, depende de aprovação de lei específica pelo Congresso Nacional.
Por protesto: blogueiros fazem festival de filmes de tortura no Egito
da France Presse, no Cairo

Os blogueiros egípcios, muito ativos no combate às violações dos direitos humanos em seu país, querem realizar na internet um festival de vídeo de torturas. O concurso seria realizado em paralelo ao 31º Festival de cinema do Cairo, informou a imprensa da capital egípcia nesta terça-feira.

Entre os prêmios da competição está o Chicote de Ouro. Idealizado por um blogueiro chamado Walid, este projeto de festival paralelo exibirá "imagens polêmicas de tortura que teriam sido cometidas pelos serviços de segurança", explicou o jornal egípcio de língua inglesa "The Egyptian Mail".

Os blogueiros egípcios revelaram muitos casos de supostas torturas cometidas por policiais, entre os quais atos de sodomia praticados contra um prisioneiro com um bastão.

A cena, filmada com um telefone celular, foi amplamente divulgada na internet, gerando críticas entre os defensores dos direitos humanos e levando à prisão dois policiais.

Em 5 de novembro, os dois policiais foram condenados a três anos de prisão. É muito raro no Egito que membros das forças da ordem sejam condenados por abusos cometidos contra detentos.

O Festival de Cinema do Cairo acontecerá entre os dias 27 de novembro e 7 de dezembro.
Crime: Estudantes da Federal do RS denunciam ato de racismo
da Folha Online

Estudantes da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre, denunciaram ato de racismo contra alunos de origem judaica.

O ato teria sido praticado contra alunos integrantes de uma das quatro chapas que concorrem a eleição do DCE (Diretório Central dos Estudantes) da universidade. Um cartaz com propaganda eleitoral de uma das chapas foi pichado com uma suástica e com a frase "fora judeus".

Segundo o delegado Gerson Mello, do 10º DP de Porto Alegre, o ato de racismo ocorreu neste final de semana e alunos de chapas concorrentes serão chamados para depor.

A eleição para o DCE acontecem entre terça-feira (20) e quinta-feira (22) e deve reunir 7.000 estudantes, segundo a comissão eleitoral.

A presidente da comissão eleitoral, Gabrielle Tototti, disse não acreditar em racismo praticado pelos próprios concorrentes. Apesar da denúncia, a eleição está mantida, segundo ela.
Câmara aprova comércio aos domingos
MARIA LUIZA RABELLO
da Folha de S.Paulo, em Brasília

Após quatro horas de discussão, a Câmara dos Deputados aprovou ontem medida provisória que autoriza atividades comerciais aos domingos, derrubando texto do Senado que condicionava a abertura do comércio nesses dias a convenções coletivas de trabalho.

Atualmente, estabelecimentos comerciais funcionam aos domingos e feriados graças a acordos com sindicatos, leis municipais ou determinação judicial. Em vigor desde setembro, o texto aprovado pelo Congresso, que é exatamente igual ao enviado pelo Executivo, será promulgado pelo presidente do Senado, Tião Viana (PT-AC).

A MP 388 também aumenta a freqüência obrigatória de repouso aos domingos. Como regra geral, hoje, a cada três domingos de trabalho --com folga compensatória durante a semana--, é obrigatório que o quarto domingo seja de repouso. Pela proposta, o repouso semanal será obrigatório a cada dois domingos trabalhados.

De autoria do Poder Executivo, a medida foi aprovada na Câmara em outubro, mas sofreu modificações no Senado e, por isso, retornou para nova votação dos deputados.

A mudança mais polêmica rejeitada foi proposta pelo senador Paulo Paim (PT-RS), relator da MP naquela Casa. O texto original, aprovado ontem, prevê o funcionamento do comércio mediante convenção coletiva de trabalho apenas para os casos de feriados.

O senador havia estendido a condição da convenção coletiva também para os domingos. Ou seja, para que o comércio funcionasse aos domingos, seria necessário um acordo entre o sindicato da categoria empregada e o dos empregadores.

Ao voltar para a Câmara, a MP 388 recebeu parecer contrário às mudanças no Senado. "A espera da negociação reduziria a possibilidade de abertura do comércio em geral, contrariando o desejo da sociedade", escreveu o relator Sandro Mabel (PR-GO), que é dono de fábrica de biscoitos e fornecedor de supermercados.

Acordo - Também contrário à alteração do Senado, o líder da bancada do DEM, deputado Onyx Lorenzoni (RS), disse que o texto original, enviado pelo governo, foi fruto de um acordo firmado em maio com o apoio das centrais sindicais.

"[A emenda] foi uma esperteza pilotada pelo [Paulo] Paim para agradar aos sindicatos. E houve um cochilo dos senadores, principalmente da oposição", afirmou o líder.

"Fizeram uma batalha à toa. O grande debate vai ser na Câmara de Vereadores", disse o senador Paim, ao afirmar que medida provisória não anula a legislação dos municípios.

A discussão da matéria rachou partidos da base e da própria oposição. Foram 234 votos a favor e 197 contra, em votação seguida de vaias de manifestantes que assistiam da tribuna de honra. "Disputa não é política, é ideológica", disse Lorenzoni.
Cientistas usam pele para fabricar células-tronco
da France Presse, em Chicago

Dois grupos de cientistas conseguiram transformar células da pele humana em células-tronco, abrindo um caminho potencialmente ilimitado para a substituição de tecidos ou órgãos defeituosos, segundo dois estudos divulgados nesta terça-feira.

Esta descoberta, feita por uma equipe japonesa e uma americana, "vai mudar completamente o campo" das pesquisas, considerou James Thomson, autor do estudo americano publicado pela edição on-line da revista "Science".

As células-tronco são consideradas esperança de cura para algumas das doenças mais mortais, porque podem evoluir para células de 220 tipos diferentes no corpo humano.

Mas o acesso às células-tronco embrionárias, mesmo para fins de pesquisa, é limitado em razão de considerações éticas sobre a utilização e a clonagem de embriões humanos.

Além disso, os órgãos transplantados obtidos a partir de células-tronco embrionárias podem ser rejeitados pelo paciente.

Auto-cópia - Esta nova técnica, uma vez aperfeiçoada, poderá permitir a criação de células-tronco com o código genético do paciente, eliminando assim os riscos de rejeição.

Se os cientistas tiveram acesso mais fácil às células-tronco, poderão avançar mais rapidamente nas pesquisas para o tratamento de câncer, do mal de Alzheimer, da doença de Parkinson, do diabetes, da artrite, de lesões na coluna, de queimaduras e de doenças cardíacas.

Este trabalho "é monumental por sua importância no campo da pesquisa com as células-tronco embrionárias e por seu impacto potencial sobre nossa capacidade de acelerar as aplicações desta tecnologia", comentou Deepak Srivastava, diretor do Instituto Gladstone para doenças cardiovasculares.

O processo - As duas equipes conseguiram transformar as células da pele em células-tronco inserindo quatro genes diferentes nas células por meio de um retrovírus.

A equipe japonesa, conduzida por Shinya Yamanaka, da Universidade de Kyoto, conseguiu criar uma linhagem de células-tronco a partir de 5.000 células. Seu estudo será apresentado no dia 30 de novembro na revista "Cell".

"Esta eficácia pode parecer muito pequena, mas significa que a partir de apenas uma única amostra de 10 centímetros podemos obter múltiplas linhagens de células-tronco pluripotentes (induced pluripotent stem cells, iPS)", explicou.

A equipe americana de James Thomson, da Universidade do Wisconsin, pioneira na obtenção de células-tronco embrionárias em 1998, conseguiu reprogramar uma célula em 10.000, mas sem recorrer a um gene conhecido por ser cancerígeno.

Próximo passo - As duas técnicas apresentam riscos de mutação, pois as células conservam uma cópia do vírus utilizado para inserir os genes nelas.

A próxima etapa-chave, segundo o artigo da "Science", será encontrar um meio de ativar os genes que permitem às células da pele se tornarem células-tronco sem a utilização de retrovírus.

"É quase inconcebível, da forma como a ciência evolui, que não consigamos chegar a um meio de obter isso", declarou Douglas Melton, especialista na pesquisa com células-tronco da Universidade Harvard.

"Se nós conseguirmos superar os problemas de inocuidade, poderemos utilizar as células iPS humanas nas terapias de transplante celular", disse Yamanaka, que considera entretanto "prematuro concluir que as células iPS possam substituir as células-tronco embrionárias".

"Ainda estamos distantes da descoberta de tratamentos ou de terapias a partir de células-tronco", lembrou.
Baleia que encalhou em rio da Amazônia morre no Pará
KÁTIA BRASIL
da Agência Folha, em Manaus

A baleia minke que encalhou em um rio da Amazônia, no Pará, apareceu morta nesta terça-feira, antes do início da operação de resgate para salvá-la. O animal marinho, de cinco metros de comprimentos e cerca de sete toneladas, estava a cerca de mil quilômetros do oceano Atlântico.

A suspeita é que tenha se desviado de sua rota e entrado no rio Amazonas pela ilha de Marajó. No rio Tapajós, afluente do Amazonas, foi atração turística e alvo de agressão.
Uma necropsia irá identificar a causa da morte da baleia e o motivo que a fez entrar em águas doces.

O veterinário Milton Marcondes, do IBJ (Instituto Baleia Jubarte), que está na região a pedido do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), afirmou que a baleia estava estressada e ferida.

"Se ela fosse ficar aqui no rio ia acabar morrendo. O animal estava sob estresse o tempo todo, gente subindo em cima, barcos próximos, tudo isso pode ter comprometido o quadro dela", disse.

O animal foi encontrado morto às 7h, por ribeirinhos da comunidade de São José, no rio Arapiuns, afluente do Tapajós. O local fica a uma hora e meia de barco de Santarém (730 km de Belém).

Ferimento - Foi nessa comunidade que a baleia foi encontrada encalhada pela terceira vez, no domingo. Estava machucada e apresentava ferida superficial perto do abdome. Veterinários aplicaram antibióticos e fizeram as primeiras análises, mas o mamífero fugiu.

O ferimento no abdome foi provocado por um ribeirinho, no sábado, na comunidade de Jaguarituba, em Belterra (150 km de Santarém). O ponto fica a cem quilômetros da comunidade do Piquiatuba, onde a baleia foi vista pela primeira vez, no último dia 13.

Quando o animal apareceu, moradores pensaram que se tratasse de um peixe-boi gigante ou uma cobra grande. Quem identificou o animal como baleia foi o professor Jonathás Xavier dos Santos, da escola municipal Santa Terezinha.

Hoje, em Piquiatuba, que fica dentro da Floresta Nacional do Tapajós, moradores demonstraram revolta pela morte da baleia minke. "O Ibama demorou muito no resgate", disse Santos.

A equipe que monitora o animal tentou conseguir, com a ajuda da Petrobras, uma embarcação para transportá-lo de volta ao oceano, mas a operação ainda estava em fase de planejamento quando a baleia morreu.
Blog do Josias: PMDB ameaça criar novas dificuldades para Lula
da Folha Online

Em reunião para organizar as eleições municipais de 2008, o PMDB pretende discutir uma manobra de distanciamento do Palácio do Planalto e da votação da CPMF, informa o Blog do Josias.

O encontro, que será realizado nesta sexta (23), em Curitiba (PR), foi articulado por Orestes Quércia, presidente do diretório do PMDB de São Paulo.

A tese de Quércia é a de que, em troca de "uns carguinhos", o PMDB vem enfrentando um "enorme desgaste" por apoiar o governo. É hora, segundo diz, de o partido desatrelar-se do Planalto e distanciar-se do PT.

Para o governo, a articulação não poderia chegar em hora mais imprópria: Lula tenta, com muito esforço, conseguir votos suficientes a favor da emenda da CPMF no Senado.

Presidente nacional do PMDB e fiador do acordo que levou a legenda ao consórcio governista, Michel Temer rechaçou a idéia de Quércia, justificando que o momento era inadequado.

No Planalto, suspeita-se que Quércia esteja pleiteando um cargo. O PMDB paulista reivindica o comando da Ceagesp (companhia de entrepostos e armazéns gerais de São Paulo), subordinada ao Ministério da Agricultura. Hoje, a empresa é comandada pelo PT.
Mega-Sena sorteia R$ 16 milhões hoje
O sorteio da Mega-Sena desta quarta-feira deve pagar R$ 16 milhões para o bilhete que acertar as seis dezenas do concurso 921, de acordo com estimativas da Caixa Econômica Federal.

Ninguém acertou os números do sorteio anterior, no sábado (17), e o prêmio ficou acumulado em R$ 14.235.226,59. Na ocasião, os números sorteados foram 05 - 17 - 24 - 52 - 55 - 57.

As apostas para concorrer ao prêmio acumulado podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília).
Caixa transfere sorteio da Dupla Sena para hoje
O sorteio do concurso 610 da Dupla Sena, que deveria ter ocorrido ontem, foi transferido para esta quarta-feira.

A Caixa Econômica Federal atribuiu o adiamento a "problemas operacionais".

A estimativa é de que o concurso pague R$ 3,3 milhões para o bilhete que acertar os números do primeiro sorteio.
MEC irá apurar denúncia de fraude na compra de didáticos
da Folha de S.Paulo, em Brasília

O MEC (Ministério da Educação) vai investigar denúncia de 190 casos de possíveis irregularidades na compra de livros didáticos pelo governo para o ano que vem. Em todos os casos, a editora Moderna teria sido beneficiada com a troca dos livros pedidos pelas escolas por livros da editora apontada.

A suspeita foi apontada pela Abrelivros (associação das editoras) e encaminhada ontem ao ministro da Educação, Fernando Haddad, que prometeu apresentar as primeiras conclusões do caso em 15 dias. Os incidentes teriam ocorrido em diversos Estados, entre eles São Paulo, Bahia e Paraná.

A investigação será feita pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), responsável pelo sistema de escolha dos livros, e pela CGU (Controladoria Geral da União), a pedido de Haddad.

O ministro, no entanto, adiantou que o sistema de compra dos livros é "robusto e não dá brechas para fraudes". Disse ainda que, das 71 mil escolas atendidas este ano, recebeu reclamações de apenas 21.

Durante a reunião, Haddad e o presidente do FNDE, Daniel Balaban, escolheram aleatoriamente dois casos dos apontados e descobriram que o erro teria sido das próprias escolas, que, ao escolherem os livros pela internet, não teriam concluído todas as etapas do procedimento. Nesses casos, o MEC encaminha os livros mais solicitados pelas escolas do município.

A Moderna é a editora que mais vendeu livros para o governo federal neste ano, representando 32,75% dos pedidos. Em 2002, a editora tinha 6,63% desse mercado, que movimentou R$ 840 milhões em 2007.

O crescimento da editora foi o motivo que levou outras editoras a investigar a possível fraude na venda dos livros, segundo o presidente da Abrelivros e diretor-geral das editoras Ática e Scipione, João Arinos dos Santos.

As duas editoras atendiam em 2002, 38,6% dos pedidos. Para 2008, atenderão a cerca de 21%.

Por meio de nota, a Moderna afirmou que o levantamento da Abrelivros foi feito por "encomenda expressa de editoras concorrentes". Disse também que a empresa cresceu após ter sido adquirida por um grupo estrangeiro e recebido investimento de R$ 60 milhões.
Britânico quebra perna de namorada para receber indenização
da BBC Brasil

Um britânico quebrou intencionalmente a perna da namorada numa tentativa de fraude contra o governo local para receber uma compensação de 100 mil libras [cerca de R$ 480 mil].

O homem, que gravou a fraude pelo celular, enfrenta processo judicial em Plymouth, sul da Inglaterra.

No incidente, ocorrido em outubro de 2006, Thomson colocou um tijolo embaixo do joelho da namorada Elizabeth Hingston e pulou com os dois pés em cima da perna com intenção de quebrá-la. Na gravação do telefone celular de Thomson é possível ouvir o barulho do osso se quebrando.

Thomson entrou então com um pedido de compensação no governo local de Plymouth, alegando que um muro havia caído em cima da perna na namorada.

A fraude foi descoberta quando a polícia fez uma busca não relacionada ao incidente na casa de Thomson e encontrou o telefone celular com a gravação.

Segundo o advogado de defesa Robert Linford, Thomson sofre de problemas de saúde mental. Hingston, que não é mais namorada do acusado, mas concordou com a fraude, não sofre processo judicial.

Gordon Thomson, 32, se declarou culpado por intencionalmente causar danos corporais graves. "O réu reconhece que há necessidade de cumprir pena imediatamente", afirma o advogado de defesa.

Linford afirma que o acusado sofre de paranóia e esquizofrenia paranóica em potencial.

A sentença foi adiada para o dia 21 de dezembro, quando ficarão prontos os resultados dos relatórios psquiátricos que devem confirmar o estado de saúde mental do acusado.
Farra suspensa: CNJ recua e suspende todos os pagamentos extras a juízes
da Folha de S.Paulo, em Brasília

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) determinou ontem a suspensão de "todo e qualquer pagamento" de verba extra a juízes federais, trabalhistas e militares até que o Supremo Tribunal Federal julgue ação popular que contesta a legalidade.

A decisão é um recuo em relação a uma deliberação do próprio CNJ, de setembro, que reconheceu o direito dos cerca de 6.000 juízes da União a receber verba acima do teto salarial do funcionalismo, de R$ 24.500, para compensar diferença relativa ao período entre janeiro de 2005 e maio de 2006.

A suspensão de ontem foi unânime. O conselho também decidiu examinar aumentos salariais autorizados por tribunais, por decisões administrativas e sinalizou a possibilidade de suspensão nesses casos.
Proposta amplia internação de menor para até 8 anos
RANIER BRAGON
da Folha de S.Paulo, em Brasília

Nove meses depois da morte do garoto João Hélio, 6, que foi arrastado por assaltantes preso ao cinto de segurança, toma corpo na Câmara dos Deputados o projeto de endurecimento das regras do Estatuto da Criança e do Adolescente, lei promulgada em 1990.

A Comissão de Segurança Pública começa a analisar hoje o relatório que, entre outras mudanças, aumenta de três para oito anos o período máximo de internação de jovens que cometeram crimes graves, com possibilidade de recolhimento indefinido em clínicas psiquiátricas, além de fixar o recolhimento obrigatório a casas de abrigo de menores em situação de mendicância, prostituição, escravidão ou vício.

Responsável por relatar os 31 projetos de mudança do estatuto --grande parte deles surgido por meio da comoção pela morte de João Hélio--, o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) apresentou ontem um texto único para análise da comissão.

Mas a votação só deve ocorrer na semana que vem. Após isso, o projeto tem que passar ainda pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), pelo plenário e, depois, pelo Senado.

"Buscamos o equilíbrio entre a justa indignação da sociedade e a proposta do estatuto de não tratar o menor como marginal, mas como pessoa ainda em formação. O projeto endurece regras, mas nenhuma delas deixa de ir ao encontro do interesse do menor", afirmou Sampaio.

Internação maior - Uma das principais alterações propostas está na ampliação do tempo máximo da chamada "internação socioeducativa" --hoje limitada a três anos pelo estatuto-- nos casos de crime hediondo, cometido em quadrilha ou bando, ou com "grave ameaça ou violência".

Além de ampliar o prazo máximo para oito anos, o projeto prevê que adolescentes "com grave doença mental" detectada por pelo menos dois peritos podem ficar internados por mais de oito anos, sem limite de tempo, desde que em clínica psiquiátrica.

A modificação que permite o recolhimento compulsório de crianças e adolescentes "em situação de abandono" que se enquadrem nas situações ou de mendicância, ou de prostituição, ou de uso de drogas, ou de escravidão, encontra resistência nos conselhos tutelares.

Uma vez recolhida, a criança ou o adolescente só sairia, de acordo com o projeto, por meio de solicitação dos pais ou parentes --mediante compromisso escrito de zelar pelo fim da situação a que a criança ou adolescente era submetido--, por meio de adoção ou quando atingisse 18 anos de idade.

O projeto também estabelece a internação para adolescentes envolvidos com o tráfico de drogas --hoje não há essa previsão--, além de permitir que crimes cometidos entre os 16 e os 18 anos sejam considerados para efeitos de "antecedentes criminais".
Metade da bancada do PT afirma que votará pela cassação de Renan
da Folha de S.Paulo
da Folha Online

Dos 12 senadores do PT, seis dizem votar pela perda do mandato de Renan Calheiros (PMDB-AL): Augusto Botelho (RR), Eduardo Suplicy (SP), Flávio Arns (PR), João Pedro (AM), Paulo Paim (RS) e Serys Slhessarenko (MT).

Aloizio Mercadante (SP) e Delcídio Amaral (MS) não revelaram, mas indicam que votarão pela cassação. Fátima Cleide (RO), Ideli Salvatti (SC), Tião Viana (AC) e Sibá Machado (AC) não falaram os votos.

Ontem, Renan disse que só vai definir sobre a prorrogação de sua licença ou a renúncia definitiva do cargo de presidente do Senado depois que a data da votação do seu processo de cassação em plenário for marcada pelo presidente interino da Casa, Tião Viana (PT-AC).

O peemedebista evitou adiantar sua decisão, apesar de o prazo de 45 dias de licença terminar na próxima segunda-feira. "Eu não quero nada que me ajude, quero provar minha inocência. Quero um encaminhamento justo, humano. Eu vou aguardar que digam o calendário porque, só depois disso, vou dizer o que vou fazer."

O senador disse não compreender a postura da oposição em adiar a votação do seu processo de cassação no plenário da Casa. Segundo Renan, o DEM e o PSDB foram os primeiros a defender que o processo entrasse na pauta do Senado no início de novembro --motivo que o levou a se afastar por somente 45 dias do comando da Casa.

"Esse processo de marcar data e desmarcar é sobretudo desumano. Tentar compreender esse processo é uma coisa meio louca. Tirei licença com pelo menos 20 dias de folga para retornar à presidência [depois da votação do processo em plenário]", afirmou.

Renan nega a existência de um suposto "acordão" entre PT e PMDB para absolvê-lo no plenário ao afirmar que deseja somente provar sua inocência --sem manobras em seu favor. "Não tem absolutamente nada a ver. Eu quero provar a minha inocência, as minhas forças são todas direcionadas neste sentido."

Nesse processo, o peemedebista é acusado de usar "laranjas" para comprar um grupo de comunicação em Alagoas.

Adiamento - O adiamento da votação do processo contra Renan foi provocado pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), que vai relatar o caso na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). O tucano vai encaminhar seu relator à comissão na próxima quarta-feira, o que permite que o processo chegue ao plenário do Senado somente no início de dezembro.

Inicialmente, a apresentação do parecer de Virgílio à CCJ estava prevista para esta quinta-feira. A oposição se articula para pedir vista ao texto do relator, o que poderá adiar ainda mais a votação do parecer na comissão.

O presidente da CCJ, Marco Maciel (DEM-PE), afirmou que pretende conceder apenas um dia de vista para que o processo possa entrar na pauta do plenário no início de dezembro.
Macapá sedia conferência sobre meio ambiente
Começa às 19h, no Teatro das Bacabeiras, em Macapá (AP), a III Conferência Estadual do Meio Ambiente.

O evento é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA), através da Superintendência do Ibama no Amapá, do Governo do Estado do Amapá, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) e de instituições e organizações da sociedade civil que integram a Comissão

Organizadora Estadual - O credenciamento inicia às 17 horas, e o evento é aberto à participação de todos os segmentos sociais - comunidade científica, indígenas, quilombolas, organizações ambientalistas e sindicais, movimentos sociais e comunidades tradicionais, setor empresarial e poder público - e ao público em geral.

Até a sexta-feira, 23, os participantes debaterão propostas para mitigar e deter os efeitos decorrentes das Mudanças Climáticas, entre os quais o aquecimento global. As deliberações serão apresentadas na terceira edição da Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA), prevista para maio de 2008, e contribuirão na elaboração do Plano Nacional de Enfrentamento das Mudanças do Clima.
SANTANA REALIZA MARCHA CONTRA A DISCRIMINAÇÃO ÉTNICA RACIAL
A Prefeitura de Santana realizou nesta terça (20/11) a I Marcha Contra da Discriminação Étnica Racial. O evento envolveu mais de 3.500 participantes das escolas municipais, estaduais, de instituições privadas de ensino, de organizações não governamentais e das secretarias municipais.

O objetivo da I Marcha Contra a Discriminação Étnica Racial foi sensibilizar a população santanense para a importância da valorização da diversidade étnica cultural presentes na formação do povo brasileiro

A cidade foi dividida em quatro pólos de onde sairam os grupos apresentando os temas propostos: Pólo I – Discriminação Social (saída da Escola Municipal Padre Ângelo Biraghi – Bairro Paraíso); Pólo II – Discriminação Racial (saída de frente da Igreja Nossa Senhora da Conceição – Bairro Comercial); Pólo III – Discriminação Cultural (saída da Casa Brasil – Bairro Nova Brasília) ; e Pólo IV – Discriminação de Gênero (saída de frente do ex-supermercado Estrela de Davi – Bairro Hospitalidade).

Os grupos deixaram os pólos a partir das 16h, e seguiram para a Praça Cívica. Às 18h iniciou um Grande Show Cultural, com apresentações musicais, de teatro, dança e de vídeo.

Programação cultural: Luíza Tecladista, Marabaixo do Maruanum, Marabaixo do Igarapé do Lago, Batuque e Marabaixo do Mazagão Novo, Marabaixo do Grupo da Terceira Idade, Batuque do Pirativa, Movimento Hip Hop, Capoeira, apresentação Teatral Navio Negreiro, Grupo Saburá, Associações Cultural Estrela Santanense e apresentações de filmes sobre o tema.
Cantores da UFPa se apresentam em Macapá
O espetáculo SHOW DE COR, pelo grupo Cantores Contemporâneos, da Escola de Música da UFPA, será apresentado no dia 22/11, no auditório da Escola de Música Walquíria Lima, às 20h.

Trata-se de uma montagem que mescla números de canto, dança e poesia, que enfocam a figura do negro. Algumas músicas apresentadas são de autoria, dentre outros, de compositores como Edu Lobo, Dorival Caymmi, Waldemar Henrique, Renato Gusmão e Bruno de Menezes. Poesias de Jorge Amado, Bruno de Menezes, Paulo Colina e Oliveira Silveira. A direção e regência é de Ana Maria Souza.
Sai abono salarial do PIS para nascidos em junho
Os trabalhadores nascidos no mês de junho já podem sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) a partir desta quarta-feira (21). O benefício referente ao ano de 2006 tem o valor de um salário-mínimo (R$ 380) e deve ser retirado nas agências da Caixa Econômica Federal até junho de 2008. Ao todo, 13,9 milhões de brasileiros deverão receber os abonos do PIS e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor (Pasep) referentes ao ano passado.

Têm direito ao abono os trabalhadores que receberam, em média, até dois salários-mínimos durante o ano de 2006, e que também estejam cadastrados no PIS há pelo menos cinco anos (desde 2002); para receber o benefício, o empregado precisa comprovar ainda que trabalhou pelo menos 30 dias no ano-base, com carteira assinada por empregadores filiados ao Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

Para o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, o abono representa um 14º salário para os trabalhadores de baixa renda. "O número de beneficiados nunca foi tão grande e estamos nos esforçando para alertar a população sobre esse direito, já que muitos trabalhadores simplesmente não recolhem o benefício por falta de informação", destacou.

Desde o mês de julho, início do calendário ano-base 2006, até o final de outubro, o benefício já foi pago a 10,4 milhões de trabalhadores, atingindo um montante de R$ 3,8 bilhões. O calendário anterior, referente ao ano-base 2005, atingiu 11,1 milhões de brasileiros - 9,4 milhões de celetistas e 1,7 milhão de servidores, alcançando a cobertura recorde de 94,86% dos beneficiados. O abono salarial é pago com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).
Comissão vota alterações para ingresso em universidades públicas
A Comissão de Educação (CE), do Senado federal, reune-se ontem (20)para votar relatório do senador Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC) a dois projetos que alteram a Lei de Diretrizes e Bases da Educação com a finalidade de mudar a forma de ingresso em cursos de graduação.

O relator é favorável à proposta do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), pela qual metade dos alunos selecionados para ingresso nas universidades federais será escolhida por meio de programas de avaliação seriada, com base na média de provas aplicadas no final de cada um dos três anos do ensino médio (PLS 116/06). De acordo com o projeto de Cristovam Buarque, as universidades terão o prazo de dois anos, a partir da publicação da lei, para implantação da nova sistemática de seleção dos estudantes.

O projeto do senador Sibá Machado (PT-AC), que recebeu voto do relator pela rejeição, estabelece que o ingresso nos cursos de graduação de instituições públicas acontecerá por meio de sorteio (PLS 65/05).

Antes, os alunos deverão ser aprovados em um exame a ser elaborado pelo Conselho Nacional de Educação e aplicado anualmente pelo órgão executivo da União responsável pela área. Para as instituiçõesparticulares, ficariam mantidas as duas opções: sorteio ou processo seletivo.

Também estava na pauta da CE projeto do senador Expedito Júnior (PR-RO) destinado a alterar a lei que institui o Programa Universidade para Todos (Prouni) para permitir a distribuição de vagas remanescentes do processo seletivo desse programa a estudantes que tenham cursado parcialmente o ensino médio em escolas privadas, mantendo-se as demais exigências da lei, inclusive os critérios de renda familiar (PLS 106/07).
Ministério desenvolve estratégia para cadastramento de quilombolas no programa Bolsa Família
O Bolsa Família é um dos programas de apoio e manutenção à permanência das comunidades quilombolas no campo, além de buscar a melhoria das condições de vida dessa população. A importância do programa de transferência de renda para esta população foi um dos temas da Agenda Social Quilombola, lançada nesta terça-feira (20/11), em Brasília, durante as comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra. A abertura do encontro contou com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da ministra da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, Matilde Ribeiro, e da secretária executiva do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Márcia Lopes.

O MDS fez um mapeamento sobre localização de comunidades quilombolas no Brasil e chegou a estimativa de 3.952 comunidades em 1.196 municípios brasileiros. Desde 2006, o Ministério tem uma estratégia específica de cadastramento de famílias que vivem nessas comunidades, com a participação dos Estados e de instituições que atuam na área. A estratégia diferenciada foi necessária porque as comunidades são isoladas e os seus moradores sequer têm acessos aos serviços sociais prestados pelos municípios.

Atualmente estão inscritas no Cadastro Único 13.533 famílias, das quais 9.851 recebem o benefício do Bolsa Família, que corresponde a uma transferência mensal de R$ 804,2 mil. O MDS também repassa recursos para os Estados por meio do Fundo de Assistência Social e, para os municípios, por meio do Índice de Gestão Descentralizada (IGD), para cadastramento e emissão de documentos de identificação civil dessas famílias.

O MDS repassou cerca de R$ 16 milhões para 26 Estados, com exceção do Distrito Federal, para ações de capacitação, apoio técnico aos municípios, infra-estrutura, acesso a documento civil e cadastramento de populações indígenas e quilombolas. Os Estados têm prazo até o final de 2007 para aplicar os recursos repassados.

Agenda Social – A Agenda Social Quilombola prevê uma série de ações, em vários Ministérios, com o objetivo de fazer o pagamento de uma dívida histórica com as comunidades Quilombolas e, assim, garantir acesso à terra, bens, educação, trabalho e outras ações com o objetivo de ajudar essas comunidades a saírem da situação de exclusão social.

A Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial será realizada de 29 a 31 de maio do próximo ano, em Brasília. O encontro terá como metas a análise e a repactuação de diretrizes e princípios aprovados no 1o. encontro, em 2005. Além disso, também será avaliado o Plano Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Planapir).

Quilombolas – Os quilombolas são descendentes dos escravos africanos trazidos para o País por colonizadores europeus. Os primeiros quilombos reuniam escravos fugidos das grandes fazendas, que se organizavam em comunidades para a subsistência. A Constituição de 1988 prevê no Artigo 68 o reconhecimento, a delimitação e a titulação das terras dos quilombolas.
Governo inaugura escola no município de Amapá
O município de Amapá, distante cerca 288 quilômetros da capital ganhou nova escola. A Escola Estadual Veiga Cabral foi totalmente reformada, o prédio – que é um dos mais antigos da cidade – passou por reformas e adaptações ganhando nove salas de aula, banheiros, área muiti-uso, cozinha, sala de ensino especial e laboratório de Informática mantendo a arquitetura original.

O governador Waldez Góes participou da inauguração. “Estamos num processo de estruturação do Estado e a educação é prioridade”, afirmou.

Durante a solenidade, a diretora Sandra Maria Silva agradeceu ao governo pela reforma. “Hoje estamos em festa porque o governador Waldez Góes mostra compromisso com o povo de Amapá”, disse.

A escola fica localizada na praça central da cidade, vai beneficiar 230 alunos com ensino fundamental e educação de jovens e adultos (EJA), vai funcionará nos três turnos; conta com 23 professores e no total tem 46 funcionários.

“As obras inauguradas pelo governador Waldez em nosso município são fruto da parceria sólida que temos com esse governo que tem dado sinais de compromisso com o povo de Amapá”, afirmou o prefeito Rildo Alaor.

Além da inauguração da Escola Veiga Cabral o governador Waldez Góes entregou cinco quilômetros de asfalto à comunidade do Bairro Nova Esperança, para inaugurar a obra o Governador e o Prefeito caminharam com a População.
Porto Grande ganha fábrica de mel
O governador Waldez Góes acompanhado de comitiva visitou na sexta-feira, 16, o município de Porto Grande, distante cerca de 110 quilômetros de Macapá. Durante a visita o governador inaugurou a Fábrica de produção de mel, reivindicação da Associação dos Apicultores do município (APIN).

A Fábrica de Beneficiamento de Mel de Abelha foi construída com recursos do Governo do Amapá em parceria com a Prefeitura de Porto Grande. A fábrica está equipada com: mesa especial, quatro baldes inox, cristalizador, homogeneizador e decantador que serão utilizados no processamento do produto. A fábrica tem capacidade de produção de três mil quilos de mel por mês e será administrada pela Cooperativa de Apicultores de Porto Grande (APIN).

“Hoje é um dia importante para a economia de Porto Grande, a Associação de Apicultores está de parabéns pela conquista, a fábrica é um grande incentivo na produção de mel da região”, disse o governador Waldez.

Durante a solenidade, os Apicultores entregaram uma carta ao Governador Waldez Góes solicitando a compra de uma Máquina de Sachê para embalar a produção.

“Vamos produzir mel de qualidade e a máquina de Sache será importante para coloca-lo no mercado”, disse Adiemenson Lopes da APIN.
Waldez Inaugura matadouro municipal em Amapá
O governador Waldez Góes visitou nesta sexta-feira, 16, o município de Amapá. Na solenidade estiveram presentes os deputados Manoel Brasil e Manoel Mandi, além do prefeito do município Rildo Alaor. O encontro marcou a inauguração do Matadouro Municipal um pedido feito pelos pecuaristas de Amapá.

O matadouro está equipado com moderna câmara frigorífica, salas de pré-abatedouro, cavaletes para higienização e expositor de carne. O ramal de acesso, a instalação de rede de energia elétrica e o poço artesiano também foram executados.

“O Abatedouro Municipal era um anseio antigo dos pecuaristas de Amapá que agora vão poder oferecer carne com qualidade a população”, comentou o vereador Adanilson Vaz.

O governador Waldez Góes recomendou boa utilização para a nova estrutura. “Façam bom uso dessa obra, com uma melhor qualidade da carne poderão obter mais lucros”, salientou.
DEFESA SOCIAL GARANTE SEGURANÇA NA EXPOFEIRA
O setor de Defesa Social já preparou o esquema de segurança para a 44ª Expofeira do Amapá, que acontecerá no período de 24 de novembro a 2 de dezembro, no Parque de Exposições de Fazendinha. Este ano uma das principais mudanças está no trânsito.

Nos dias de maior fluxo de visitantes o trânsito sofrerá mudanças significativas na única via de acesso ao parque, a Rodovia JK. Nos dias 24 e 25 de novembro (sábado e domingo), de 19h às 23h, os motoristas de coletivos devem ficar atentos.

Na pista no sentido Macapá-Fazendinha, a partir do Conjunto da Embrapa, não será permitido o tráfego de ônibus. A pista no sentido Fazendinha-Macapá será dividida em duas faixas. Na faixa da direita o fluxo será no sentido Macapá-Fazendinha, somente para os coletivos. Na faixa da esquerda o sentido será de Fazendinha-Macapá.

“Esta mudança decorre do grande engarrafamento que todos os anos é detectado, principalmente nos finais de semana da Expofeira. Estima-se que em dias de shows o fluxo de veículos oscile entre quatro e cinco mil veículos”, diz o coronel Pedro Paulo da Silva Rezende.

Este mesmo esquema de tráfego será repetido nos dias 30 de novembro (sexta-feira), 1º e 2 de dezembro, sábado e domingo, respectivamente. O fluxo de veículos volta ao normal de segunda a quinta-feira.

POLICIAMENTO - O maior policiamento a pé será concentrado dentro do Parque de Exposições. Principalmente nos pontos mapeados como críticos pela Polícia Militar, como a boate, arena de shows, malocão e palco alternativo. Diariamente cerca de 300 homens farão a segurança dentro e fora do parque. Três viaturas vão entrar no esquema de segurança.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) vai realizar o check-point dentro dos coletivos para evitar que pessoas armadas possam entrar na feira. A Polícia Militar tem uma base dentro da Expofeira, mas em caso de prisão o detido será encaminhado a uma delegacia que vai funcionar no local.

Para evitar transtornos, o coronel Rezende alerta os moradores de Santana para não trafegarem pela JK nestes dias. Não será permitido que crianças desacompanhadas permaneçam no parque. Adolescentes após as 22 horas também deverão estar acompanhados.
Marcha das Marias acontece nesta sexta-feira em Macapá
Manifestação contará com a presença de Maria da Penha, mulher símbolo do movimento feminista no Brasil

O Governo do Amapá vai realizar, na próxima sexta-feira, 23, a “Marcha das Marias”. O evento é um alerta contra a violência doméstica no Amapá. A programação começará às 15 horas, com saída da Praça Barão do Rio Branco, em Macapá. Este ano, a Marcha das Marias contará com a presença de Maria da Penha, mulher que virou símbolo de luta no Brasil contra a violência masculina, depois de ter ficado paraplégica após receber um tiro de revólver do ex-marido. A expectativa é que aproximadamente dez mil mulheres de vários segmentos sociais participem da manifestação.

Ester de Paula de Araújo, Secretária Extraordinária de Política para as Mulheres, anunciou que na sexta-feira pela manhã, Maria da Penha, vai conceder uma coletiva a imprensa. O local será o Salão Nobre do Palácio do Setentrião, a partir das 9 horas. A secretária explicou que a iniciativa faz parte das ações voltadas para o mês de Enfrentamento a Violência Doméstica.

LEI- A Lei 11340/06, denominada Maria da Penha, foi instituída em 7 de agosto de 2006, e estar em vigor desde setembro do mesmo ano. A lei foi batizada de Maria da Penha em reconhecimento a luta da biofarmacêutica Maria da Penha Maia Fernandes. Maria da Penha sofreu duas tentativas de homicídio de seu companheiro e resistiu, porém as sequelas foram irreversíveis.

Indignada com a falta de punição no país, Maria da Penha, se juntou a movimentos sociais e decidiu compartilhar sua experiência. Ela escreveu o livro ‘‘Sobrevivi...posso contar’’, e conseguiu a intervenção da Comissão Internamericana de Direitos Humanos.
Quase duas décadas após a violência sofrida por Maria da Penha, o seu agressor Marco Antônio Herredia foi preso, mas ficou apenas dois anos na cadeia.

MARCHA - A Marcha das Marias foi instituída em Macapá, dia 25 de novembro de 2003, por intermédio do Projeto Lei 121/03, de autoria da ex-vereadora Marivalda Silva. A marcha faz referência a Maria Zelinda dos Santos Mira, assassinada aos 15 anos de idade e grávida de seis meses. O assassino foi o próprio marido Valdir Mira, que aplicou 16 facadas na vítima, durante um encontro do casal na Praça Nossa Senhora da Conceição. O assassinato aconteceu dia 27 de outubro de 1958.

ESCALPELAMENTO - Ester de Paula aproveitou para anunciar que na quinta-feira, 22, acontecerá uma Audiência Pública das Vítimas de Escalpelamento. A audiência ocorrerá às 9 horas, no prédio da Assembléia Legislativa do Amapá.
Waldez Visita obras da BR 156
O governador Waldez Góes visitou, nesta sexta-feira, 16 as obras de asfaltamento da BR 156 no trecho entre os municípios de Tartarugalzinho e Amapá. As obras que estão sendo executadas com recursos do Governo Federal e contra partida do Governo do Amapá já têm orçado para o ano de 2008 mais R$ 120 milhões e foi incluída no Plano Nacional de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Conseguimos incluir no orçamento do ano que vem mais R$ 120 milhões para as obras da BR 156 o que vai proporcionar um tempo maior de trabalho”, disse o governador Waldez Góes

No trecho entre os municípios de Amapá e Oiapoque a pavimentação vai ganhar um novo componente, além da massa asfaltica a “brita” será incluída na composição da camada de 05 centímetros de asfalto que está sendo executado na BR 156.
UEAP realiza debate na Semana da Consciência Negra
A Universidade do Estado do Amapá (UEAP) realizou, nesta segunda-feira, 19, às 19 horas, no auditório da instituição, a abertura da Semana da Consciência Negra, como parte das homenagens ao Dia da Consciência Negra., que é comemorado todo dia 20 de novembro, para homenagear Zumbi dos Palmares, chefe das forças armadas de Palmares, cuja capacidade de organização e comando, tornou-se um mito entre os negros no Brasil.

A abertura do evento será feita pelo reitor da instituição, Prof. Dr. José Maria da Silva. Em seguida, às 19:30 horas, haverá a apresentação dos grupos Hip-hop no Meio do Mundo e Faces da Vida.

No dia 20/11 (Terça-feira), às 16 horas será exibido no Mini-auditório 02 o filme de Renato Barbieri O Atlântico Negro na Rota dos Orixás.

No dia 21/11 (Quarta-feira) teremos a conferência realizada pelo Prof. Dr. Lívio Sansone (UFBA) no Auditório Multi-mídia às 16 horas, logo após será realizado lançamento de seu livro Negritude sem Etnicidade.

No dia 22/11 (Quinta-feira) será realizada a mesa-redonda Situação das Populações Negras no Amapá, que terá como participantes a Profª. Ms. Alexsara Maciel (Unifap), Representante do Incra/AP, José Araujo da Paixão (Conselho das Comunidades Afrodescendentes do Amapá) e Paulo Pedro da Cunha Carvalho (Paulo Axé) (Mocambo).
Amapá vai receber R$ 7, 4 milhões para investir na Penitenciaria
O Amapá deverá receber até o final deste ano cerca de R$ 7, 4 milhões para investimento no Sistema Penitenciário Estadual. O recurso será liberado pelo Ministério da Justiça, por intermédio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A informação é do coronel da PM, Walcyr Alberto Costa Santos, diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). O diretor assegurou que nos próximos dias será assinado um convênio entre o Ministério da Justiça e a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), no Amapá para garantir a liberação dos recursos.
Segundo o diretor, os recursos são referentes ao orçamento de 2007. Segundo ele, contemplam projetos propostos pela direção do Iapen ainda este ano.

OBRAS - O diretor do Iapen ressaltou que conforme os recursos sejam liberados, o Governo do Amapá, via Sejusp vai poder abrir licitação para as obras de construção de um Presídio de Segurança Máxima, com capacidade para 200 detentos, reforma do prédio do Iapen, compra de um micro ônibus e de material para o Centro de Excelência (Escola do Servidor Penitenciário), instituída recentemente.

As obras deverão iniciar em 2008, e segundo o diretor do Iapen, vão permitir maior infra-estrutura e comodidade aos presos. O novo Presídio de Segurança Máxima, que será construído em uma área anexa ao Iapen, vai garantir melhor distribuição dos presos, principalmente os detentos do pavilhão de segurança máxima que posteriormente serão transferidos para o novo Presídio. “A aprovação dos nossos projetos no Ministério da Justiça foi fundamental para assegurar a vinda dos recursos”. Em 2006, o Amapá perdeu recursos para investir no Iapen por falta de projetos e de iniciativas de parlamentares amapaenses em Brasília, completou o diretor.

ESTATÍSTICA - Walcyr Santos disse que atualmente o Iapen dispõe de aproximadamente 1, 8 mil detentos. Desse total apenas 4% são mulheres. A estatística penitenciária mostra ainda que 68% dos presos tem idade entre 18 e 29 anos e 84% tem escolaridade máxima até o ensino fundamental completo. Walcyr também adiantou que 60% dos presos são amapaenses, 30% paraenses e 6,3% procedentes do Estado do Maranhão. Segundo ele, 74% dos crimes foram cometidos em Macapá, 13% em Santana, 4% em Laranjal de Jari e 3,5% em Oiapoque. A pesquisa mostra que 39% dos presos são evangélicos e 44% católicos. Além disso, 34% do total de detentos estão presos por crimes de homicídio, 23% por furto e roubo e 16% por tráfico de drogas.
Sebrae prepara lançamento de livro na Feira do Empreendedor
Acontece no dia 28 de novembro, às 19 horas, no Bairro do Conhecimento da 2ª Feira do Empreendedor, o lançamento da 2ª edição do livro Casos de Sucesso ‘Mulheres Empreendedoras do Amapá’, que conta a história de 12 mulheres que participaram da final, da etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, em 2006.

Segundo a técnica do Sebrae e interlocutora do Prêmio no Amapá, Wânia Zahlouth, nesta 2ª edição as histórias relatam a experiência de vida empresarial de cada uma das 12 mulheres que chegaram a final da etapa estadual, o motivo que as levou a montar um negócio, as dificuldades encontradas, a demonstração de força de vontade, determinação nos desafios enfrentados e as conquistas colecionadas na concretização de seus objetivos. “O livro visa divulgar e incentivar mulheres que queiram montar um negócio e não sabem por onde começar, neste livro se tem a oportunidade de conhecer novas histórias de sucesso de mulheres que sempre lutaram em busca da realização de um sonho: o empreendimento próprio”, explica.

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, tem como finalidade estimular o empreendedorismo feminino. A iniciativa é resultado da parceria entre o Sebrae, a Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW), Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), do Governo Federal e da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

No ano de 2006, foram vencedoras na etapa estadual, duas empresárias das categorias proprietária de Micro e Pequena Empresa, Doriana Tolosa, empresária de Salão de Beleza e categoria Membro de Grupo de Produtores Formais (Cooperativas e Associações), Maria Raquel Melo, da Associação de Ervas Medicinal (ADV), que também tem sua história contada no livro.

Para esta nova premiação cerca de 150 inscrições foram realizadas, deixando o Amapá, como o Estado da Região Norte que alcançou maior número de inscrições. O resultado da premiação deste ano para a etapa estadual está previsto para acontecer em dezembro, e a final em fevereiro, do ano de 2008, onde será definida a vencedora de 2007.
Mulher obriga família a jejuar e morre
"Elas pareciam pele e osso. Era só aquelas crianças da Etiópia. " A avó e os pais das meninas podem responder por crime de abandono de incapaz. A avó, a comida,a irmã e a sogra acompanharam o retiro. A luz foi cortada pela missionária Cláudia Simião da Silva, 35, afirmou José Carlos Lima, 36, vizinho da família.

Afirmou também que Grazielle lhe contou além dos portões trancados e da ausência total de eletricidade, apontando a causa da morte de Cláudia apresentando quadro de desnutrição e de confusão mental ainda não concluído. As cinco pessoas ficaram confinadas por quase dois meses em casa.

As crianças tiveram "cursos bíblicos", as duas crianças conseguiram sair de casa. As duas procuraram ajuda no bar de Milton André, 64. As irmãs Adrielle, 9, Cátia e Lúcia desmaiavam e vomitavam sobre os próprios corpos regularmente até que recebessem uma resposta de Deus: bala e refrigerante.

Cristã fervorosa, Cláudia já estava morta há cerca de cinco dias, Cláudia tampou as janelas com cortinas pretas. Cláudia teria obrigado a família a permanecer dentro de casa, para confinados, fazer cursos bíblicos. Depois disso, viajou para Argentina.

Durante todo o tempo, Grazielle Souza Santos Simião, 11, teve de ficar hospitalizada por quase um mês. Ela era formada em teologia e cursava direito. Ela foi encontrada morta, Ela freqüentava a Igreja Batista de um bairro próximo.

Em depoimento à polícia, então, esperando um "enviado divino"- a obrigar duas sobrinhas, estragadas, Ele lhes ofereceu macarrão, em Belford Roxo. Foi quando o jejum começou. Foram internadas na sexta-feira numa casa na zona sul [área nobre do Rio de Janeiro]".

Levando sua fé ao extremo ao jejuar por cerca de um mês , Lúcia Maria Simião da Silva (sogra)
mandou as meninas procurarem ajuda. Elas não conseguiam comer. A clausura começou em meados de setembro, mas havia abandonado os cultos cerca de dez anos atrás na Baixada Fluminense (RJ).

Mas a conclusão do inquérito ainda está indefinida, pois a mesma não pôde mais ser consumida. Não se sabe a qual denominação religiosa Cláudia pertencia no início de outubro, no sentido de enviar uma pessoa que os tirassem daquela vida

Na mesma situação estão Cátia Simião da Silva (irmã), 31, na sexta-feira, por volta das 17h,
O desenhista técnico Uendes Simião da Silva, 33, pai das duas garotas, afirmou que os moradores da casa inicialmente só podiam comer o que havia dentro da residência. Segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal), a família completara três meses sem pagar a Light -distribuidora de energia elétrica, por inanição dentro da própria casa.

Segundo a conselheira tutelar Elaine Galvão, que ouviu Grazielle no Hospital Estadual Carlos Chagas, Cláudia havia dito que o jejum duraria, segundo a polícia. Segundo Galvão, ninguém foi agredido durante o confinamento.

Segundo o delegado Flávio de Brito, seu corpo havia entrado em estado de decomposição.Segundo Uendes, Uruguai e Angola.
Direito autoral é tema de seminário nacional
O Ministério da Cultura, por meio da Coordenação-Geral de Direito Autoral (CGDA/MinC) e da Fundação Nacional de Arte (Funarte), disponibiliza vagas limitadas para participação gratuita no Seminário de Lançamento do Fórum Nacional de Direito Autoral. O evento será realizado no dia 5 de dezembro, no Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro. A solenidade de abertura ocorrerá às 9h30, no Auditório Gilberto Freire, com a presença do ministro da Cultura, Gilberto Gil.

O objetivo do Fórum é promover e mediar uma ampla discussão sobre as questões mais polêmicas referentes aos direitos autorais com as diversas áreas envolvidas com o tema. Contará com a participação dos vários setores da área autoral, como gestão coletiva, acadêmicos e autoralistas, artistas, autores e demais titulares, e usuários e consumidores de obras protegidas. Ao todo, serão seis seminários, sendo um internacional, e 11 oficinas em todas as regiões do país.

Para Marcos Alves de Souza, da CGDA/MinC, a iniciativa pretende dar continuidade ao debate sobre a situação atual do Direito Autoral no país para subsidiar a formulação da política pública autoral e uma possível revisão da legislação existente sobre a matéria, assim como a redefinição do papel do Estado nesse segmento.

“Durante a gestão do ministro Gilberto Gil, o MinC tem aprimorado cada vez mais seus mecanismos de discussão pública, potencializando as formas democráticas de participação da sociedade e proporcionando a troca de experiências em um debate efetivo sobre as políticas culturais conduzidas pelo ministério, sempre que estão em jogo os direitos coletivos”, afirmou Marcos Alves.

Programação - Durante o lançamento do Fórum serão delineadas as principais questões a serem debatidas em 2008. Tendo como tema principal Os Direitos Autorais no Século XXI, as discussões abordarão as mudanças necessárias ao Sistema de Propriedade Intelectual e o justo equilíbrio desse Sistema; o quanto a Lei Autoral vigente protege de fato o autor; e o papel do Estado na gestão coletiva dos Direitos Autorais.

Veja a programação completa.

Inscrições - Devem ser feitas pelo e-mail assessoria@funarte.gov.br, informando no campo do assunto 'Inscrição Seminário de Direito Autoral'. A mensagem deve conter os seguintes dados obrigatórios para inscrição: nome completo, instituição, vinculação (Governo, ONGs, setor privado, academia, estudante, outros), telefone, endereço eletrônico (e-mail), endereço, CEP, cidade, estado.

Outras informações: (61) 3316-2048 ou 3316-2269, na Coordenação-Geral de Direito Autoral do Ministério da Cultura.
Tartarugalzinho é o primeiro município do Amapá a receber energia do Luz para Todos
As primeiras inaugurações do Programa Federal Luz para Todos acontecem nesta terça, 20, nos assentamentos Nova Vida, Janary I e II, no município de Tartarugalzinho, atendendo aproximadamente 175 famílias com o fornecimento de energia elétrica. A solenidade acontece a partir das 09h, com as presenças do governador Waldez Góes, da presidência da CEA, gerência da Eletronorte, representantes da Eletrobrás e do Ministério de Minas Energia, parceiros do programa, além de outros convidados. O Amapá é o último Estado a inaugurar obras do Luz para Todos.

O Governo Federal investiu nas obras de Tartarugalzinho 652.571,84 e o Governo Estadual investiu nas obras no município 81.571,48. A Eletronorte, enquanto agente executor do Programa gastou neste etapa 81.571,48. O Investimento total nas obras dos três assentamentos rurais é de 815.714,80. Essas comunidades que produzem pescado, hortigranjeiros e derivados da mandioca poderão agora aumentar e diversificar a produção, além de investir mais na geração de emprego, que hoje conta com 400 empregos diretos. A energia elétrica vai melhorar também a área social com uma em cada assentamentos. Com a energia o que se observa também é o retorno de antigos e novos moradores para as essas localidade com bons exemplos de uso produtivo da energia nas comunidades depois das ligações já concluídas, melhorando a renda e aumentando a procura e a utilização de máquinas e equipamentos elétricos para o manuseio e irrigação de novos ou de já existente cultivo de produtos agrícolas.

Os trabalhos do Luz para Todos continuam em assentamentos dos municípios de Ferreira Gomes, Porto Grande, Serra do Navio, Mazagão e Santana, que deverão ser inauguradas em 2008.
EDITAL DE CONSTRUÇÃO DO NOVO PREDIO DA AL É LANÇADO
A segunda-feira 19 de novembro, Dia da Bandeira, foi de muito trabalho na Assembléia Legislativa (AL), do Amapá. Os parlamentares usaram o expediente em discursos. O presidente da Casa, deputado Jorge Amanajás, usou a Tribuna para anunciar o lançamento hoje (20) no Diário Oficial do Estado o Edital de Licitação de construção do prédio anexo da AL.

Jorge Amanajás, informou que no início do mês de dezembro, estará realizando um evento para o lançamento do início das obras. “Durante o próximo ano vamos viver a expectativa de ver a obra bem avançada e com a meta de ser inaugurada no início de 2009. Esse anexo vai nos possibilitar, um espaço mais adequado para desempenhar as atividades parlamentar e colaboradores. E, principalmente vai nos permitir receber a população que a cada dia vem a essa Casa nos visitar, acompanhar as sessões”, frisou o deputado.

O novo prédio de acordo com o projeto, terá oito níveis, sendo um para baixo onde vai funcionar o estacionamento. Serão três níveis de gabinetes para os deputados, sendo que cada gabinete terá aproximadamente 70 metros quadrados proporcionando mais conforto aos parlamentares e seus assessores. A presidência da casa contará com um nível exclusivo, incluindo aí três salas de assessoria. Um outro andar contemplará dois mini-plenários e um auditório, além de um pequeno restaurante e uma sala para eventos no último nível. Três jogos de elevadores, sendo um panorâmico darão mais charme ao novo prédio, que terá também corredores exclusivos para os deputados.

Jorge Amanajás, informou, que em função da necessidade e da carência de espaço mais adequado, a Assembléia Legislativa, adquiriu o prédio onde funcionava o antigo (NAE), na rua Eliezer Levy, para abrigar a Fundação João Queiroga, responsável pela Rádio e TV AL. Caberá a fundação, também administrar a Escola do Legislativo, que necessita de um local mais adequado para colocar em prática suas atividades de cursos voltados aos servidores da AL, Assessores Legislativos e aos técnicos das câmaras municipais e que deverá estar em funcionamento no mês de janeiro de 2008. “É um grande passo que estamos dando para que verdadeiramente a Escola do Legislativo, possa tomar o rumo que todos nós queremos. E, se tornar uma instituição forte voltada à preparação dos servidores ao trabalho legislativo”, justifica.

Ele também, citou que ainda esta semana, vários projetos de Leis, de autoria do Executivo, que estão tramitando nas Comissões, serão votados ainda esta semana, que tratam da questão habitacional do Estado. Amanhã estará sendo votado o projeto de iniciativa do Executivo Estadual, alterando o artigo 3º da lei estadual 0369 de 1997, que tratava sobre a Agencia de Desenvolvimento do Amapá (ADAP). O projeto reintegra os 36 servidores do Banap - extinto em 1999, pelo Banco Central -, o que não poderia acontecer, pelo fato dos servidores terem sidos aprovados em concurso público pelo Estado.

O pronunciamento do presidente teve a parte dos deputados: Moisés Souza e Roberto Góes, um dos intermediadores junto ao Governo do Estado para readmissão dos servidores. “É um presente de Natal antecipado a esses servidores que bruscamente foram tirados de suas atividades”, frisou Roberto Góes.

Na próxima segunda-feira (26), será votado projeto de autoria do Executivo, que corrige uma injustiça cometida pela Assembléia Legislativa, quando aprovou um aumento de salário aos professores com base na regência de classe, deixando de fora os técnicos em educação.
Pronto para a estréia
O Clube da Torre, o Ypiranga Club, realizou na tarde desta segunda-feira (19/11) um recreativo visando à estréia no campeonato amapaense Sub-20, que acontecerá nesta terça-feira (20/11) contra o Mazagão Atlético Clube, na oportunidade os atletas apresentaram o uniforme estampando o novo patrocinador.

O Presidente Dep. Edinho Duarte destacou a importância da parceira entre a MIX CALÇADOS e o YPIRANGA, estávamos em busca pessoas com visão de empreendedora, a MIX é assim, contado com empresários jovens e determinado, comentou Edinho.

Mesmo podendo inscrever jogadores de até 20 anos de idade a diretoria junto com sua comissão técnica resolveu colocar em campo apenas jogadores nascido de 89 a 92, com objetivo de entrosar a plantel ypiranguista visando a participação na Copa São Paulo de Juniores.

Está será a segunda vez que o Ypiranga participará da competição paulista, a primeira foi em 2005.
Costumes e tradições amapaense são apresentados em documentário
Alieneu Pinheiro


A cultura e as tradições do povo amapaense foram apresentadas nesta segunda-feira, 19, no auditório da Faculdade Seama. O evento foi promovido pela turma do 4º semestre do curso de Turismo da instituição e teve como tema “Uma Fantástica Viagem ao Meio do Mundo – Macapá 250 anos, sua história feita por nós”. O objetivo da turma foi disseminar a cultura local e mostrá-la para o público através de um documentário produzido pelos estudantes.

A apresentação aconteceu às 19h e contou com a participação de todos os acadêmicos da Seama. O vídeo-ducumentário foi produzido através da coleta de dados feita sobre a cultura amapaense, revelando aspectos e diversidades culturais do município de Macapá.

Além da exibição do vídeo os acadêmicos levarão para o auditório da Seama um grupo de dança infantil, grupo de marabaixo, coreografias, painéis digitais ilustrativos. A cultura é o ponto forte do evento.

Segundo o acadêmico de Turismo e membro da equipe organizadora do documentário, Sanderson Brito, o trabalho serviu para mostrar o grande potencial do estado. “Nosso objetivo foi mostrar que Macapá é um dos municípios mais belos do Norte, além disso, o documentário serve para ilustrar a nossa cultura com pontos altos, marabaixo, artesanato, as festas, entre outros”, finalizou.
Eles também erram: Fantástico contradiz JN na Globo
Julio Moreira/Especial para BR Press

(BR Press) - A TV Globo desde sempre usa a estratégia de falar de sua programaçao dentro de seus programas, inclusive nos telejornais. Toda sexta-feira, tem chamada do Globo Repórter no Jornal Nacional e, no sábado, tem chamada do Fantástico. Mas neste sábado (17/11), a chamada do Fantástico atropelou o noticiário.

Um assunto da maior importância, o Painel das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, foi tratado pelo telejornal com a seriedade devida. A matéria mostrou o secretário-geral da ONU dizendo que o aquecimento global está sufocando a Amazônia e o próprio relatório do Painel afirma que "1/3 das espécies animais e vegetais pode desaparecer" e que "ondas de calor vão varrer o Hemisfério Norte, provocando mortes de crianças e idosos, na Europa e nos EUA".

Logo em seguida, no 2o bloco do telejornal, veio a chamada do Fantástico: "Cientistas afirmam que não existe aquecimento global".

Levando em consideração que o editor chefe do JN, William Bonner, afirma que o "telespectador padrão do telejornal é o Homer Simpson", imagine a confusão que gerou na cabeça do coitadinho.
Preconceito: Imigração barra casal por ser obeso na Nova Zelândia
da BBC Brasil

Um casal britânico foi impedido pelas autoridades de imigração de entrar na Nova Zelândia por estar acima do peso máximo autorizado.

Richie Trezise, um especialista em cabos submarinos contratado pela Telecom neozelandesa no Reino Unido, só pôde entrar no país depois de uma dieta radical para perder 5 centímetros de barriga.

No entanto, a mulher dele, Rowan, continua no Reino Unido, impedida de se reunir com o marido porque não conseguiu passar no teste do Índice de Massa Corporal (IMC), reconhecido internacionalmente como o padrão para avaliar o grau de obesidade.

O cálculo é feito através da divisão do peso (em quilos) da pessoa pela altura ao quadrado (em metros).

O IMC de Richie Trezise era 42, o que, segundo as recomendações da imigração neozelandesa faziam dele um paciente de obesidade mórbida.

As autoridades da Nova Zelândia costumam proibir a entrada de pessoas com IMC maior que 35.

Em geral, são consideradas acima do peso pessoas com IMC acima de 25.

Há também uma recomendação sobre o diâmetro da cintura dos imigrantes: para homens, o máximo são 102 centímetros, enquanto mulheres não podem ter mais do que 88 cm.

Rowan Trezise continua no Reino Unido, em dieta. De acordo com a família, se até o Natal ela não conseguir ter a entrada aprovada, Richie Trezise deve desistir do emprego e voltar para casa.

O Departamento de Imigração da Nova Zelândia afirmou não saber informar o número de pessoas que tiveram o processo de imigração recusado pelas autoridades por causa de obesidade.

Trezise foi contratado no Reino Unido para um emprego altamente especializado e atualmente é um dos quatro técnicos da Telecom para melhorar a qualidade da conexão a cabo entre a Nova Zelândia e a Austrália.
Maioria descarta desculpas de rei espanhol a Chávez, diz enquete
da Folha Online

A maioria dos internautas que participaram da enquete realizada pela Folha Online diz que o rei espanhol, Juan Carlos 1º, não deve pedir desculpas ao presidente venezuelano, Hugo Chávez, por tê-lo mandado calar a boca durante a 17ª Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, ocorrida em Santiago do Chile.

Dos mais de 28 mil votantes, 87% disseram acreditar que o monarca não deve pedir desculpas a Chávez, contra apenas 13% que defenderam um pedido oficial de desculpas.

Na semana passada, Chávez afirmou que Juan Carlos 1º, deveria pedir desculpas à Venezuela e à região ibero-americana para evitar a deterioração das relações entre países.

Durante a Cúpula Ibero-americana de Santiago do Chile, o rei espanhol mandou Chávez se calar calar, quando ele insistia em acusar o ex-chefe de governo da Espanha José María Aznar de ter apoiado um golpe de Estado na Venezuela, em abril de 2002.

Após a polêmica, Chávez afirmou que iria rever relações comerciais com a Espanha.

Ao todo, a enquete teve participação de 28.023 internautas, sendo que 24.383 disseram ser contrários ao pedido de desculpas, contra 3.640 que defenderam tal atitude.
Avastin pode ser eficaz contra câncer no cérebro, diz fabricante
da Folha Online

A empresa de biotecnologia Genentech informou que o seu remédio Avastin, que tem o bevacizumab como princípio ativo, mostrou resultados positivos para o tratamento do glioblastoma multiforme, um dos tipos mais comuns e agressivos de câncer no cérebro.

De acordo com a companhia, o uso apenas do remédio impediu o avanço do tumor por seis meses em 36% dos voluntários. Quando combinado com tratamento de quimioterapia, o Avastin faria com que o tumor parasse de se desenvolver em 51% das pessoas testadas.

"Estimativas anteriores sugerem que apenas em 15% dos casos esse tipo agressivo de câncer no cérebro deixa de se desenvolver por seis meses", afirma Timothy Cloughesy, o coordenador do estudo e diretor do programa de Neuro-Oncologia no Jonsson Comprehensive Cancer Center, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

A Genentech afirma que essa descoberta supera as expectativas, e que planeja negociar os próximos passos do estudo com o FDA (agência norte-americana que regula produtos alimentícios e farmacêuticos).

O FDA aprovou o Avastin primeiramente em 2004 para utilização no tratamento de certos tipos de câncer coloretal. Em 2006, o remédio foi aprovado para casos de câncer no pulmão.

De acordo com a American Cancer Society, apenas 3% dos pacientes com o glioblastoma multiforme sobrevivem por mais de cinco anos. A entidade estima que 20,5 mil novos casos de câncer no cérebro surgirão neste ano e que a doença vai gerar a morte de 12,7 mil pessoas em 2007.
A Bíblia tinha razão: enchente da arca de Noé pode ter ajudado agricultura, diz estudo
da Reuters
da Folha Online

Uma inundação ocorrida há milhares de anos, e que alguns cientistas dizem ser a origem da história bíblica da Arca de Noé, pode ter contribuído para o desenvolvimento da agricultura na Europa há cerca 8.300 anos, afirmam pesquisadores.

Usando datações por meio de carbono e evidências arqueológicas, uma equipe de cientistas britânicos afirma que há ligação entre derretimento de uma lâmina de gelo que cobria a America do Norte, o que elevou o nível dos mares em cerca de 1,4 metro e fez com que milhares de pessoas que viviam no sudeste da Europa se dispersassem, e o crescimento da agricultura pelo continente.
Fatih Saribas/Reuters
Derretimento de lâmina de gelo na América do Norte teria gerado aumento nos níveis do mar e gerado a inundação; acima, réplica do que pode ter sido a arca de Noé
Derretimento de lâmina de gelo na América do Norte teria gerado aumento nos níveis do mar; acima, réplica da suposta arca de Noé

Os pesquisadores afirmam no jornal "Quaternary Science Reviews" que o estudo aponta evidências da ligação entre a inundação, que criou uma espécie de canal que separa o Mediterrâneo do mar Negro, e o desenvolvimento da agricultura na Europa.

"Nós pesquisamos os dados mais antigos sobre a agricultura na Europa e encontramos resquícios da atividade na Grécia e nos Balcãs imediatamente antes do incidente", afirmou Turney à agência Reuters. "Quando ocorreu a inundação, as práticas agrícolas parecem ter parado, mas foram restabelecidas uma geração depois por todo o continente".

O estudo também demonstra o cenário de destruição em massa que levou alguns cientistas a ligar essa enorme enchente à história bíblica da arca de Noé.

"Alguns pesquisadores sugerem que a história da arca de Noé surgiu devido a inundação no mar Negro no final da última Era Glacial", afirma o cientista. "Se você vivesse naquele local poderia ter a impressão de que o mundo inteiro estava inundado".
Vigilância Sanitária interdita restaurantes do Ministério da Fazenda
LISIA GUSMÃO
Colaboração para a Folha Online, em Brasília

Os restaurantes do Ministério da Fazenda foram interditados nesta segunda-feira pela Vigilância Sanitária do Distrito Federal, que considerou "péssimas" as condições de higiene.

Os estabelecimentos pertencem ao empresário Sebastião Buani, pivô do escândalo que provocou a renúncia do ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti em setembro de 2005.

Segundo a chefe do Núcleo de Inspeção, Ângela Amaral, a Vigilância Sanitária encontrou produtos vencidos, uniformes sujos e risco de contaminação pela manipulação inadequada dos alimentos. Os restaurantes, informou, devem ficar fechados até que a situação seja regularizada. No entanto, um dos estabelecimentos continua funcionando nesta segunda-feira.

O empresário Sebastião Buani prometeu recorrer à Justiça. Ele possui outro restaurante no Ministério da Justiça. "É uma arbitrariedade da Vigilância Sanitária", disse.

No escândalo conhecido como "mensalinho", Sebastião Buani acusou o então presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, de cobrar propina em troca da renovação da concessão de um restaurante na Câmara.
Cultura inútil: 30% dos britânicos mentem ao parceiro sobre situação econômica
da Efe, em Londres

Quase um terço dos britânicos guarda algum segredo sobre sua situação financeira e mente ao parceiro afetivo sobre quanto realmente ganha, quanto poupa ou as dívidas que tem, segundo um estudo da entidade britânica de bancos privados Cater Allen.

De acordo com o estudo apresentado nesta segunda-feira, 30% dos entrevistados não se abrem totalmente com o parceiro para informar sobre sua situação financeira real, enquanto 44% mentiram alguma vez sobre o preço de uma compra.

Uma em cada dez pessoas admite não ter falado sobre uma conta bancária adicional, enquanto 9% mantiveram a dívida em segredo pelo uso do cartão de crédito e 3% pediram empréstimos sem informar o companheiro.

Já 3% dos entrevistados disseram ter mentido sobre seu salário, enquanto 2% disseram não ter informado sobre uma propriedade ou investimento que possuíam.

Cerca de 27% das mulheres disseram que tinham mentido sobre a quantidade de dinheiro gasta em roupas, contra 9% dos homens. No caso dos aparelhos eletrônicos, 20% deles mentem, contra só 8% delas.

Uma em cada três pessoas de ambos os sexos assegurou não ser sincera sobre a despesa na compra de presentes, enquanto 4% mentiram sobre o custo das férias.

O diretor-geral da Cater Allen, Richard Dunn, disse que "enquanto tradicionalmente se considerou falta de educação falar sobre dinheiro, o estudo mostra que os britânicos modernos também não se sentem confortáveis para falar abertamente sobre seus assuntos financeiros."
Brancos ocupam 4 vezes mais cargos executivos do que negros, diz Seade
da Folha Online

São Paulo, SP (FolhaNews) - Estudo realizado pela Fundação Seade na região da Grande São Paulo, com base nas informações de outubro de 2006 a setembro de 2007, aponta que os negros e pardos ainda enfrentam dificuldades para ocupar os melhores postos do mercado de trabalho, quando comparado com os chamados não negros, que incluem brancos e descendentes de asiáticos.

Segundo o Seade, a diferença se explica pela exigência das vagas de formação escolar elevada. Ainda segundo a fundação, o desemprego também é maior entre os negros (18,1%) na comparação com os não-negros (13,2%).

Dos negros e pardos empregados, 4,6% ocupam cargos de direção ou planejamento, sendo 2,2% como empresários, direção e gerência e 2,4% em posição de planejamento e organização. Já entre os brancos empregados, 18,4% têm cargos de direção ou planejamento, sendo 8,4% como empresários, direção e gerência e 10% planejamento e organização.

Por outro lado, a concentração dos negros em atividades posições ocupacionais em que os requisitos de qualificação profissional dependem menos da formação escolar do que da experiência no trabalho. entre os empregados domésticos, 54,9% são negros e pardos e 45,1% são não-negros.

Na construção civil os negros representam 49,4% e os não-negros são 50,6%. Entre os empregados em geral, 65,1% são brancos e 34,9% são negros.

Para o Seade, no entanto, a atual situação dos negros no mercado de trabalho da região Metropolitana de São Paulo, ainda que desfavorável, não se mostra tão precária quanto foi no passado. "Atualmente, a universalização do ensino fundamental e o maior acesso aos níveis médio e superior de ensino por toda a população permitem supor que as diferenças, ainda importantes entre as oportunidades para negros e não-negros ingressarem e progredirem em sua vida profissional, possam ser superadas", afirma o estudo.
Programa de TV discutirá, ao vivo, transição para o ProJovem Adolescente
O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) participa, no dia 26 de novembro, do programa Ponto a Ponto, da TV Banco do Brasil, que será transmitido ao vivo, das 16h às 17h30 (horário de Brasília), para as agências Banco do Brasil de relacionamento dos municípios. O objetivo é esclarecer a transição do Agente Jovem para o ProJovem Adolescente. Para tanto, serão abordados assuntos como concepção e gestão do novo serviço e os pré-requisitos necessários à sua implementação, entre outros. No âmbito municipal, o programa Ponto a Ponto é dirigido a prefeitos, secretários de Assistência Social e coordenadores dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS); e nos Estados, destina-se a secretários estaduais de Assistência Social, servidores responsáveis pela Proteção Social Básica e pela Capacitação.

Participarão do programa a secretária nacional de Assistência Social do MDS, Ana Lígia Gomes, a diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Aidê Cançado, a coordenadora-geral de Regulação das Ações de Proteção Social Básica do Ministério, Mariana López, e representantes do Instituto de Estudos Especiais (IEE – PUC/SP), consultoria contratada pelo Ministério para propor a reformulação do conteúdo das atividades socioeducativas do Programa.

O ProJovem Adolescente é um dos quatro eixos do Programa Nacional de Inclusão de Jovens, lançado em setembro deste ano pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. As demais modalidades são o ProJovem Urbano, o Campo e o Trabalhador. Esses programas visam criar oportunidades para os jovens e promover o aumento do nível de escolaridade, a formação profissional e o desenvolvimento humano de brasileiros entre 15 e 29 anos de idade.

Prefeitos, secretários municipais e estaduais de Assistência Social, servidores responsáveis pelas Políticas Estaduais de Juventude e de Capacitação e, principalmente, coordenadores dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), devem procurar as suas agências de relacionamento do Banco do Brasil para assistir ao programa Ponto a Ponto. Caso alguma agência não possua um ponto ativo da TV Banco do Brasil, indicará outra mais próxima que ofereça o serviço. Durante o debate, haverá participação dos telespectadores por telefone e fax. Mais informações pelo telefone (61) 3433-1462.
Artistas nacionais em Macapá
Será no dia 13 de dezembro, em Macapá, o mega-show promovido pela dupla Joãosinho Gomes-Val Milhomen, e que contará com a presença de 50 artistas brasi8leiros.
Dentre eles: Chico César, Paulinho Moska, Flávio Venturini, Leci Brandão, Sá e Guarabira, Zé Rodrix, Jane Duboc, Eudes Fraga, Walter Freitas, entre outros.
Lançamento do Projeto Joãosinho Gomes e Val Milhomem - 50 anos será sexta-feira na Fortaleza
Na próxima sexta-feira, 23 de novembro, a produção do Projeto Joãosinho Gomes e Val Milhomem-50 anos estará reunindo imprensa, patrocinadores e artistas para o coquetel de lançamento do show. Cláudio Silva, Clícia Vieira e Nilson Chaves, os produtores, escolheram a Fortaleza da São José como cenário para o show e também seu lançamento.

O show é considerado o maior já realizado no Amapá, será no dia 13 de dezembro com 5 horas de música e participação mais de 50 artistas de todos o Brasil. Já estão confirmadas as presenças de Chico César, Paulinho Moska, Flávio Venturini, Leci Brandão, Sá e Guarabira, Zé Rodrix, Jane Duboc, Eudes Fraga, Walter Freitas, entre outros de renome nacional, além dos nossos maiores artistas amapaenses.

Todos os artistas que irão homenagear Joãosinho Gomes e Val cantarão uma música de autoria dos mesmos. A maior parte dos músicos convidados tem composição com Joãozinho ou já interpretou alguma de sua autoria. O coquetel será às 18h.
EMPRESAS DE FRETAMENTO REPUDIAM ACUSADOS PELA "OPERAÇÃO VEREDAS"
Polícia Federal prendeu 34 acusados de formar esquema de corrupção e se valer de métodos ilegais e prejudicar empresas de ônibus.

A FRESP - Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo, encaminha nota de repúdio, nesta quarta-feira (21), à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), na qual condena os empresários do setor de transporte, envolvidos na Operação Veredas, deflagrada pela Polícia Federal e que culminou em 34 prisões na última terça (13).

Na nota, Maurício Marques Garcias, presidente da FRESP, repudia as atitudes reprováveis das viações Nossa Senhora da Penha, Andorinha e Garcia, bem como, dos demais envolvidos na trama, policiais rodoviários, intermediários e fiscais da Artesp e Deter (SC).
LOTERIAS CAIXA ACUMULAM EM MAIS DE R$ 20 MILHÕES
Mega-Sena deve pagar R$ 16 milhões em prêmios.

Pelo quinto concurso consecutivo, a Mega-Sena está acumulada. O concurso 921 deve pagar R$ 16 milhões para quem acertar os seis números do sorteio que será realizado na próxima quarta-feira (21), às 20h (horário de Brasília). Somados, os prêmios principais das loterias da CAIXA devem pagar cerca de R$ 20,8 milhões.

O concurso 610 da Dupla Sena também está acumulado e o prêmio previsto é de R$ 3,3 milhões para os sortudos que acertarem os seis números no 1º sorteio. Vale lembrar que na Dupla Sena, com uma única aposta, o apostador concorre a dois sorteios no mesmo dia. A Quina estima prêmio de R$ 350 mil para quem acertar os cinco números do concurso 1829. Os sorteios serão realizados nesta terça (20), às 20h.

O concurso 777 da Lotomania igualmente acumulado tem prêmio estimado de R$ 1,5 milhão para quem acertar os vinte números. O sorteio será realizado na quarta-feira (21), às 20h.

Todas as loterias estão sendo sorteadas no Caminhão da Sorte que está em Caxias do Sul (RS), na Serra Gaúcha.

As apostas podem ser feitas nas 9 mil unidades lotéricas espalhadas por todo Brasil, até as 19 horas (horário de Brasília) da data do sorteio.
Não é "jabá". Ticket Verde
A Ticket acaba de lançar mais uma novidade com o objetivo de alinhar seus produtos à política de crescimento sustentável da companhia. Por isso, a partir do próximo mês, o Ticket Restaurante será todo feito em papel de segurança reciclado. O novo voucher continuará dispondo de todos os itens de segurança necessários para a proteção das empresas-clientes, usuários e estabelecimentos credenciados. Além do papel, o layout também foi totalmente reformulado. Com predominância do vermelho sobre o azul, o voucher estampa a figura do Cristo Redentor, eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Por dia, cerca de 2,2 milhões de trabalhadores utilizam o benefício nos mais de 100 mil estabelecimentos credenciados pela empresa. Assim, são impressos 800 mil talões de Ticket Restaurante por mês, o equivalente a 13 toneladas de papel. Com a utilização do voucher reciclado, serão poupadas 4.080 árvores por ano.

No início do ano, a companhia já havia dado cara nova ao Ticket Restaurante em papel, lançando-o em formato menor. A iniciativa, além de ter otimizado o processo de produção, diminuiu o impacto ambiental, economizando 45 toneladas de papel por ano. Isso equivale a poupar mais de 1,5 mil árvores, usadas na produção de celulose.

Sobre a Ticket - Presente no Brasil desde 1976, a Ticket conquistou a liderança histórica do setor de refeição-convênio, com o Ticket Restaurante. Nestes 31 anos de atuação no País, a empresa também ampliou seu leque de atuação, com o lançamento de produtos inovadores como o Ticket Alimentação, Ticket Car e Ticket Transporte.

Com abrangência nacional, a Ticket atende a 50 mil empresas-clientes e 4,5 milhões de usuários por meio de uma rede de 280 mil estabelecimentos credenciados nos 4,8 mil municípios brasileiros.

A Ticket é uma empresa Accor Services – que integra as empresas Ticket, Ticket Seg, Accentiv e Build Up - braço de serviços do grupo Accor no Brasil, grupo mundial e líder europeu no segmento de hotéis, viagens e serviços, presente no País há 31 anos. Emprega hoje 30 mil colaboradores nas seguintes Unidades de Negócios: Accor Services, Accor Hospitality e Atividades Complementares, com a GRSA.
TV brasileira chega à pequena tela do celular
Se controle remoto falasse, poderia muito bem reclamar de uma conspiração contra ele. Primeiro foi o YouTube - e o conceito de compartilhar vídeos na internet - que deixou a televisão um pouco de lado, com programação definida por internautas e audiência sob demanda (cada um assiste ao programa na hora que quiser). Pois agora a coisa piorou: a TV chegou de vez ao celular.

Tem gente no Brasil produzindo programas especificamente para a telinha. Os vídeos ainda são caros e têm curta duração, mas o empenho e a qualidade de produção mostram que, se o controle remoto bobear, pode pedir aposentadoria. Afinal, os aparelhos de TV passarão da sala de estar para o bolso dos telespectadores.

O exemplo mais recente de programa para TV portátil no País é também o mais robusto. A novela Diário de Sofia, que estreou na semana passada distribuída apenas pela rede celular, experimenta linguagens e tem roteiro baseado na interação com o público. Uma adolescente de 16 anos vive seus dramas de colégio e namoro em três episódios semanais. No fim de cada um, usuários de celular escolhem entre dois finais propostos, nos moldes de Você Decide, programa que a TV Globo exibiu entre 1992 e 2000.

Diário de Sofia é, na verdade, um "mobisode", união dos termos "mobile" (celular, em português) e "episode" (capítulo), neologismo criado nos Estados Unidos na divulgação da série 24 Minutos para celulares, inspirada no sucesso televisivo 24 Horas. Funciona assim: usuários se conectam à rede wap da operadora (TIM, Vivo, Claro e Oi) e então acessam o portal de vídeos. Às segundas, quartas e sextas-feiras, novos episódios da novela entram no ar, divididos em quatro vídeos com total de 2 a 3 minutos de duração. O download de cada parte, dependendo do plano e da operadora, custa de R$ 2 a R$ 4, mais o valor pago pelo tráfego de dados. Após baixado, o telespectador pode guardar o vídeo na memória do aparelho e assistir quando quiser.

Mas R$ 10 por um episódio de 2 minutos, quase o preço de um ingresso de cinema em São Paulo, não é caro demais? "Se compararmos com outras mídias, é realmente caro. Mas perto dos demais vídeos distribuídos via wap, como clipes e trailers de filmes, é barato", afirma o diretor-executivo da Aitec Brasil, Luis Ochôa, empresa que produziu a série em 12 dias de filmagens em São Paulo e licenciou a marca Diário de Sofia no País. Antes, a novela já havia sido exibida em Portugal, Estados Unidos, Chile, Canadá, Alemanha e uma série de outros países.

A intenção da novela é seduzir o mesmo número de fãs que conseguiu mundo afora. Para isso, aposta na oferta de conteúdo multiplataforma, com vídeos e um blog na internet (http://www.diariodesofia.com.br), comunidade no Orkut, interação via celular e uma coluna mensal na revista feminina Atrevida. "O público-alvo, formado por adolescentes, só interage com algo se houver o efeito comunidade", diz Ochoa.

Na prática, mais que a adaptação do formato novela para a tela pequena, há por trás uma mudança de foco no que diz respeito a conteúdo para celulares. É olhar os aparelhos como suporte, como a mídia portátil final, caminho diferente do seguido até agora, no qual os equipamentos são vistos como ferramentas de produção por usuários amadores.

Desse jeito vai ficar difícil para o controle remoto, apesar de ele ter uma carta importante na manga. A TV digital estréia no Brasil no dia 2 de dezembro e tem como um dos trunfos oferecer conteúdo para... celular. Sim, a palavra é convergência. As informações são do O Estado de S. Paulo.
XIII Encontro dos Tambores continua hoje na UNA
A programação do XIII Encontro dos Tambores continua hoje na União dos Negros do Amapá-UNA. Desde o último dia 14, com abertura da Semana da Consciência Negra, capoeiristas, seguidores de religiões de matriz africana, como candomblé e tambor mina, além de apresentações de artistas regionais levaram ao bairro do Laguinho centenas de pessoas. O Encontro dos Tambores faz parte das comemorações da Semana da Consciência Negra, que encerra amanhã, 20 de novembro, quando será relembrada a morte de Zumbi dos Palmares.
 
Durante estes três dias se apresentarão 36 comunidades de todo o Estado. Na noite de ontem onze comunidades se apresentaram ao som do marabaixo. Senhores, jovens e crianças levando suas bandeiras, mastros e imagens de santos de devoção fizeram com que o público dançasse no anfiteatro da UNA, onde as três circunferências simbolizam a união das raças negra, branco e índio. Na noite de hoje, 19, a partir das 20:00 mais doze comunidades estarão se apresentando.
 
Amanhã, no encerramento acontece o momento maia esperado, a Missa dos Quilombos. Este ano ela será rezada pelo Padre Betinho, que faz parte de um grupo de reúne padres e religiosos negros do Brasil. Além da missa, ele visitará algumas comunidades negras do Estado até sexta-feira, 23.  Amanhã, às 15:00 acontece ainda a Batuquerada, quando no trio elétrico o grupo que canta a missa percorre as ruas do Laguinho sendo seguida e aplaudida pelos moradores.O site do evento também será lançado amanhã: www.una-ap.com.br.
SANTANA REALIZA A I MARCHA CONTRA A DISCRIMINAÇÃO ÉTNICA RACIAL
A Prefeitura de Santana realiza amanhã (20/11) a I Marcha Contra da Discriminação Étnica Racial. Segundo a previsão dos organizadores da Secretaria Municipal de Educação, o evento deve envolver mais de 3.500  participantes das escolas municipais, estaduais, de instituições privadas de ensino, de organizações não governamentais e das secretarias municipais.                O objetivo da I Marcha Contra a Discriminação Étnica Racial é sensibilizar a população santanense para a importância da valorização da diversidade étnica cultural presentes na formação do povo brasileiro.
 
A cidade foi dividida em quatro pólos de onde sairão os grupos apresentando os temas propostos: Pólo I – Discriminação Social (saída da Escola Municipal Padre Ângelo Biraghi – Bairro Paraíso); Pólo II – Discriminação Racial (saída de frente da Igreja Nossa Senhora da Conceição – Bairro Comercial); Pólo III – Discriminação Cultural (saída da Casa Brasil – Bairro Nova Brasília) ; e Pólo IV – Discriminação de Gênero (saída de frente do ex-supermercado Estrela de Davi – Bairro Hospitalidade). Os grupos deixarão os pólos, a partir das 16h, e seguirão para a Praça Cívica. Às 18h inicia um Grande Show Cultural, com apresentações musicais, de teatro, dança e de vídeo.
 
Programação cultural - Luíza Tecladista, Marabaixo do Maruanum, Marabaixo do Igarapé do Lago, Batuque e Marabaixo do Mazagão Novo, Marabaixo do Grupo da Terceira Idade, Batuque do Pirativa, Movimento Hip Hop, Capoeira, apresentação Teatral Navio Negreiro, Grupo Saburá, Associações Cultural Estrela Santanense e apresentações de filmes sobre o tema.
Indonésia se prepara para terremoto anunciado por médium brasileiro
JACARTA, 19 Nov 2007 (AFP) - As autoridades indonésias anunciaram nesta segunda-feira medidas preventivas depois da previsão de um médium brasileiro de que um terremoto vai abalar a ilha de Sumatra no final de dezembro, ou mais precisamente, no dia 23, segundo a imprensa local.

O brasileiro Jucelino Nobrega da Luz vai mais longe, e diz que o terremoto será de magnitude de 8,5 nesta região de grande risco sísmico, comentou Fauzan Rahim, um funcionário do governo, à agência de notícias oficial Antara.

"Apesar de qualificarmos o episódio de rumor, levamos a sério a informação", declarou por sua vez Husni Hasanudin, porta-voz da província de Bengkulu (sul) em entrevista à cadeia de rádio Elshinta. "Não queremos reprovações da população se isto acontecer realmente", acrescentou

As autoridades vão organizar exercícios de evacuação antes do final de dezembro, acrescentou.

Outros dirigentes pediram à população para não se preocupar. Um sismólogo da Agência de Meteorologia e Geofísica indonésia recordou que os especialistas não podem prever a data exata de um terremoto.

A embaixada do Brasil em Jacarta afirmou não dispor de informação sobre Jucelino Nobrega da Luz.

Moradores de Sumatra vivem traumatizados por uma série de terremotos registrados nos últimos anos, entre eles o de magnitude 9,3 de 26 de dezembro de 2004 que provocou um tsunami devastador e deixou mais de 165.000 mortos na província de Aceh.
Projeto BiblioSESC será lançado hoje
Acontece hoje, 19/11, no Sesc Araxá, às 16:30, o lançamento do projeto BiblioSESC ou serviço de biblioteca volante do Serviço Social do Comércio.

O BiblioSesc atenderá neste I ciclo dez bairros: Marabaixo 3, Coração, Infraero I, Jardim Felicidade I, Novo Horizonte, Boné Azul, Curiaú, Fazendinha e Zerão, começando no dia 26/11, com a metodologia de passar 01 (um dia) no bairro e retornar 15 dias depois.

O BiblioSESC é mais uma iniciativa do SESC para a formação de leitores. A entidade possui uma das maiores redes de bibliotecas fixas do país: 241, de acesso irrestrito à população, e ainda realiza projetos regionais que levam acervos a empresas, escolas e associações comunitárias. No projeto, os leitores encontram livros infanto-juvenis, brasileiros e estrangeiros e revistas e jornais. Além das estantes, cada unidade possui computador, impressora e parte externa com mesas dobráveis para leitura. A unidade móvel visita os bairros escolhidos a cada quinze dias.
Mensagem da Assembléia Diocesana ao povo amapaense
Nós cristãos da Igreja Católica de Macapá, representantes de todas as paróquias, das equipes de pastoral e dos movimentos leigos, reunidos na XX Assembléia Diocesana, reafirmamos nosso compromisso missionário de buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, a serviço dos irmãos mais pobres e excluídos.

Os recentes ataques levianos e direcionados contra a Igreja na pessoa do Bispo e de agentes de pastoral são sinais que a ação da Igreja está contrariando muitos interesses.

Jesus, nosso único mestre e Senhor, nos alertou que toda perseguição, além de inevitável, será ocasião de "dar o testemunho" de nossa fidelidade (Lc 21,13).

Por isso, unidos num só coração e numa só alma, ao redor do nosso pastor, manifestamos nosso apoio fraterno e solidário e nossa estima ao nosso Bispo, dom Pedro José Conti, ao Coordenador da Comissão Pastoral da Terra e à equipe da Pastoral da Comunicação.

Pedimos para todos os cristãos da nossa Diocese que se unam em oração pelos que nos perseguem e para que nossa Igreja continue com entusiasmo e destemor a anunciar a Palavra da verdade e a construir o Reino da justiça.

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (Jo 8,32).

Macapá, 18 de Novembro de 2007

A Assembléia Diocesana
Novembro é o mês ideal para alugar casas de temporada e evitar preços altos
SÃO PAULO - Essa é a melhor época para alugar uma casa de veraneio para as festas de final de ano. Quem garante é o presidente do CRECI-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), José Augusto Viana Neto.

"Para quem quer evitar os preços abusivos, e acho que todo mundo quer, é preciso procurar a casa para passar as férias agora. Os preços no final de novembro estão 50% menores do que estarão em dezembro. Agora, quem deixar para alugar na semana do Reveillon pagará até seis vezes mais do que quem reservar o imóvel ainda neste mês", aconselha o presidente.

"Uma casa simples, de dois dormitórios, que nessa época é alugada por R$ 120, sobe facilmente para R$ 400 a diária na semana do ano novo. No entanto, sempre é mais vantajoso alugar um imóvel do que ficar em um hotel. Em um hotel você não tem a facilidade de poder cozinhar e diminuir os gastos com alimentação, por exemplo".

Vantagens - Viana Neto afirma ainda que, além da vantagem financeira, quem for procurar o imóvel encontrará os melhores lugares. "Essa é uma época em que os imóveis estão livres e o locatário consegue escolher um imóvel melhor localizado e em melhores condições. Os imóveis próximos da praia, com vários quartos e piscina costumam ser alugados no início de dezembro e quem demorar ficará com as casas que ficam bem longe da areia", garante.

Sobre o fato de muitos proprietários exigirem o pagamento antecipado, Viana Neto diz que é uma prática legal. "A lei do inquilinato permite a exigência do pagamento adiantado. O dono do imóvel pode pedir de 30% a 50% para confirmar a locação e exigir que o resto seja pago quando as pessoas entrarem no imóvel".

O presidente explica, ainda, que o proprietário pode escolher a forma como deseja receber. "Cerca de 90% dos pagamentos de aluguel em casa de temporada são feitas em dinheiro ou em cartão de crédito. Como trata-se de uma negociação onde as partes não se conhecem, é normal que o dono não queira receber em cheque por exemplo".

Cuidados - "Infelizmente essa é uma época em que muitas pessoas aplicam golpes relacionados ao aluguel de imóveis. Por isso é preciso cuidado", alerta Viana Neto.

"Um golpe muito comum é oferecer casas que não existem. Normalmente os bandidos colocam fotos de uma casa grande, com um preço relativamente baixo na internet e solicitam depósito bancário. Aí quando a pessoa chega para se hospedar descobre que o imóvel não existe. Por isso, o ideal é fechar a locação com uma imobiliária e um corretor, preferencialmente que morem na cidade onde o imóvel está. Eles poderão confirmar a existência da propriedade e garantir que tudo esteja correto.

Realizar um contrato para o aluguel do imóvel é outro fator importante para reduzir o risco de ter seus planos frustrados nesse feriado. Neste papel devem constar as datas de entrada e saída do inquilino, o valor, a forma de pagamento, eventuais multas para os casos de atraso ou depredação e até o número de pessoas que vão ficar no local.

Como a locação é de um imóvel para temporada, que normalmente já está mobiliado, é necessário incluir no contrato a lista dos móveis, aparelhos eletroeletrônicos e utensílios da casa. E para não haver desentendimentos após a ocupação, assim que entrar no imóvel, verifique se tudo está de acordo com o especificado no contrato.
Homens "emburrecem" diante de loiras, diz estudo
Um estudo publicado na revista especializada Journal of Experimental Social Psychology sugere que os homens mudam de comportamento e "emburrecem" para se adequar ao estereótipo da "loira burra".

No estudo liderado pelo psicólogo social Thierry Meyer, da Universidade Paris-X Naterre, o desempenho intelectual dos homens cai quando eles são expostos a fotográficas de mulheres loiras.

Os cientistas fizeram testes de conhecimento geral em homens em duas ocasiões, depois de mostrar a eles diferentes fotos de mulheres. Nas experiências, os homens que viram fotos de loiras tiveram resultados inferiores.

Os cientistas acreditam que os resultados não foram causados por simples distração causada pelas loiras, mas sim porque, inconscientemente, eles teriam sido contaminados pelo estereótipo da "loira burra".

"Isso prova que as pessoas confrontadas com estereótipos geralmente se comportam de acordo com eles", disse Meyer. "Neste caso, as loiras têm potencial para fazer homens agirem de forma mais burra, porque eles 'imitam' inconscientemente o estereótipo da loira burra."

Pesquisas anteriores já mostraram que o comportamento do ser humano é fortemente influenciado por estereótipos. Alguns trabalhos apontaram que as pessoas tendem a andar e a falar mais devagar diante de idosos.

Segundo os pesquisadores, o esterótipo da "loira burra" se intensificou, particularmente, no último século. Nos Estados Unidos, a imagem ganhou peso com a publicação do livro Os homens preferem as loiras, de Anita Loos, em 1925, que trata loiras como desfavorecidas intelectualmente, apesar da atenção privilegiada que elas despertam no mundo masculino.

O romance virou filme estrelado por Marilyn Monroe e contribuiu para fortalecer o estereótipo. (BBC Brasil)
Café pode reduzir risco de câncer de pele, diz pesquisa
da BBC Brasil

O consumo de café pode reduzir o risco de desenvolver o câncer de pele, segundo estudo realizado na Wayne State University, em Detroit, nos Estados Unidos.

Em artigo publicado no "European Journal of Cancer Prevention", os cientistas dizem ter descoberto que a prevalência da forma menos maligna da doença (não-melanoma) caiu em pelo menos 30% nas pessoas que tomavam seis ou mais xícaras de café por dia.

Naquelas que consumiam duas ou três xícaras diárias, o risco era 12% menor.
"Entre as possíveis explicações para o efeito protetor da cafeína estão o seu efeito antioxidante ou o fato de ela inibir a síntese de DNA e as divisões celulares, ajudando a evitar o alastramento das células cancerígenas", explicou Ernest Abel, um dos autores da pesquisa.

Homens e mulheres - A equipe de cientistas comparou as taxas de câncer de pele não-melanoma entre mais de 77,3 mil mulheres brancas com 50 anos de idade ou mais.

Eles excluíram mulheres de outras origens étnicas porque elas apresentam uma incidência muito menor da doença.

Segundo os pesquisadores, as descobertas podem ser aplicadas igualmente a homens e mulheres de todas as idades.

O estudo concluiu ainda que o consumo de café descafeinado não tem efeito sobre as chances de desenvolver a doença.

O câncer de pele é o de maior incidência no Brasil. Em 2006, o Inca (Instituto Nacional de Câncer) previu 122,4 mil novos casos da doença neste ano.
Anúncio com homem urinando em xícara gera polêmica
da BBC Brasil

Uma série de anúncios para o trem Eurostar --que cruza o Canal da Mancha ligando o Reino Unido à Europa-- está causando polêmica.

As imagens estereotipadas dos britânicos fazem parte de uma campanha para promover o trajeto entre Bruxelas e Londres e foram colocadas em outdoors em quatro cidades belgas.

Uma das imagens, mostrando um homem de cabeça raspada e sem camisa urinando em uma xícara de chá, recebeu cinco reclamações de britânicos na Bélgica, segundo uma porta-voz do Eurostar.

Ela disse que a empresa pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas, mas que vai manter os anúncios, que estão fazendo sucesso. A porta-voz afirmou ainda que a campanha é destinada especificamente para o mercado belga e não será usada na França ou no Reino Unido.

"Eles (o povo belga) estão tentando conseguir cópias dos pôsteres e mandaram parabéns em cartas e e-mails pelo sucesso da campanha", disse o Eurostar em um comunicado.

"Para aqueles poucos que reclamaram, estamos mandando cartas pessoais pedindo desculpas se causamos ofensa e explicando a idéia por trás da criação e do uso do humor."

A BBC também recebeu vários e-mails criticando a campanha.

"A impressão dada pelos anúncios é que somos uma nação de criminosos e palhaços e certamente irá apenas dissuadir os turistas de virem para cá", disse Ralph Edwards em um e-mail.

"Eu não apoio esses estereótipos horrendos, principalmente o do homem urinando na xícara", disse Jan Lewandowski em outro e-mail.

Um porta-voz da VisitBritain (Visite o Reino Unido), no entanto, disse que a organização apóia a campanha.

"Nós não achamos que as imagens são ofensivas ao Reino Unido, mas sim que mostram um lado interessante do Reino Unido contemporâneo, assim como ícones da política, comédia e cinema", disse.
Empresa britânica cria 1º hotel móvel do mundo
da BBC Brasil

A rede de hotéis britânica Travelodge anunciou a criação do "primeiro hotel móvel do mundo", apresentado como uma opção mais confortável e glamourosa às tradicionais barracas de camping.

O quarto do novo tipo de acomodação, batizado de travelpod, é uma caixa de vidro sobre rodas de 6 metros de comprimento por 2,4 metros de largura, equipada com cama de casal, ar condicionado, aquecimento, televisão de tela plana, aparelho de DVD, pia e banheiro químico.

Os primeiros protótipos, com decoração idêntica a dos hotéis normais da rede, já começaram a ser testados pelo público.

A idéia é que o travelpod possa ser entregue pela empresa em determinado lugar ou levado, como um trailer, a qualquer lugar onde se armaria uma barraca de camping, pelo custo de 26 libras por noite, o equivalente a aproximadamente cem reais.

Segundo a empresa, o hotel móvel é perfeito para os amantes da natureza e freqüentadores de festivais de música ao ar livre e eventos esportivos e poderia também ser usado por aqueles que têm horror à palavra "acampamento".

Mas há quem já tenha suas críticas à nova invenção. Mesmo com toda a pompa do quarto, o travelpod ainda não tem chuveiro, então apesar da imagem chique, os hóspedes do hotel móvel teriam que recorrer a lenços umedecidos ou a rios e lagos para fazer a higiene pessoal.

O jornalista Benjy Laniado, do "Guardian", testou a novidade e disse que em grandes eventos, onde a grande maioria está disposta a enfrentar lama e chuva em barracas baratas, o travelpod pode passar uma imagem esnobe.

"Como isso funcionaria em festivais? Seria como ter uma bandeira fincada no teto com os dizeres 'chique demais para dormir em barraca'. Será que o exterior das minhas sensuais paredes de vidro poderiam ser transformadas em tela para as pichações de invejosos marginais?", se pergunta o jornalista.

Depois da fase de testes, que deve durar cerca de dois meses, a rede de hotéis deve fazer os ajustes necessários e colocar o travelpod no mercado.
Empresas européias aguardam licitação em áreas de água doce e pontos do litoral
EDUARDO SCOLESE
da Folha de S.Paulo, em Brasília

Já espalhadas pelas plantações de cana-de-açúcar e de soja do país, empresas estrangeiras poderão agora explorar águas da União. De acordo com o governo, já existem escoceses, noruegueses, franceses e espanhóis interessados na abertura dos editais de licitação, tanto para reservatórios em água doce como em pontos do litoral.

Esses estrangeiros atuarão em igualdade de condições aos brasileiros, em qualquer um dos editais para licitações onerosas. Um grupo da Noruega com participação em uma empresa nacional está aguardando a abertura do edital para um lote de 169 hectares no litoral pernambucano. Lá, a produção será de bijupirá, peixe exportado com o nome de cobia.

"Não há interesse de proibir os estrangeiros. Não queremos proibir ninguém, e sim garantir que o pequeno tenha acesso", afirma Felipe Matias, diretor de Desenvolvimento da Aqüicultura da Secretaria Especial da Pesca.

Já a CPT (Comissão Pastoral da Terra) vê com preocupação a futura presença de estrangeiros em águas na União.

Predadoras - "São empresas predadoras. Deixam para trás locais [no exterior] já deteriorados e procuram novos espaços, sem nenhuma preocupação com o ambiente. Elas vêm no sentido de produzir pescado em larga escala", afirma Roberto Malvezzi, agente do braço agrário da Igreja Católica e um dos coordenadores de estudos da entidade sobre os impactos do agro e do hidronegócio nas pequenas comunidades.
Brasil desperdiça 45% da água captada
AFRA BALAZINA
JOSÉ ERNESTO CREDENDIO
da Folha de S.Paulo

De toda a água que se retira de mananciais para abastecer as capitais brasileiras, quase a metade (45%) se perde antes de chegar às casas e atender a população. A principal causa são os vazamentos na rede.

Porto Velho tem a pior situação entre as capitais em termos percentuais --78,8%-- e o Rio de Janeiro tem a maior perda se for levado em conta o volume total jogado fora --o equivalente a 618 piscinas olímpicas.

Em São Paulo, a perda é menor do que a média das capitais e fica em 30,8% --em 2001, a estimativa era de 33,5%. Mesmo assim, o extravio ainda é muito superior ao considerado aceitável por especialistas --entre 15% e 20%. O Japão, por exemplo, tem perda de apenas 4%.

O problema não é novo. Em 2002, o Ministério das Cidades estimava a perda nacional de água em 40%. Desde então, a situação piorou.

Para chegar à quantidade de água perdida na rede, a conta é a seguinte: faz-se a subtração entre o que é retirado dos mananciais (a medição acontece nas Estações de Tratamento de Água) e o que é consumido pela população. Por isso, acaba sendo computado como perda, além de vazamentos, os erros de medição, as fraudes nos hidrômetros e as ligações clandestinas de água.

Segundo a Sabesp, por exemplo, os vazamentos são responsáveis por 65% do total perdido na capital paulista.

Esses e outros dados sobre abastecimento e consumo de água serão apresentados pelo ISA (Instituto Socioambiental) na próxima quarta-feira, no evento de lançamento da campanha "De Olho nos Mananciais", apoiada pela modelo Gisele Bündchen. A top model cedeu sua imagem para a divulgação da iniciativa.

As informações foram obtidas no Snis (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), do Ministério das Cidades, e têm como referência o ano de 2004. Os dados de São Paulo foram atualizados pela Sabesp e são de 2007.

Segundo Marussia Whately, coordenadora do Programa Mananciais do ISA, para alterar o quadro atual é necessário combate intenso aos vazamentos. "O atendimento rápido é muito importante. É preciso ter um sistema eficaz de monitoramento para notar os problemas e resolvê-los."

A instituição ressalta que a participação da população é essencial: as pessoas devem avisar as empresas sobre os vazamentos e cobrar o reparo.

Para José Aurélio Boranga, presidente da Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), é imprescindível investir em tecnologia e trocar a tubulação antiga.

De acordo com ele, as maiores perdas ocorrem nos ramais --pontos em que a água deixa a rede da rua e segue para as casas. "Fazer conserto em ramal é perder dinheiro. Quando há vazamento, precisa trocar."

Segundo as associações brasileiras de empresas estaduais (Aesbe) e de concessionárias (Abcon) de saneamento básico, seriam aceitáveis índices de perdas sempre abaixo de 20%, o que é raro no Brasil.

O superintendente-executivo da Aesbe, Walder Suriani, aponta o déficit tecnológico na estrutura do sistema e dos materiais empregados nas tubulações de água. "O material empregado no Brasil é frágil. Usamos tubos de 100 m com juntas a cada seis metros [o que permite mais vazamentos]'', diz.

O presidente da Abcon, Fernando Mangabeira, afirma que os resultados demoram a aparecer. A empresa que ele dirige, a Águas de Limeira, do interior de SP, levou sete anos para fazer caírem as perdas de 45% para 18%. "Não pode parar de investir, é preciso manter essa estratégia sempre."
Fechando a torneira: saiba como economizar água
Banho - Feche a torneira ao se ensaboar. Uma ducha aberta durante 15 minutos consome 135 litros; no mesmo período, um chuveiro elétrico consome 45 litros. Se o uso foi reduzido para cinco minutos, o consumo cai para 45 litros, no caso da ducha, e para 15 litros, no caso do chuveiro elétrico.

Escovar os dentes - Molhe a escova e feche a torneira enquanto escova os dentes e enxágüe a boca com um copo de água. Cinco minutos com a torneira aberta gastam 12 litros.

Lavar o rosto - Não demore. Um minuto com a torneira meio aberta gasta 2,5 litros.

Barbear - Cinco minutos gastam 12 litros. Fechando a torneira, o consumo cai para dois ou três litros.

Vaso sanitário - Seis segundos de acionamento gastam de 10 a 14 litros. Bacias sanitárias fabricadas a partir de 2001 necessitam de menos tempo para a limpeza e consomem seis litros por descarga. Quando a válvula está defeituosa, o gasto pode chegar a 30 litros. Mantenha a válvula da descarga regulada e conserte vazamentos assim que forem notados. Não use a privada como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa.

Lavar a louça - Primeiro, limpe os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e, só aí, abra a torneira para molhá-los. Ensaboe tudo que tem que ser lavado e, então, abra a torneira para novo enxágüe. Lavando louça com a torneira meio aberta por 15 minutos são utilizados 117 litros. Com economia, o consumo chega a 20 litros. Uma lavadora de louça com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres gasta 40 litros --utilize-a somente quando estiver cheia.

Lavar a roupa - A lavadora de roupas com capacidade de cinco quilos gasta 135 litros. O ideal é usá-la somente com capacidade total. No tanque, a torneira aberta por 15 minutos gasta até 279 litros. Deixar acumular a roupa e coloque água no tanque para ensaboar, mantendo a torneira fechada. Aproveite a água do enxágüe para lavar o quintal.

Jardim - Molhar as plantas por 10 minutos pode consumir 186 litros. Use um regador em vez de utilizar a mangueira. No verão, regue pela manhã ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, regue um dia sim, um dia não, pela manhã. Com uma mangueira com esguicho-revólver, a economia chega a 96 litros por dia.

Piscina - Uma piscina de tamanho médio exposta ao sol e ao vento perde aproximadamente 3.785 litros por mês por evaporação --suficientes para suprir as necessidades de água potável de uma família de quatro pessoas por cerca de um ano e meio (considerando o consumo médio de dois litros por habitante por dia). Com uma cobertura plástica, a perda é reduzida em 90%.

Calçada - Use a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o pátio de casa. Se houver sujeira localizada, use um pano umedecido com água de enxágüe da roupa ou da louça. Com mangueira, em 15 minutos, são perdidos 279 litros de água.

Carro - Use um balde e um pano para lavar o carro em vez de uma mangueira. Se possível, não o lave durante a estiagem. Muita gente gasta até 30 minutos lavando o carro. Com uma mangueira não muito aberta, gastam-se 216 litros de água. Com meia volta de abertura, o desperdício alcança 560 litros. Para reduzi-lo, lave o carro somente uma vez por mês e usando um balde --nesse caso, o consumo é de apenas 40 litros.
Livro explica o tormento milenar dos números primos
TIAGO TRANJAN
Colaboração para a Folha de S.Paulo

O alemão Carl Friedrich Gauss (1777-1855), uma das mentes matemáticas mais agudas já nascidas, costumava observar que "a matemática é a rainha das ciências, e a teoria dos números, a rainha da matemática".

Afirmação momentosa, que suscita imediatamente a pergunta: o que conferiria posição tão especial à teoria dos números? Trata-se da disciplina que busca desvendar a estrutura mais fundamental da matemática: os números naturais. Isso só já bastaria para colocá-la em lugar de destaque entre as grandes realizações intelectuais humanas.

Acontece, além disso, que os números naturais revelam-se surpreendentemente evasivos. Por um lado, sua progressão tão simples e ordenada parece fornecer, talvez, o único modelo do infinito ao alcance dos seres finitos que nós somos. Por outro lado, no entanto, essa mesma simplicidade, que quase os coloca sob nosso completo domínio, esconde dificuldades abissais.

Em "A Música dos números Primos", Marcus du Sautoy, professor da Universidade de Oxford, tenta conduzir o leitor por esse ramo profundo e elegante da matemática a partir de um de seus problemas mais intrigantes. Por exemplo, 7 é primo (só é divisível por 7 e por 1). Já 15, divisível por 3 e 5, não é primo.

Dois resultados conhecidos desde a Grécia Antiga conferem aos primos uma posição singular na matemática. Em primeiro lugar, todos os números naturais podem ser escritos como um produto de números primos. Por exemplo, 15 = 3 x 5 (3 e 5 são primos).

Em segundo lugar, os números primos são inesgotáveis. Pode-se mostrar que, por mais que avancemos no universo dos números, nunca encontraremos o último número primo, maior do que todos os outros, depois do qual só existam números compostos.

Blocos de construção - Os primos, portanto, são os blocos básicos de construção do mundo numérico. São também infinitos --e muito estranhos. Considere os primeiros primos, você consegue encontrar alguma ordem no aparente caos dessa seqüência?

Se não consegue, não se preocupe. Você está bem acompanhado. Os matemáticos vêm tentando, por milênios, decifrar o segredo por trás da distribuição dos primos, sem jamais obter uma explicação satisfatória para seu comportamento.

Trata-se de uma situação curiosa. A matemática é a ciência da ordem e dos padrões. Não conseguir encontrar a ordem que rege os blocos de construção de sua estrutura mais básica --os números naturais-- chega a ser embaraçoso.

Muita gente pensa na matemática como a ciência dos números. Isso é apenas parcialmente correto. A partir da consideração de conjuntos numéricos cada vez mais distantes da experiência cotidiana, o estudo da matemática atingiu um surpreendente grau de abstração. Hoje, os "números" (naturais, racionais, reais, imaginários...) são apenas a ponta do iceberg.

A busca do segredo dos primos revela bem esse aspecto. Para tentar entendê-los, os matemáticos acabaram por submergi-los em estruturas extremamente sofisticadas, distantes da intuição comum. Assim é que surgiu a chamada hipótese de Riemann: uma ousada suposição acerca de uma função, cuja prova é aguardada com ansiedade há mais de um século.

Formulada pelo matemático alemão Bernhard Riemann (1826-1866), ela fornece até hoje nossa melhor esperança de compreender o comportamento dos primos. É justamente a história dessa luta com os primos, e em particular com a hipótese de Riemann, que Sautoy conta em seu livro.

A obra possui três aspectos distintos. Sendo um livro sobre matemática, o autor não pode se furtar a explicar certas complicações matemáticas ao leitor. Tarefa das mais difíceis. Sautoy recorre aqui a uma série de imagens e analogias (quase sempre extraídas da música), algumas bastante felizes, outras de eficácia incerta, para explicar tecnicalidades da hipótese de Riemann.

A maior parte do livro, porém, centra-se no enredo humano da busca pelo "cálice sagrado da matemática". Uma impressionante galeria de personagens desfila à nossa frente. Matemáticos de diferentes épocas são revelados em suas motivações pessoais, sem descuidar do contexto social e intelectual em que viveram. Casos saborosos são narrados em detalhe.

Ao fazer isso, finalmente, Sautoy tem também oportunidade de discutir como os matemáticos vêem a própria disciplina a que dedicam suas vidas. Interessantes questões filosóficas estão sempre à espreita: Quais os objetos de que se ocupa a matemática? Que tipo de existência devemos atribuir a eles? Como alcançá-los?

Matemática e filosofia - Entre erros e acertos, o livro de Sautoy tem dois importantes méritos. Para a maioria dos leitores, poderá oferecer uma leitura agradável devido à sua narrativa quase sempre ágil e ao material histórico selecionado. Para outros, pode conseguir também despertar uma curiosidade sincera a respeito de algumas das questões mais interessantes e profundas ao alcance da mente humana, relativas à matemática e a sua filosofia.
Substância da maconha pode frear câncer de mama, diz estudo
da BBC Brasil

Uma pesquisa realizada por cientistas americanos sugere que o canabidiol, uma substância encontrada na maconha, pode impedir que o câncer de mama se espalhe.

Durante testes de laboratório, os estudiosos do Instituto do Centro de Pesquisa Médica do Pacífico da Califórnia observaram que o canabidiol, ou CBD, atua bloqueando a atividade do gene Id-1, que seria responsável por disseminar as células cancerígenas de um tumor para outras partes do corpo, um processo conhecido como metástase.

Exames anteriores realizados com o canabidiol já haviam mostrado que a substância pode bloquear as formas agressivas de câncer no cérebro e, de acordo com a nova pesquisa, o CBD também poderia atuar da mesma forma diante de células cancerígenas da mama.

O estudo, publicado na revista científica "Molecular Cancer Therapeutics", afirma que, como o canabidiol não tem propriedades psicoativas, o uso da substância em futuros tratamentos não infringiria as leis que proíbem o consumo da maconha.

Os cientistas ressaltaram que as descobertas não têm como objetivo estimular as pessoas a fumarem maconha e que é muito improvável que a concentração de CBD necessária para o tratamento do câncer seja obtida através do consumo da droga.

Alternativa - De acordo com o líder da pesquisa, Sean McAllister, o CBD pode, no futuro, ser a base para um tratamento não-tóxico alternativo à quimioterapia.

"As opções atuais para o tratamento das formas agressivas de câncer são limitadas", disse ele.

"Tais tratamentos, como a quimioterapia, podem ser eficazes, mas também são extremamente tóxicos e difíceis para os pacientes."

"Este composto encontrado na maconha nos dá a esperança de que haja um tratamento que possa alcançar os mesmos resultados sem nenhum dos efeitos colaterais dolorosos", disse McAllister.

Início - Joanna Owens, do Centro de Pesquisa do Câncer, da Grã-Bretanha, pondera, no entanto, que a pesquisa com o canabidiol ainda está no estágio inicial.

'Essas descobertas agora devem ser seguidas de testes clínicos em humanos para saber se o CBD é seguro e se os benefícios clínicos podem ser aplicados', disse Owens.
Testemunha teria visto Madeleine em carro, diz detetive
da BBC Brasil

Um detetive que investiga o desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann diz ter encontrado uma testemunha que teria visto a menina em um carro em Portugal, dois dias depois de ela ter sumido de um quarto de hotel, em maio.

Segundo o detetive particular espanhol Francisco Marco, a testemunha afirmou ter visto a menina na região norte da praia da Luz, em Portugal, balneário de onde ela desapareceu no dia 3 de maio.

O detetive é da agência Método 3, contratada pelos pais da menina para investigar o caso.

Ele disse à BBC que a testemunha viu a menina em um carro, numa rua pequena, sendo entregue para outra pessoa. Segundo ele, o relato é confiável.

"Nós estamos muito perto. Eu não estou dizendo talvez. Nós estamos muito perto de encontrar os seqüestradores", afirmou Francisco Marco à BBC.

O detetive afirmou ainda que um relatório foi entregue à polícia portuguesa, mas as leis do país não permitem que o documento se torne público.

O caso Madeleine, que tem obtido grande destaque na mídia internacional, é o assunto de um aguardado documentário que será transmitido nesta segunda-feira na Grã-Bretanha, marcando os 200 dias do desaparecimento da menina.

No documentário, um especial do programa jornalístico Panorama, da rede de TV britânica BBC, vai mostrar um vídeo filmado em agosto pelo amigo da família Joe Corner. No filme, os pais da menina afirmam terem sido vigiados por um 'predador' no dia do desaparecimento de Madeleine.

No vídeo, a mãe da menina, Kate McCann, fala da pressão exercida pela campanha para encontrar a filha e se diz arrependida de ter deixado os filhos sozinhos no apartamento do hotel.

O programa traz ainda uma entrevista exclusiva com Jane Tanner, amiga da família. Ela estava jantando com os pais de Madeleine no dia do desaparecimento. Na entrevista, ela disse à BBC que viu um homem carregando uma criança na Praia da Luz.

O vídeo mostra também imagens dos pais da menina fazendo pôsteres com a foto de Madeleine, alertando sobre o desaparecimento. Para a mãe da menina, "não há uma apostila sobre o que fazer quando sua filha é seqüestrada", afirma. "Nós estamos fazendo o que achamos melhor".
Bancos públicos duelam por folha salarial
SHEILA D'AMORIM
da Folha de S. Paulo, em Brasília

A disputa pela administração da folha de salários de prefeituras e governos estaduais deixou de ser exclusivamente entre bancos privados e públicos, virando problema de governo.

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal travam uma batalha silenciosa por esse mercado em que o maior perdedor é o Tesouro, controlador das duas instituições.

Em outubro, a Caixa pagou R$ 87,4 milhões para obter, por cinco anos, o controle da folha de pagamento do funcionários da Prefeitura de Porto Alegre.

Para fechar o contrato, o banco cobriu a proposta do BB. Como as duas instituições são federais, no fim das contas a União pagou mais para desbancar ela própria na disputa.

Nenhum dos dois bancos confirma o valor desembolsado a mais. Sabe-se apenas que a proposta vencedora foi "significativamente" superior à do BB. Como instituições públicas, BB e Caixa não entram nas licitações feitas por prefeitos e governadores, processos que têm mais transparência. Os contratos fechados são negociados diretamente, o que abre espaço para acertos políticos.

Segundo a Folha apurou, Porto Alegre não é o único caso. A ameaça de trocar o BB pela Caixa, de acordo com um integrante da equipe econômica, vem se tornando instrumento de barganha de prefeitos que já têm contrato fechado com o BB e pleiteiam novos benefícios. O BB tem contrato com mais de 100 prefeituras e 12 Estados. A Caixa acertou com 154 prefeitos e dois governadores.

Próprio veneno - Com a disputa, o BB, acusado pelos concorrentes privados de ser favorecido nas negociações com Estados e municípios, estaria provando do próprio veneno. A insatisfação do BB com a situação já chegou ao controlador e gerou debate no governo sobre a situação.

Por ter ações em Bolsa, avalia-se na área econômica que o BB não pode ser impedido de entrar em disputas com a Caixa, porque isso seria interpretado como ingerência política prejudicial a minoritários.

Assim, alegam, caberia à Caixa (controlada 100% pela União) brigar com o BB para não encarecer o contrato. O problema, segundo a Folha apurou, é que não há definição clara sobre o papel da Caixa em mercados competitivos.

A direção atual tem buscado melhorar a eficiência do banco e, por isso, quer explorar também segmentos lucrativos do mercado, como o dos servidores públicos. Só com a Prefeitura de Porto Alegre, a Caixa ganhou 33 mil clientes cativos e com estabilidade de emprego.

"Não vemos o BB como um concorrente. Olhamos as condições que temos na região e o que podemos oferecer. A Caixa tem instrumentos de precificação e sabe até quanto pode ir [numa disputa] preservando o equilíbrio financeiro", diz Deusdina dos Reis Pereira, superintendente nacional de pessoa jurídica da Caixa.

Para não polemizar com o BB, ela considera essa uma disputa normal de mercado.

O problema, para os técnicos, é que, apesar da melhora nos indicadores, a Caixa tem função social importante e depende do controlador para garantir o desempenho.

Para competir como um banco comercial, a Caixa teria de ajustar a sua estrutura. O banco tem mais funcionários, custo por agência e gastos com despesas administrativas maiores que o BB e os concorrentes privados. Além disso, depende do "monopólio" do FGTS, que representa cerca de 10% dos ativos totais.
Governo vai licitar lagos e rios para o cultivo de peixe
EDUARDO SCOLESE
da Folha de S.Paulo, em Brasília

Depois das rodovias, agora é a vez das águas da União. O governo federal lançou o primeiro edital de licitação neste mês e prepara pelo menos outros quatro até o fim do ano para conceder o direito de uso por 20 anos das chamadas "áreas aqüícolas" em lagos, rios, açudes, reservatórios ou em pontos do litoral.

As concessões serão exclusivas à aqüicultura --a criação de pescado em cativeiro--, tanto em água doce como salgada.

O primeiro edital publicado é para a concessão de 155 lotes no reservatório da hidrelétrica de Itaipu, no Paraná. Cada um dos lotes (ou áreas aqüícolas) tem 0,2 hectare em lâmina d'água, o equivalente à área de duas piscinas olímpicas.

A concessão será entregue a pescadores e ribeirinhos que forem aprovados num processo de seleção da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência, ao estilo das entrevistas para a escolha de famílias nos projetos de assentamento da reforma agrária.

Haverá dois tipos de edital: os de seleção, como no caso de Itaipu; e os de cessão onerosa, no qual tanto empresas nacionais como estrangeiras poderão disputar o mesmo espaço. Os primeiros editais para licitações onerosas serão abertos para áreas no litoral de Pernambuco (169 hectares) e de São Paulo (8,4 hectares).

A empresa vencedora será aquela que, na abertura dos envelopes, oferecer o maior valor pelo uso do lote por 20 anos. Além disso, terá de pagar anuidade para cada hectare concedido --entre R$ 200 e R$ 300 (valor ainda não definido).

Nos editais, já constará o tipo de pescado a ser produzido naquele conjunto de lotes. No caso de Itaipu, a produção será exclusiva de pacu.

Neste ano, ainda estão previstos editais para o açude do Castanhão, no interior cearense, e na bacia do Jatobá, em Pernambuco. O governo estima em 5,5 milhões de hectares o espaço disponível em águas da União para projetos de aqüicultura --segundo a legislação, apenas 1% de cada área poderá ser entregue à concessão. Por exemplo: uma represa de 500 hectares terá apenas 5 hectares abertos à concessão.

Uma instrução normativa interministerial publicada no mês passado tirou do caminho os últimos entraves jurídicos que até então impediam o lançamento dos editais. Nela, por exemplo, a responsabilidade pela escolha das áreas de concessão passou da Secretaria do Patrimônio da União para a Secretaria de Aqüicultura e Pesca.

Porta de saída - Segundo o governo, o uso legalizado das águas da União, como em açudes e reservatórios de hidrelétricas, pode ser uma "porta de saída" ao Bolsa Família. "Essas concessões vão beneficiar tanto o pequeno [pescador] como o empresário. A cessão é democrática e gera emprego para gente de baixa qualificação. É porta de saída para o Bolsa Família, ao colocar essa gente para produzir peixe", diz Felipe Matias, diretor de Desenvolvimento da Aqüicultura da Secretaria da Pesca.

Já a CPT (Comissão Pastoral da Terra) vê as licitações de outra forma. Para a entidade, braço agrário da Igreja Católica responsável por pesquisas sobre o chamado "hidronegócio", o cultivo de pescado em reservatórios da União ou em tanques-rede no mar pode trazer riscos ambientais e sociais.

"Haverá um problema sério do ponto de vista social. Tanto o litoral como as águas interiores não serão espaços mais livres. Haverá restrição do acesso às famílias pobres", afirma Roberto Malvezzi, pesquisador da Pastoral da Terra.

A publicação dos editais somente ocorre depois da autorização do Ibama, do governo do Estado, da Marinha e da ANA (Agência Nacional de Águas). As áreas escolhidas pela Secretaria da Pesca, em geral, serão aquelas nas quais já existe a presença de criadores de peixe --todos na ilegalidade, segundo o governo.
Blog do Josias: Congresso quer substituir TSE no controle das urnas
da Folha Online

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pode deixar de ter o controle das urnas eletrônicas. Há sete meses uma subcomissão foi instituída na Câmara e um relatório deve ser divulgado nos próximos dias com a sugestão de passar a fiscalização das urnas a uma "Comissão de Automação Eleitoral do Congresso Nacional", segundo revela neste domingo o Blog do Josias
.
Os idealizadores da sugestão põem em dúvida a inviolabilidade das urnas eletrônicas e questionam também a transparência do processo eleitoral. Eles atribuem a suposta obscuridade ao excesso de poderes do TSE. O tribunal acumularia atribuições que, além de excessivas, seriam incompatíveis entre si: baixa as normas que regem as eleições, administra o processo eleitoral e dá a palavra final nos processos que têm origem nos pleitos.

De acordo com o blog, os deputados estão questionando a isenção da Justiça Eleitoral. E, a pretexto de resolver o suposto problema, sugerem que as regras do processo eleitoral eletrônico passem a ser definidas pelos próprios deputados e senadores, reunidos numa Comissão Eleitoral.
Ministério da Saúde sofre derrota em discussão do aborto
JULIANA ROCHA
da Folha de S.Paulo, em Brasília

Defendida pelo Ministério da Saúde, a proposta de descriminalização do aborto foi rejeitada ontem por representantes da sociedade civil, profissionais da área e gestores do SUS (Sistema Único de Saúde) na 13ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília. O projeto foi colocado em votação no plenário da conferência, mas 70% dos presentes votaram contra. Os textos aprovados na conferência serão levados ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Foi uma derrota para o ministro José Gomes Temporão (Saúde), defensor categórico da liberação do aborto no Brasil. O ministro já cogitou a realização de um plebiscito para que a população possa opinar sobre o assunto. Em sabatina na Folha, em junho, Temporão citou que 170 mulheres morreram durante a cirurgia para interromper a gravidez, em 2005.

O presidente da conferência, Francisco Batista Júnior, se disse surpreso com o resultado da votação. Ele justificou que esperava um plenário dividido. Tinham direito a voto 2.275 delegados estaduais e nacionais, eleitos nas conferências de saúde regionais. Do total de delegados, 50% são usuários do SUS, 25% trabalhadores do sistema e os outros 25% gestores, como secretários estaduais e municipais e representantes do Ministério da Saúde.

Lobby católico

O principal articulador da votação contra a descriminalização do aborto foi o gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança, Clóvis Boufleur, que contou com o apoio de representantes da Igreja Católica, dos movimentos indígenas e delegados do Nordeste.

Inconformado com a derrota, o diretor do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, Adson França, acusou integrantes da pastoral e da igreja de articulação para impedir o debate. Segundo França, a Pastoral da Criança conseguiu antecipar a votação para um momento em que o plenário ainda não estava cheio.

Boufleur negou a articulação para antecipar a votação. Lembrou que a maioria dos delegados no plenário avaliou que não havia necessidade de debater mais o tema. "O assunto foi debatido por vários dias, todos já tinham uma opinião", afirmou.

Favorável à descriminalização, Batista Júnior disse que a votação foi democrática. "A Igreja Católica e a Pastoral da Criança fizeram um trabalho de convencimento. Quando perceberam que as posições eram divergentes, começaram a se articular, o que é legítimo."
Renan renunciará em troca de apoio do PT
FELIPE SELIGMAN
da Folha de S.Paulo, em Brasília

O presidente licenciado do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), espera receber uma garantia do governo Lula de que os senadores petistas votarão em seu favor, na próxima quinta-feira, quando o plenário da Casa analisará o pedido de cassação do senador por quebra de decoro no caso de sociedade em rádios de Alagoas.

Tal apoio, de acordo com senadores próximos a Renan, deve ser costurado em duas etapas: a primeira, e mais imediata, é renunciar até quarta-feira ao cargo de presidente da Casa.

Conforme a Folha publicou ontem, o senador foi aconselhado por aliados a sair antes da votação que pode deixá-lo inelegível até 2019, quando terá 63 anos. O argumento é que, se deixar para renunciar no dia seguinte, acirraria os ânimos da oposição, receosa de que, livre da cassação, Renan possa voltar à presidência. O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-PI), um dos poucos que compareceram ontem ao Senado, avalia que tal antecipação seria um "gesto simpático".

CPMF

O segundo momento, e mais significativo para o governo, seria a promessa de que sua "tropa de choque" votaria a favor da CPMF. Isso porque, se cassado, Renan não teria muito esforço para conseguir levar ao menos seis senadores para o lado contrário à prorrogação, o que poderia por um fim definitivo a tal arrecadação.

Para o senador Pedro Simon (PMDB-RS), que afirma ser contra a CPMF, essas negociações mostram que o Senado não tem "mais nenhum compromisso com a sociedade e com a dignidade do país".

"Hoje em dia, só aprovam assim: Renan e o grupo dele apóiam a CPMF e, em troca, o governo garante a sua absolvição", disse Simon: "Lamentavelmente, alguns podem ter preço. Eu não tenho".

Além do caso Renan, o Planalto também deverá se deparar, na semana que vem, com outro problema: o mal-estar gerado com a substituição de Mozarildo Cavalcanti na CCJ do Senado poderá tirar o PTB da base do governo. Cavalcanti, que ontem se referiu à CPMF como 'imposto mentiroso", foi substituído com um suposto aval de sua bancada. "A senadora Ideli [Salvatti (PT-SC), líder do partido no Senado] me disse que havia conversado com todos os líderes, inclusive com o do meu partido. Mas depois me informaram que isso nunca aconteceu", disse.

A bancada do PTB deve se reunir na próxima terça-feira para discutir sua permanência na base. O encontro antecede reunião da cúpula do partido --encabeçada pelo ex-deputado Roberto Jefferson (RJ)-- marcada para o dia 28 deste mês, para debater a mesma questão.
Lula defende CPMF e desafia oposição a explicar origem de recursos para a saúde
da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta segunda-feira, durante o programa semanal de rádio Café com o Presidente, os senadores de oposição que ameaçam votar contra a PEC (proposta de emenda constitucional), que prorroga a cobrança da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) até 2011. A PEC está no Senado, onde precisa ser aprovada em dois turnos, com ao menos 49 votos favoráveis, para passar.

Sem citar partidos, Lula disse que os partidos de oposição precisam parar de pensar somente nas próximas eleições para pensar no bem do país ao aprovar a prorrogação da CPMF.

"Eu penso que está na hora de as pessoas pensarem um pouco no país ao invés de pensarem apenas nas próximas eleições ou pensarem em marcar posições. [...] Tem o tempo para fazer o discurso, tem o tempo para marcar posição e certamente alguns senadores não estão sabendo o que o dinheiro da CPMF causa de benefício nesse país. É importante lembrar que, este ano, 40% do orçamento do Ministério da Saúde vêm de dinheiro da CPMF."

Lula disse que esses senadores da oposição terão de explicar para a população a eventual diminuição de recursos para a saúde se a CPMF não for prorrogada. "Eu quero saber quem vai explicar para os prefeitos do Brasil, para os governadores do Brasil e para os pacientes do SUS [Sistema Único de Saúde] a hora que não tiver o dinheiro para fazer essa quantidade de atendimento", afirmou ele no programa de rádio.

Lula afirmou que a ameaça de votar contra a CPMF não prejudica o presidente, mas o país. "De vez em quando eu vejo o discurso de alguns senadores dizendo que ao não aprovar a CPMF vão criar problema para o governo. Não vão criar problema para o governo, vão criar problema para a sociedade brasileira."

O presidente disse que o país não pode "prescindir" dos recursos da CPMF, que deverão render só em 2008 cerca de R$ 40 bilhões. Justamente por isso, Lula afirmou que acredita que os senadores votarão com consciência a prorrogação da CPMF. "Eu acredito que na hora de votar, falará mais alto a consciência de cada senador em função do que representa o dinheiro da CPMF não apenas para o Estado brasileiro, mas, sobretudo, para a saúde."

Acordo

Lula disse que o governo já chegou ao limite das negociações no acordo feito com a base aliada para votar a favor da PEC que prorroga a CPMF até 2011. "Nós fizemos acordo com a base aliada, conversamos com a oposição. No acordo que nós fizemos, nós propusemos reduzir a alíquota, que era uma coisa quase que questão de honra de uma parte da sociedade brasileira, nós inventamos a pessoa física".

Segundo Lula, o governo já fez a sua parte. Cabe agora aos senadores fazerem a sua. "Agora, eu estou convencido de que os senadores irão fazer a parte deles aprovando a CPMF."

O acordo prevê redução anual de 0,02 ponto percentual na alíquota da CPMF --hoje de 0,38%-- até 2011. Dessa forma, ela seria de 0,36% em 2008, de 0,34% em 2009, de 032% em 2010, e de 0,30% em 2011.

Além disso, trabalhadores da iniciativa privada com salário mensal de até R$ 2.894 seriam isentos da CPMF. O abatimento se daria por meio da redução da alíquota de contribuição ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O governo também incluiu na proposta um limitador para os gastos com funcionários públicos de 2,5% ao ano mais a variação da inflação. Mantega também se comprometeu a enviar uma proposta de reforma tributária ao Congresso até o final deste mês.
Consciência negra
Amanhã. 20 de novembro, é o Dia Nacional da Consciência Negra.
No Amapá, e em mais uns poucos estados brasileiros, é feriado estadual.
Em Macapá, o comércio vai funcionar normalmente, mas as repartições públicas estarão fechadas.
Há programação especial em vários pontos da cidade, mas o foco maior será no Centro de Cultura Negra, no bairro do Laguinho, em frente à Escola Azevedo Costa, onde funciona a sede da UNA-União dos Negros do Amapá.
Quase nada!
O IBGE contou a população brasileira e descobriu que o Amapá só tem minguados 587.300 habitantes. Quase era o fona na contagem populacional. Ganhou apenas de Roraima, onde o número de habitantes é de 395.700.
O Brasil, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), possui 183,9 milhões de habitantes.
Fernanda é show!
A vocalista da banda Pato Fu, Fernanda Takai, amapaense de Serra do Navio, acaba de lançar um livro.
Apesar da fama, Takai não esqueceu suas raízes, e fez questão de colocar na obra que é nascida na Serra.
O livro traz prefácio de Zélia Ducan. É mole?
Justiça Eleitoral atende em Mazagão
MACAPÁ (AP) - Uma Ação Itinerante da Justiça Eleitoral realizada no período de 5 a 9 de novembro, em dez localidades do município de Mazagão, atendeu 125 eleitores.

Durante a semana, a equipe esteve em: Lago do Ajuruxi, Vila Sororoca do Maracá, Vila Conceição do Maracá, Vila José Hilário do Rio Preto, Vila Maracá, Vila Recreio do Rio Preto, Vila Nova, Piquiazal, Mazagão Velho e Carvão.
Inadimplência tira dez partidos do Amapá do Fundo Partidário
MACAPÁ (AP) - Dos 28 Partidos Políticos registrados no Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, dez ainda não apresentaram a prestação de contas dos Diretórios Regionais referentes ao Exercício de 2006.

Os partidos que ainda não compareceram ao TRE para apresentarem a devida documentação foram: Partido Trabalhista Nacional (PTN), Partido Comunista Brasileiro (PCB), Partido dos Aposentados da Nação (PAN), Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Partido da Mobilização Nacional (PMN), Partido Verde (PV), Partido Republicano Progressista (PRP), Partido Comunista do Brasil (PC do B), Partido Trabalhista Cristão (PTC) e o Partido Republicano Brasileiro (PRB).

O prazo para a prestação de contas dos Partidos Políticos encerrou no dia 30 de abril, após esta data, os Diretórios Nacionais dos Partidos que não apresentaram a prestação de contas, foram informados da irregularidade. E estes por sua vez, devem suspender o repasse do Fundo Partidário para os Diretórios Regionais até a sua regularização perante a Justiça Eleitoral.
TSE veta candidatura de ex-mulheres de prefeitos ao mesmo cargo do ex-marido prefeito

MACAPÁ (AP) - O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) respondeu negativamente à Consulta (Cta) 1463 do deputado federal Ricardo Barros (PP-PR).

A indagação do deputado foi a seguinte: “Se a mulher do prefeito reeleito comprovadamente se separar de fato no curso do primeiro mandato (2001-2004) e se divorciar no curso do segundo mandato (2005-2008), afastadas as hipóteses de fraude e dissimulação, pode se candidatar ao mesmo cargo de prefeito, no mesmo município, nas eleições subseqüentes (2009-2012)?”

De acordo com o ministro-relator Arnaldo Versiani, a resposta é negativa. “O Tribunal considera a separação de direito ou divórcio, ou seja, a separação de fato não romperia o vínculo, tornando elegível aquele parente por afinidade”, afirmou.

O ministro citou ainda jurisprudência do Tribunal nesse sentido, no julgamento do Recurso Especial Eleitoral (Respe 22900), de relatoria do ministro Luiz Carlos Madeira. Nesse julgamento ficou decidido que “configura-se a inelegibilidade prevista no parágrafo 7º, do artigo 14 da Constituição Federal do ex-cônjuge de prefeito reeleito cuja separação de fato ocorreu durante o primeiro mandato, reconhecida na sentença de divórcio homologado na vigência do segundo mandato”. A decisão foi unânime. (Fonte: agencia.tse.gov.br)
Vices podem virar prefeitos, diz TSE
MACAPÁ (AP) - O Pleno administrativo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), respondeu à Consulta (Cta 1469), formulada pelo deputado federal Fernando de Fabinho (DEM-BA), sobre a possibilidade de vice-prefeito, reeleito duas vezes em períodos subseqüentes (nas eleições de 2000 e 2004) como vice de dois prefeitos diferentes e sem ter exercido o cargo do titular, ser mais uma vez candidato ao mesmo cargo (vice-prefeito) em 2008. A Corte respondeu negativamente a essa questão, mas admitiu que ele poderá se candidatar ao cargo de prefeito nas próximas eleições.

A Consulta feita pelo deputado democrata pela Bahia, Fernando de Fabinho, se dividiu nos seguintes quesitos: "1 - O candidato W elegeu-se vice-prefeito de A, no pleito eleitoral de 2000, e cumpriu seu mandato parlamentar até o fim como vice-prefeito sem ocupar o cargo de prefeito; 2 - No pleito eleitoral de 2004, W continuou como vice-prefeito eleito, mas só que, do candidato B, e irá até o fim do mandato como vice-prefeito. Pergunta-se: 1.A - Para o pleito eleitoral de 2008, W poderá pleitear novamente o cargo eletivo como vice-prefeito? 1.B - Ou pode pleitear o cargo eletivo de Prefeito?"

O ministro-relator, Arnaldo Versiani explicou não ser possível a reeleição, para o mesmo cargo, por três períodos sucessivos, mas, de acordo com a jurisprudência da Corte, quanto à candidatura para outro cargo, diferente do já exercido por dois mandatos consecutivos, não há nenhum impedimento neste sentido, no que foi acompanhado por unanimidade pelos ministros do TSE.
Boliviana corta a língua de namorado ao flagrá-lo com outra
Santiago do Chile, 18 nov (EFE).- Uma boliviana tomada pelos ciúmes cortou a língua de seu namorado chileno após flagrá-lo beijando outra mulher, segundo a edição de hoje do jornal "Las Últimas Noticias".

O crime aconteceu na cidade de Arica, 2.050 quilômetros ao norte do Chile, na fronteira com a cidade peruana de Tacna.

A mulher, identificada como Celia Mita, discutiu com seu companheiro, Santos Blas Alave, com quem estava há 14 anos.

Após a discussão, ela pediu que ele se acalmasse e a beijasse, em sinal de reconciliação.

Segundo o jornal, Celia aproveitou o beijo para morder a língua de Santos, cortando-a pela metade.

Sangrando muito, ele pegou o pedaço da língua arrancado e chegou por seus próprios meios a um posto de emergência, onde os médicos não conseguiram reconstruir o órgão.

A mulher de 31 anos foi detida, acusada de lesão corporal grave, e está proibida de se aproximar do ex-companheiro.

Santos permanece estável no posto de saúde, e não consegue mais falar.
[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, AMAPA, MACAPA, PERPETUO SOCORRO, Homem, de 36 a 45 anos, French, English, Livros, Cinema e vídeo
Outro -
Visitante número: