Sem prestígio

 

Está na lona o prestígio da deputada Roseli Matos (PCdoB) junto à Prefeitura de Macapá, que é do PT.

De nada adiantou a puxada de tapete na trupe dos Farias (Leury e Eury).

Quem continua dando as cartas por lá é o camarada Evandro Milhomen, amigo de infância do prefeito João Henrique, quando os dois se tratavam por “Fuzil” e “Panã”.

Pois não é que o “Pezudo” acabou indicando o cunhado para chefia de gabinete da PMM? Roseli indicou mas sua indicação foi preterida por Panã.

 

Consolo em Veneza

 

Com Milhomen – quase deputado federal – mandando no PCdoB, restou a Roseli arrumar as malas e embarcar pra Itália, onde espera recuperar o prestígio junto ao papa Bento XVI.

 

Síndrome de Pinochio

 

Não está bem explicada a confusão de informações sobre a real situação da Caesa. Um diretor da companhia foi ao rádio e anunciou que em breve a empresa vai construir mais uma estação de captação de água em Macapá. Desta feita, no Canal do Jandiá.

Ontem, o deputado Gervásio Oliveira (PMDB-AP) esteve na mesma rádio e disse que a Caesa está sem um centavo para investimentos, nos próximos quatro anos.

Alguém está mentindo. Olha que o nariz cresce, hein!

 

Sem grana

 

A Residência Médica (e a de Enfermagem também) corre risco de acabar. Denúncia é dos próprios médicos.

O problema é que ninguém sabe pra onde foi parar o dinheiro que deveria ter sido pago à bibliotecária, que está há mais de um ano sem receber um centavo sequer.

Resultado: o Ministério da Saúde pode fechar o curso porque os médicos não terão onde pesquisar.

 

Dinheiro tem

 

O deputado Gervásio Oliveira revelou ontem em um programa de rádio local que a Caixa Econômica tem dinheiro pra financiar projetos de saneamento no Amapá.

O problema é que a Caesa não tem como garantir a contrapartida dos recursos.

Mais: a empresa não vai sair da inadimplência nos próximos quatro anos, segundo o próprio Gegê.

 

Perguntar não ofende

 

Qual a razão de Sarney e Gervásio terem incluído a bagatela de R$ 1,6 milhão no orçamento da União de 2006 para saneamento no vilarejo de Carnot (uma vila de maranhenses em Calçoene) e haverem esquecido do Igarapé da Fortaleza, na região metropolitana de Macapá, onde várias famílias foram atacadas por barbeiros, malária e dengue?

Ser comunista

Engraçado! Alguns pseudos-intelectuais (do tipo leitor de orelha de livro) acham que comunista é só quem diz ter sido preso nos porões da Ditadura, esquecendo-se que comunista é uma questão de convicção ideológica.

Se assim fosse, o Bonfim Salgado estaria excluído da categoria de marxista-leninista, segundo o Wagner Gomes, já que até mesmo sua suposta prisão na cadeia da antiga Intendência teria sido uma lenda urbana, segundo WG.

Valerioduto abastecia PSDB, apontam jornal e revista

 

Um esquema de desvio de dinheiro público para abastecimento de caixa dois do PSDB teria ocorrido entre 1997 e 1998, durante o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB). É o que informa reportagem da edição desta semana da revista Carta Capital.  A denúncia também foi publicada na edição desta sexta-feira do jornal Diário do Grande ABC. De acordo com as publicações, contrato assinado em 1997 entre a Fundacentro (autarquia vinculada ao ministério do Trabalho) e a agência mineira de publicidade SMP&B, de Marcos Valério, estaria forrado de irregularidades, segundo ações que correm na Justiça.  Numa das ações, calcula-se que R$ 24,9 milhões  (ou R$ 42 milhões em valores atualizados) escoaram do governo para as duas empresas. O maior fluxo se deu justamente no segundo semestre de 1998, período em que a agência de Valério comprovadamente irrigou as contas da campanha do então governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, à reeleição.

Dossiê TNT

Um dossiê volumoso acerca de alguém com mandato estadual estaria circulando os gabinetes, na Assembléia Legislativa.

Tem a ver com irregularidades e desvio de verbas em uma prefeitura - das grandes.

O documento, inclusive, já teria o parecer do Ministério Público pelo indiciamento de tal figura política.

Fala-se que o tal dossiê estaria guardado para ser usado como moeda política em eventual apoio a candidaturas ao Governo, em 2006.

É nitroglicerina pura! - garante quem já teve o privilégio de botar os olhos na papelada.

Saiba que...

Coisa boa ninguém fica sabendo. Mas agora você sabe, porque acessou este Blog.

Foi publicado no Diário Oficial da União do dia 09/01/02, a Lei de no 3.359, de 07/01/02,que menciona:

"Art.1º -  Fica proibida a exigência de depósito de qualquer natureza para possibilitar internamento de doentes em situação de urgência e emergência, em hospitais da rede privada."


"Art 2º -  Comprovada a exigência do depósito, o hospital será obrigado a devolver em dobro o valor depositado ao responsável pelo internamento."


"Art 3º -  Ficam os hospitais da rede privada obrigados a dar possibilidade de acesso aos usuários e a afixarem em local visível a presente Lei."


"Art 4º -  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação."

Vale a pena repassar isso para que todo mundo saiba dessa nova Lei.

Terra sem lei

Parece crônica do velho Oeste americano, mas não é. Se passou na cidade de Pedra Branca (município homônimo). Um trio de assaltantes levou R$ 150 mil da prefeitura, no início da semana, e ontem, outro bando armado assaltou o único posto de gasolina da localidade, roubando a renda da semana e deixando os bombeiros amarrados.

Desde 1997 - há oito anos - não existe delegacia de polícia no município. A ordem é mantida, precariamente, por uma guarnição da Polícia Militar, cujos armamentos estão obsoletos e nem munição existe. Pasme! Há cinco meses, os PMs possuíam um único revólver velho e duas balas.

Bistrô Drinks

Meu pastor vai me esganar se ficar sabendo disso, mas vou dar uma forcinha pro bar da Ivna Penante e da Lídia Borralho, o "Bistrô Drinks", na esquina do Sesi, na Leopoldo Machado.

Aberto de quinta a domingo, com música ao vivo, diz-que, segundo a própria Ivna, é uma ambiente legal pra entornar umas e outras e jogar conversa fora. Não sei porque nunca estive lá.

Neste final de semana, a música fica por conta do cantor Christian, que a Ivna diz ser muito bom.

Portanto, biriteiros de plantão, por favor, vão lá no Bistrô gastar um pouco de dinheiro e ajudar a engordar a conta bancária das duas moças. Tem um ambiente reservado onde vocês podem se esconder dos olhares indiscretos.

Eis a razão!

Um dos meus alunos mais brilhantes lá da faculdade, me pára no corredor e pergunta:

- Professor, por que o senhor resolveu criar um Blog?

- Ora, tem tanta gente escrevendo merda por aí e, o que é pior, publicando, que resolvi contribuir com essa cagada geral.

Pelo menos aqui ninguém vai me dizer o que deve ou não ser publicado. Espero.

João, João!

Dizem as más línguas que já está tudo acertado para que a primeira-dama do município, Lucenira Pimentel, seja a vice de Waldez Góes em sua candidatura à reeleição, ano que vem.

Espíritos-de-porco de plantão já começam a duvidar do sucesso da chapa, e aconselham o prefeito João Henrique a pular fora desse barco, mostrando o "naufrágio" da lancha "A Vencedora" no fiasco que foi a campanha do PDT à Prefeitura de Macapá, como uma tendência certa.

- João, João! Te cuida, hein!

Boi doente

Ninguém quer falar sobre o assunto, mas autoridades sanitárias constataram que boa parte dos rebanhos bovino e bubalino do "Baixo Araguari", onde estão os maiores produtores de carne e leite do estado, está contaminada com tuberculose.

Pior: alguns fazendeiros teriam aplicado injeções ilegais no gado para ganho peso e produção de leite. Remédio este que está banido no Brasil, mas que eles conseguem clandestinamente no Paraguai.

A prática teria ajudado a mascarar a real situação de saúde dos rebanhos.

Os plurais (Parte 1)
Os plurais (Parte I)

O ócio e o preconceito podem produzir textos impagáveis como este, enviado por um amigo carioca. Divirta-se e dê boas gargalhadas.

 

1 advogado = um doutor

2 advogados = um escritório

3 advogados = uma reunião

4 advogados = uma quadrilha

 

1 arquiteto = uma bichinha

2 arquitetos = uma bicha e um carnavalesco

3 arquitetos = uma bicha, um carnavalesco e um cabeleireiro

4 arquitetos = uma festa gay

 

1 carioca = um surfista

2 cariocas = dois surfistas

3 cariocas = uma boca-de-fumo

4 cariocas = um arrastão

 

1 baiano = um escritor famoso

2 baianos = uma luta de capoeira

3 baianos = um grupo de axé

4 baianos = um terreiro de macumba

 

1 paulista = uma micro-indústria

2 paulistas = uma média indústria

3 paulistas = uma grande indústria

4 paulistas = uma catástrofe ecológica

 

1 paraíba = um porteiro

2 paraíbas = repentistas tirando versos

3 paraíbas = um canteiro de obras

4 paraíbas = um caminhão de pau-de-arara indo pra São Paulo

 

1 chinês = uma lavanderia

2 chineses = uma pastelaria

3 chineses = um time de ping-pong

4 chineses = uma explosão demográfica

 

1 italiano = um jornaleiro

2 italianos = uma pizzaria

3 italianos = um ensaio de ópera

4 italianos = novela das oito

Os plurais (Parte 2)
Os plurais (Parte II)

A continuação do texto "Os plurais". Dê mais risadas. Não pare.

 

1 português = uma piada

2 portugueses = duas piadas

3 portugueses = três piadas

4 portugueses = quatro piadas

 

1 argentino = um alvo móvel

2 argentinos = dois alvos móveis

3 argentinos = melhor usar uma metralhadora

4 argentinos = time do Corinthians

 

1 bêbado = um desajustado

2 bêbados = uma despedida de solteiro

3 bêbados = uma festa de formatura

4 bêbados = uma vitória da Seleção

 

1 estudante = o futuro da nação

2 estudantes = uma república em formação

3 estudantes = uma passeata

4 estudantes = um bando de desempregados

 

1 petista = um idealista

2 petistas = dois companheiros

3 petistas = uma célula terrorista

4 petistas = turma do Mensalão

 

1 paraense = um devoto de Nazaré

2 paraenses = torcedores do Remo e Paysandu

3 paraenses = fã clube da Fafá

4 paraenses = grileiros matando sem-terra

 

1 jornalista = um redator

2 jornalistas = um redator e um maconheiro

3 jornalistas = um redator, um maconheiro e um alcoólatra

4 jornalistas = uma central de fofocas

 

1 amapaense = um consumidor de açaí

2 amapaenses = dois consumidores de açaí

3 amapaenses = uma ONG ambientalista

4 amapaenses = uma fazenda de burros do Sarney

 

1 maranhense = quebrador de babaçu

2 maranhenses = dançarinos de bumba-meu-boi

3 maranhenses = uma festa reggae

4 maranhenses = uma família tomando caldo de peixe com banana

Fama

A modelo macapaense Tharcila Ellen, 17, que conquistou o título de "Miss Beleza Internacional", na Grécia, está fazendo o maior sucesso em São Paulo.

Foi classificada em primeiro lugar - depois de cinco etapas - no concurso "Model Revelação". Vai debutar como modelo profissional no próximo dia 11 de dezembro, em Sampa.

Depois, viaja para Macapá para participar do evento "Amapá em Destaque 2005".

Como Tom e Jerry

Não chame para a mesma mesa - de birita, claro - o advogado Wagner Gomes e o jornalista Bonfim Salgado.

No mais autêntico estilo "Tom e Jerry", a dupla vem protagonizando uma briga feia na imprensa, com direito a trocar de "mal-à-morte" e partir de dedos, como faziam os moleques buchudos de outrora.

Tudo começou quando o glorioso Wagner resolveu suspeitar de que o "Marquês de Bonfan" não teria sido preso pela Ditadura, ao que Bonfim rechaçou, classificando os artigos de WG de "sujadores" de papel. Gomes promete uma tréplica para esquentar de vez o nível do debate.

O diálogo

Diálogo transmitido ao vivo através de um programa de rádio, entre um radialista local e um advogado, a despeito da Operação Argus que levou pra cadeia, até agora, 29 pessoas acusadas de narcotráfico e associação para o tráfico.

- Bom, essas pessoas foram presas sob a acusação de formação de quadrilha e associação para o narcotráfico - diz o advogado.

- E tem alguém preso... assim... digamos... por sonegação fiscal? - quis saber o radialista.

- Ainda não! - sentencia o causídico.

Basta de bosta!

Um grupo de artistas regionais, sob a liderança dos competentíssimos Osmar Jr. e Ronery, realiza hoje e amanhã (sexta e sábado), no Teatro das Bacabeiras, o show "O Dom de Voar".

Na verdade, o evento é um contraponto à contra-cultura e ao besteirol que insistem em invadir os espaços da cultura local. "É um grito para que a boa música regional seja executada nas rádios, por exemplo", alfineta Osmar. "Basta de bosta!", sugere outro compositor.

O Dom de Voar acontece a partir das 20h e a entrada é franca.

O Dom de Voar

Os cantores amapaenses Osmar Jr. e Ronery promovem nesta sexta e sábado, 4 e 5, no Teatro das Bacabeiras, em Macapá, o show "O Dom de Voar", que terá participação de outros artistas locais como Amadeu Cavalcante, Marcelo Dias, Adriana Raquel e Karol Carvalho.

O evento, cuja entrada será de graça, está marcado para às 20h, e é uma alternativa aos amantes da música regional que não querem ir aos shows de Paulo Ricardo (ex-RPM) e Roupa Nova, que se apresentam neste fim de semana em Macapá.

Além das apresentações dos cantores regionais, o espetáculo O Dom de Voar consta de um sarau com artistas plásticos, poetas, jornalistas e outros atores da cultura local.

Operação Argus continua

A Polícia Federal continua cumprindo mandados de prisão e busca aos acusados de participarem de uma quadrilha de narcotraficantes e de se associarem para o tráfico.

Até agora 29 pessoas já foram presas - sete delas estão presas desde o início do ano. Vinte e uma pessoas foram presas na madrugada do dia 1º de novembro, quando 115 policiais dos estados do Amapá, Ceará, Piauí e Pará deflagraram a Operação Argus. Outra pessoa foi presa no dia 2, em Santana (AP).

A PF também apreendeu seis carros e nove motos, além de duas pistolas e uma pequena quantidade de pasta base de cocaína em poder dos traficantes.

A quadrilha estava sendo investigada havia 20 meses, e a polícia conseguiu chegar aos "mulas", vendedores e financiadores do tráfico através de "grampos" telefônicos autorizados pela Justiça.

O delegado responsável pelas investigações, Raimundo Freitas, começou a ouvir hoje os acusados presos. Todos eles estão recolhidos ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Segundo ele, a operação continua, pois mais mandados de prisão serão cumpridos.

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, AMAPA, MACAPA, PERPETUO SOCORRO, Homem, de 36 a 45 anos, French, English, Livros, Cinema e vídeo
Outro -
Visitante número: